PROPAGANDA

[SUB 19] Batel e Cascavel CR sofrem com o calor e não saem do empate



O Batel recebeu neste sábado (12) o Cascavel CR em confronto válido pela terceira rodada do Campeonato Paranaense sub-19, no Estádio Waldomiro Gelinski, em Guarapuava. Brigando diretamente por posições e sob um calor intenso, as equipes fizeram um jogo muito movimentado, com bolas na trave e muitos contra-ataques. Apesar da boa partida, os atletas sofreram com o desgaste físico e o resultado acabou empatado em 1 a 1.


#SUB 19
Por @annacgomes

PRÉ-JOGO - Vindo de uma derrota fora de casa contra o Prudentópolis, o Batel buscava retomar o caminho das vitórias para encostar nos líderes do grupo e começar a sonhar com uma vaga na próxima fase. Numa situação um pouco mais complicada, o Cascavel CR, que havia somado seu primeiro ponto na rodada anterior contra o Foz do Iguaçu, precisava de um resultado positivo para se colocar na briga pela classificação.

O EMBATE: Em um primeiro tempo muito agitado, Batel e Cascavel  CR demonstraram muita sede de gol. E eles aconteceram! Logo nos primeiros minutos do confronto, num contra-ataque, o camisa 9, Joelton, abriu o marcador para os visitantes, abalando o elenco batelino, que diminui o ritmo de jogo nos minutos seguintes. Apesar de um pouco abatido, os anfitriões conseguiram manter a disputa equilibrada e levou perigo em algumas oportunidades de bola parada. Contando com a ajuda do goleiro adversário, que falhou duas vezes seguidas, o time de Guarapuava chegou ao gol de empate com o zagueiro Jefferson, aproveitando a bela cobrança de escanteio de Breno e empurrando a bola para as redes.


Com a igualdade no placar, as duas equipes se lançaram ao ataque. Inúmeras bolas aéreas e uso abusivo de jogadas individuais marcaram o segundo tempo. Pelo lado rubro negro, a jogada de mais perigo foi uma cobrança de falta que ficou no travessão. As raras oportunidades criadas pelo Cascavel pararam nas boas defesas do goleiro Zidany, que teve uma atuação muito segura em toda a partida.

Já no apagar das luzes a rede balançou para o time cascavelense, o que certamente daria a vitória aos visitantes, mas havia impedimento no lance e o tento foi anulado pelo árbitro. Arbitragem essa que saiu de campo muito criticada pelas duas equipes, insatisfeitas com as decisões tomadas pelo trio durante o embate.

PRÓXIMA PARTIDA: Na próxima rodada que acontece, em sua maioria, no sábado (19), o Batel volta a jogar contra um time cascavelense, dessa vez o FC Cascavel, fora de casa. Mais um embate que pode colocar o time de Guarapuava entre os líderes do grupo. O CCR duela com o Iraty, em casa, buscando a primeira vitória no certame para chegar às primeiras posições.


BATEL: Os donos da casa começaram o jogo muito motivados, mas o gol sofrido logo no início afetou o ritmo da equipe nos minutos seguintes. Se superando mais na raça do que na técnica, os guarapuavanos conseguiram empatar a partida ainda no primeiro tempo. Apesar de um volume de jogadas grande, a efetividade foi baixa e o Batel não conseguiu virar o jogo.


FIQUE DE OLHO (BATEL): Dudu – O camisa 7 do Batel, que teve participação importante na atuação do time, demonstrou agilidade, velocidade e muita vontade de fazer a diferença. Apesar de não ter marcado nessa partida, o atacante foi o autor do primeiro gol no jogo contra o Campo Mourão e, na partida contra o Cascavel, mostrou mais uma vez que tem muitos recursos e força de vontade para mudar o rumo do jogo.


CASCAVEL: Mesmo jogando fora, o Cascavel não se intimidou e começou o jogo com muita intensidade, abrindo o placar logo nos primeiros minutos. Após sofrer o gol de empate, na sequência, não deixou o ritmo cair e seguiram correndo muito. Com um pouco mais de capricho e tranquilidade na construção das jogadas, teriam saído de campo vitoriosos.


FIQUE DE OLHO (CASCAVEL CR): Leonardo Leite – Fazendo a lateral direita da equipe de maneira primorosa, o capitão fez valer a braçadeira e liderou a equipe durante o embate. Com muita qualidade na marcação e boa técnica para sair jogando com a bola, foi fundamental para garantir que sua equipe não sofresse com a correria imposta pelo Batel na ala direita.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

BATEL: 1. Zidany; 2. Henrique, 3. Adir, 4. Jefferson, 6. Vitor; 5. Wesley (13. Leonardo), 8. Daniel, 10. Rhuan; 11. Magnun, 7. Dudu e 9. Breno (14. Thiago). Tec. Dudu

CASCAVEL CR: 1. Rodrigo; 2. Leonardo Leite, 3. Rodrigo, 4. Daniel, 6. Eduardo; 5. Mateus, 7. Leonardo Pereira, 8. Victor, 10. Eduardo (17. Laender); 11-Vinicius e 9. Joelton. Téc. Paulo Sérgio

FICHA TÉCNICA – BATEL 1 X 1 CASCAVEL CR XXXXXXXXXXXXX

GOLS: Jefferson (Batel); Joelton (Cascavel CR)
CA: Leonardo, Mateus, Eduardo (Cascavel CR)
ÁRBITRO: Matheus Scavinski
ASSISTENTES: João Fábio Machado (1) e Jonathan Evers Dias (2)
LOCAL: Estádio Waldomiro Gelinski - Guarapuava



Tecnologia do Blogger.