PROPAGANDA

Em partida movimentada, Londrina vence Coritiba e acaba com invencibilidade de Eduardo Baptista

(Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC)

Londrina e Coritiba se enfrentaram na noite dessa terça-feira, 29, no Estádio do Café, em Londrina. As equipes surpreenderam pelo grande volume de jogo e os cinco gols marcados. O Tubarão se deu melhor, acabou com a série de seis jogos invictos de Eduardo Baptista e saltou para a 10ª posição. Já o Coxa volta a perder, continua no G-4, mas ainda pode perder duas posições no restante da rodada.

#Série B
Por @viniciuseira

PRÉ-JOGO: Londrina e Coritiba chegaram para 8ª rodada da Série B em situações diferentes. O Tubarão não vencia a quatro jogos, vinha de duas derrotas consecutivas, a 2 pontos da zona do rebaixamento e sob pressão da torcida. O clube buscava a vitória para não deixar o momento virar uma crise maior. Já o Coxa só perdeu na primeira rodada, de lá pra cá são quatro vitórias e dois empates, e na última rodada chegou ao G-4 pela primeira vez. O escrete da capital queria os três pontos – os primeiros fora de casa - para se consolidar no grupo de acesso.

PRIMEIRO TEMPO: O primeiro tempo foi muito movimentado e com boas oportunidades para as duas equipes. O Londrina teve uma chance logo no primeiro minuto. Reginaldo recebeu lançamento, cruzou rasteiro na área e Paulo Henrique finalizou prensado, no rebote Germano tirou tinta da trave. O Coxa tentava se fechar para impedir o ímpeto londrinense, mas a zaga jogava muito mal. Aos 11’, Paulo Henrique recuperou uma bola pela ponta direita, mas Abner parou o atacante com falta. Roberto cobrou a infração, e o próprio Paulo Henrique cabeceou sozinho para o fundo do gol de Wilson. 1x0 Londrina.

Mas a alegria londrinense durou pouco. Em bola tirada pela zaga, Pablo vence a dividida com Roberto, avança em velocidade e deixa Alisson Farias na cara de Vagner, o meia dribla o arqueiro londrinense e empata a partida aos 15’. Cinco minutos depois o Londrina teve uma grande chance: Roberto avançou pela ponta – onde o Tubarão tinha muito espaço – cruzou na segunda trave, a zaga parou, Wilson saiu mal, mas Felipe Marques cabeceou pra fora.

Após os 25’ o jogo caiu de rendimento. O Coritiba passou a ter mais posse, mas não conseguia infiltração pelo meio pois o Londrina se fechava com 3 zagueiros. Já o Tubarão buscava erros do visitante para ter chances nos contra-ataques. No final do primeiro tempo o time da casa ainda teve duas boas chances. Primeiro Felipe Marques pegou sobra da zaga e finalizou de fora, mas Wilson fez a defesa. Já aos 43’, Roberto recebe na lateral da área, finaliza prensado e a bola bate na rede pelo lado de fora.

SEGUNDO TEMPO: A segunda etapa começou tão movimentada quanto a primeira, porém com o Londrina um pouco mais ligado. Logo aos 3’, Germano recebeu grande passe na lateral da área e finalizou forte para a defesa de Wilson. Três minutos mais tarde, Roberto cobrou um escanteio, Paulo Henrique cabeceou e a bola bateu nas duas mãos de Thalisson Kelven. Germano cobrou o pênalti com categoria, no canto direito de Wilson e colocou o Londrina na frente. 2x1.

O Coritiba só foi acordar aos 10’, e no primeiro ataque a equipe alviverde ganhou um escanteio. Alisson Farias cobrou, e Leandro Almeida, quase como um goleiro, deu um soco na bola. Wilson, que era o único destaque positivo no sistema defensivo coxa branca, cobrou o pênalti deslocando Vagner e empatou a partida. Os visitantes foram ter outra boa chance aos 18’, quando Yan Sasse dividiu com a zaga e cruzou rasteiro para Pablo, mas o atacante finalizou em cima de Vagner.

Após isso, só deu Londrina. Aos 24’, Roberto cobrou escanteio, a zaga afastou, Moisés ganha o rebote e encontra Silvio sozinho na área. O volante só teve o trabalho de colocar a bola no canto esquerdo de Wilson. Aos 24’, Reginaldo roubou a bola no meio e abriu para Paulo Henrique, que finalizou na rede pelo lado de fora. Eduardo Baptista fez as três alterações, mas nenhuma surtiu efeito, e o Coxa se lançava de qualquer maneira para o ataque, dando muitos espaços para o bem postado Londrina. O Tubarão segurou o restante da partida e ainda teve uma chance aos 49’ após cruzamento de Paulo Henrique, mas Luccas Brasil finalizou para fora. A equipe alviceleste voltou a vencer após quatro jogos. Já o Coritiba perdeu depois de seis partidas, a primeira com Eduardo Baptista no comando.

PRÓXIMA PARTIDA: O Londrina viaja para Florianópolis-SC para encarar o Figueirense na próxima terça-feira, 5, às 19:15. O Coxa recebe o CRB no Couto Pereira, também na próxima terça às 19:15.


OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

LONDRINA: 1 Vagner; 2 Reginaldo, 4 Leandro Almeida, 3 Dirceu, 6 Roberto; 5 Silvio (17 Jardel), 8 Germano, 11 Moisés; 10 Felipe Marques (21 Thiago Ribeiro), 7 Safira (22 Luccas Brasil) e 9 Paulo Henrique. Téc: Marquinhos Santos.

CORITIBA: 84 Wilson; 28 Leandro Silva, 3 Thalisson Kelven, 44 Alex Alves, 46 Abner; 31 João Paulo (88 Vinicius Kiss), 72 Simião 21 Jean Carlos); 20 Alisson Farias, 70 Yan Sasse; 92 Pablo (7 Iago Dias) e 89 Bruno Moraes. Téc: Eduardo Baptista

FICHA TÉCNICA – LONDRINA 3X2 CORITIBA XXXXXXXXXXXXXX

GOLS: Paulo Henrique 11’1T, Germano 6’2T e Silvio 24’2T (Londrina) | Alisson Farias 15’1T e Wilson 12’2T (Coritiba)
CA: Safira, Silvio e Reginaldo (Londrina) | Pablo, Alex Alves e Yan Sasse (Coritiba)
ÁRBITRO: Marcelo de Lima Henrique.
ASSISTENTES: Michael Correia e Silbert Faria Sisquim.
LOCAL: Estádio do Café, Londrina.
PÚBLICO TOTAL/RENDA: 1.023 / R$ 19.798.


Tecnologia do Blogger.