PROPAGANDA

Bangú vence o Palmeirinha por 2 a 0 e assume a liderança da Copinha a três rodadas do fim.



No jogo mais decisivo da Copinha até então, o Bangú recuperou a ponta da tabela ao vencer o Palmeirinha com gols de Adriano Saguí e Geovane. Com outra “final” a jogar contra o Vila Sandra na próxima rodada, o Bangú depende apenas das próprias forças para conquistar o bicampeonato da competição.


#COPINHA 2018
Por Yuri Casari

PRÉ-JOGO: A décima rodada da Copa de Futebol Amador de Curitiba reservou uma final antecipada entre Bangú e Grêmio Palmeirinha. O mandante estava na segunda colocação, com 18 pontos, enquanto os visitantes possuíam a liderança, com 20. As duas equipes tiveram importantes desfalques para este jogo. Pelo lado do Bangú, a ausência do artilheiro Luizinho. Já pelos lados do Palmeirinha, o zagueiro Thiagão era a falta mais sentida.

PRIMEIRO TEMPO: Pela importância da partida, as duas equipes iniciaram de forma mais conservadora, com ligeira vantagem para o Bangú que mantinha a posse de bola, enquanto o Palmeirinha aguardava em seu campo objetivando os contra-ataques. O jogo era bastante estudado, tanto que a primeira finalização aconteceu apenas em bola parada, em cobrança de Du que Ricardo espalmou. Mas logo no primeiro bom ataque do Bangú, a bola entrou. Aos 15 minutos, Adriano Saguí atacou pela direita e chutou cruzado, a bola desviou em Mucilon e morreu no fundo da rede do goleiro Anderson.

O jogo se manteve amarrado, com cada palmo de gramado sendo muito disputado. O Palmeirinha ia tentando se soltar, e aos 28 teve boa chance, em chute de Tiagão, mas Ricardo estava seguro e defendeu sem sustos. Entretanto, era o Bangú, na dianteira do placar, que tinha maior tranquilidade na troca de passes. E foi num passe milimétrico de Joãozinho que o Bangú quase ampliou. Aos 37, o camisa 10 cortou a defesa com um passe para Adriano Saguí, que subia pela direita e finalizou cruzado, mas a bola passou pelo lado da trave oposta. Aos 40, foi a vez de Joãozinho definir ao invés de servir. A bola sobrou na entrada da área e o jogador bateu colocado e Anderson fez grande defesa, impedindo que o Bangú aumentasse a diferença na primeira etapa.


SEGUNDO TEMPO: Buscando dar mais mobilidade ao meio de campo, Primo voltou com Son e Erik no lugar de Celo e Maninho. O Bangú voltou com a mesma escalação, mas pressionando pelo segundo gol. Aos 9, Hantson fez cobrança de falta com extrema precisão, mas Anderson buscou. No lance seguinte, o arqueiro teve que intervir em toque de Neguinho, que quase acertou o ângulo.

A escuridão foi tomando conta da tarde de sábado, e a iluminação artificial não era suficiente. Talvez isso tenha ajudado a diminuir a intensidade do jogo. O Palmeirinha tinha um espaço muito grande entre o meio e o ataque, espaço bem ocupado pelo Bangú. Com isso, a tentativa de pressão dos visitantes era em vão. Até os 27 minutos. Du cruzou para a área, Dolinha se antecipou à defesa, mas tocou mal na bola e perdeu a melhor chance de empate.

Na parte final, os papéis que as equipes costumam assumir se inverteu. O Palmeirinha se lançou de vez ao ataque e o Bangú decidiu optar pelo futebol reativo e, pelo menos, conseguiu criar duas boas oportunidades em bola parada, com Joãozinho e depois com Geovani. No último lance, o Bangú conseguiu ampliar o resultado. Adriano Saguí chutou forte e Anderson deu o rebote para Geovani completar para o gol e colocar o time do Santo Inácio mais perto do bicampeonato da Copa de Futebol Amador de Curitiba.

PRÓXIMA PARTIDA: Na próxima rodada o Bangú tem outra decisão, encarando o Vila Sandra, no Ozório Claudino de Barros. Já o Palmeirinha, recebe no Elba de Pádua Lima o Uberlãndia, e além de vencer sues jogos, precisa torcer por tropeços de Bangú e Vila Sandra nas rodadas finais.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Bangú: 1. Ricardo, 2. Rafa 13. Halyson), 3. Paulo Sérgio, 16. Bruno e 6. Léo; 5. Diego, 8. Hantson, 10. Joãozinho (15. Piotto) e 11. Geovane; 9. Neguinho (18. Adriano) e 17. Adriano Sagui. T: Jefferson Silveira.

Palmeirinha: 12. Anderson, 3. Lincon, 8. Mucilon (11. Marquinho), 4. Alex e 2. Mazinho (13. Valdecir); 5. Carlão, 15. Celo (16. Son), 6. Du e 20. Maninho (10. Erik); 7. Dolinha e 9. Tiagão (18. Gui). T: Wagner Primo.

FICHA TÉCNICA – Bangú 2x0 Palmeirinha XXXXXXXXXXXXXXXX

GOLS: Adriano Saguí, aos 15’ do 1º tempo e Geovane, aos 49’ do 2º tempo.
CA: Adriano Saguí (BAN); Alex (PAL)
ÁRBITRO: Thiago Mendes Moreira.
ASSISTENTES: Remy Neves Stephan Moro e Nycollas Fabricio dos Santos.
LOCAL: Manoel Garcia de Andrade, “Manecão”.

REPORTAGEM DRAP XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX




Tecnologia do Blogger.