PROPAGANDA

Operário vence o Joinville na Série C e assume liderança provisória do Grupo B



O Operário Ferroviário enfrentou a equipe do Joinville neste domingo (6), no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. Embate válido pela 4ª rodada da primeira fase da Série C, o Fantasma venceu o JEC por 2 a 0. Com o resultado, o Operário assume a liderança provisória do Grupo B. Já a equipe de Joinville permanece na última colocação do grupo.  

#SÉRIE C
Por Mariana Santos  

PRÉ-JOGO: Equipes chegaram para a partida em momentos distintos na competição. O Operário com a expectativa de assumir a liderança do Grupo B em caso de vitória e tropeço do Volta Redonda na rodada. Na rodada anterior, o Fantasma venceu a equipe do Tupi fora de casa por 1 a 0 na última rodada e busca manter bom aproveitamento no certame. Equipe de Vila Oficinas garantiu recentemente o retorno à elite do Campeonato Paranaense e agora foca em fazer boa campanha também na Série C. Enquanto que o JEC chegou para o duelo como último colocado do Grupo B, com apenas 3 pontos somados em 3 rodadas. O escrete de Joinville vem de duas derrotas consecutivas, a última por 2 a 0 contra o Bragantino, fora de casa. 


PRIMEIRO TEMPO: O início do duelo foi marcado por maior pressão da equipe do Operário, Robinho teve a primeira chance com chute fora da área, aos 6’. O Joinville apostou nos lançamentos longos para surpreender a zaga do Fantasma, que antecipou bem as jogadas. A partir disso, o confronto foi marcado por forte marcação de ambas as equipes no meio de campo. Ponto em que a equipe visitante fez muitas faltas para parar as jogadas.

Passados alguns minutos, o Joinville teve dificuldade para chegar ao campo de ataque, facilitando para a defesa do Fantasma. Em contra-ataque do OFEC aos 24’, Robinho recebeu de Quirino em bela jogada, mas foi desarmado pela zaga adversária. Não deu outra, o escrete do Operário comandou o meio de campo e criaou as melhores chances. Quirino bateu de fora da área e bola passou muito perto do gol de Emerson. O Fantasma seguiu pressionando e no lance seguinte quase abriu o placar no chute de Robinho em sobra de bola dentro da área, aos 34’.

Em meio a isso, foi possível perceber que a primeira etapa foi marcada por maior movimentação do Operário, já que o Fantasma criou as melhores chances da partida. Enquanto que o equipe do Joinville errou muitos passes e teve dificuldade para dar continuidade nas jogadas. O goleiro do Fantasma quase não trabalhou durante o primeiro tempo. Após o apito ao final da primeira etapa, ambas as equipes reclamaram muito com a arbitragem, criando confusão no meio de campo. Clima ficou tenso no Germano Krüger.


SEGUNDO TEMPO: A etapa final começou com intensidade do Operário, como no primeiro tempo. Enquanto que a defesa do JEC rifou a bola e deu chance para o Fantasma iniciar novamente as jogadas. Já no início de jogo, foi possivel visualizar que a posse de bola foi total do Operário e com isso, trabalhou em jogadas pelas laterais tentando a infiltração na defesa adversária. Aos 14’, após cruzamento de Índio, Schumacher chutou forte e bola passou perto do gol adversário.

Em uma das únicas chances do Joinville no contra-ataque, o árbitro marcou impedimento na jogada. Lance que não intimidou o Operário, pois mesmo assim, criou chances. Mas não conseguiu chegar com precisão ao gol adversário. Marcação continuou forte pelas duas equipes e juiz marcou muitas faltas.  Devido a isso, a equipe do Joinville apostou nos contra-ataques para tentar assustar a defesa do OFEC, que saiu para acompanhar as jogadas.

Comandando o duelo durante toda a partida, o Fantasma foi consagrado com gol de Léo, aos 37’, que em sobra de bola dentro da área, tirou do goleiro para abrir o placar para a equipe da casa. O Operário continuou pressionando e ampliou o placar em bela cobrança de falta de Dione, aos 45’. Aproveitando o desgaste do adversário, o Fantasma resolveu a partida nos últimos minutos e somou mais 3 pontos na Série C.


PRÓXIMA PARTIDA: O Fantasma tem decisão pela frente, na quarta-feira (9), a equipe enfrenta o Cascavel fora de casa pela primeira partida da final da Divisão de Acesso. Com a vaga na elite estadual já assegurada, o OFEC busca agora o título da segundona paranaense. O Joinville recebe o Cuiabá, domingo (13), na Arena Joinville, para tentar se recuperar na Série C.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXX

OPERÁRIO: 1-Simão, 2-Léo, 3-Alisson, 4-Sosa, 5-Chicão, 6-Peixoto, 7- Cleyton, 8-Índio, 9-Schumacher (21-Dione), 10-Robinho (20-Xuxa), 11-Jean Carlo (22-Quirino). Téc: Gérson Gusmão

JOINVILLE: 1-Emerson, 2-Jonas, 3-Bruno Aguiar, 4-Emerson Silva, 5-Pierre, 6-Alex Ruan, 7-Madson, 8-Michel Schmöller, 9-Rafael Grampola (20-Jean Lucas), 10-Davi (18-Marlyson), 11-Breno (19-Jean Felipe). Téc: Matheus Costa

FICHA TÉCNICA – OPERÁRIO 2 X 0 JOINVILLE XXXXXXXXXXXX

Gols: Léo, Dione (OFEC)
CA: Alex Ruan (JEC), Bruno Aguiar (JEC); Léo (OFEC)
Árbitro: Ivan da Silva Guimarães Júnior
Assistentes: Uesclei Regison Pereira dos Santos (1); Alexsandro Lira de Alexandre (2)
Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa
Público/ Renda: 3.816/ 5.850,00.

ENTREVISTAS XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX



Tecnologia do Blogger.