PROPAGANDA

Bangú, o time destaque do mês de abril



Invicto e com 100% de aproveitamento na Copinha em quatro rodadas, o Bangú é um dos destaques no início da temporada de 2018. Com um time equilibrado, tanto na parte do ataque, que é um dos mais positivos na competição. Quanto na defesa, em que foi o escrete que menos sofreu gol. Ou seja, status que o credencia como o time destaque do mês de abril. Confira a décima figurinha do álbum DRAP de 2018.


#FIGURINHA DO MÊS
Por @rafaelbuiar

A equipe do Bangú, que mais uma vez bateu na trave no objetivo principal da temporada passada, manteve a base e trouxe peças fundamentais para continuar na briga pelo acesso e também para a conquista do bicampeonato da Copinha. No primeiro mês em atividade de 2018, a equipe comandada por Jeferson Silveira disputou quatro embates e conquistou quatro triunfos.  Dentre os quatro adversários, dois estão na elite do futebol amador de Curitiba, os dois escretes da região sul.

O primeiro embate teve algumas estreias, mas quem brilhou foi o meia campista Hantson, que além de marcar um belo gol de falta, fez uma ótima parceria com outro baixinho, Joãozinho. O resultado final da estreia foi de 3 a 1, diante o Capão Raso, no Estádio João Carlos de Oliveira Sobrinho. A segunda vitória contra o escrete da elite do amador foi diante o Uberlândia e na terceira rodada. Neste embate, o destaque ficou para Geovane, que marcou dois gols, no Estádio Manoel Gustavo Schier. Triunfos que relatam bem a força do Bangú nesta temporada.

Os outros embates aconteceram no Estádio Manoel Garcia de Andrade, que nesta temporada será a casa do Bangú. Em dois embates na casa de 2018, o escrete do Bangú marcou cinco gols e não sofreu nenhum. No primeiro embate em casa, diante o Grêmio Ipiranga, Geovane e Allyson deixaram marcaram. O último confronto no mês de abril foi diante o Shabureya e terminou com 3 a 0 no placar. Gols de Luzinho, Joãozinho e Adriano.

Números que o credencia o Bangú como um dos escretes com o melhor ataque, em quatro rodadas, ficando atrás somente do time do Palmeirinha, que anotou 12 enquanto o Bangú marcou 10. O ataque de 2018 é composto por Luizinho, Adriano Portela e Glonek, Neguinho e ainda tem inscrito no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Outro ponto destaque do time comandado pelo Jeferson Silveira é o sistema defensivo, com apenas um gol sofrido em quatro rodadas. O sistema defensivo do Bangú nesta temporada está com Ricardo, Merci, Paulo Sérgio e os laterais Ronan e Thiago.



Tecnologia do Blogger.