PROPAGANDA

Operário vence o Volta Redonda pelo placar mínimo na estreia da Série C



O Operário Ferroviário recebeu a equipe do Volta Redonda na tarde deste domingo (15), em duelo válido pela 1a rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. Com gol de Gil Paraíba, o Fantasma estreia com vitória, conquista os três pontos e assume as primeiras posições do grupo B. Já o Volta Redonda retorna ao Rio de Janeiro com missão de reestruturar a equipe para a sequência do certame.

#SÉRIE C
Por @allyson_mcs

PRÉ-JOGO: Com boas expectativas em ambos os lados, Operário Ferroviário e Volta Redonda dão o pontapé inicial a mais uma edição de Campeonato Brasileiro. O Fantasma é o atual campeão da Série D e vê a competição como principal foco desta temporada. Invicto na Divisão de Acesso estadual, o técnico Gérson Gusmão manda a campo uma equipe recheada de novidades. O lateral-direito Danilo Báia dá lugar a Léo. No meio campo, Cleyton assume a camisa 10 e Raphael Soares atua pela esquerda, deixando Peixoto no banco de reservas. Os atacantes Lucas Batatinha e Vinícius e os meias Robinho e Anderson Paraíba são os desfalques lesionados do alvinegro para a partida. O Voltaço chega à Ponta Grossa com força máxima. A falta de ritmo de jogo pode ser uma dificuldade da equipe carioca, que desde a eliminação no campeonato estadual realizou apenas um amistoso contra o Tigres do Brasil, onde venceu por 2 a 1. O Principal destaque do Tricolor de aço é o centroavante Jullian, recém contratado para ser uma das esperanças de gol da equipe nesta série C.

PRIMEIRO TEMPO: O Operário é quem busca controlar a partida nos primeiros minutos através da troca de passes no campo de defesa. A boa marcação exercida pelo Volta Redonda impede os avanços do escrete da casa. Em primeira boa oportunidade do duelo, Chicão tabela com Jean Carlo pelo setor esquerdo de ataque, o capitão alvinegro dribla o adversário e arrisca finalização de muito longe. Sem sustos, a bola passa por cima da meta defendida por Douglas. Mais uma vez é o Fantasma quem propõe o ataque. Léo recebe passe em profundidade pela direita, o lateral operariano encontra Schumacher na entrada da área. O camisa 9 faz a parede contra o zagueiro Bruno costa e ajeita a bola para a finalização de Cleyton, que é travado pela marcação.

O Voltaço permanece recuado em seu campo defensivo, não sede espaços e joga por um erro dos donos da casa.  A bola parada também é um dos recursos utilizados pela equipe carioca. Somente aos trinta jogados surge a primeira chance clara de gol. Após cobrança de falta na faixa central do campo, Marcelo encontra bom passe para Jullian. O experiente atacante do tricolor de aço arrisca forte chute rasteiro da entrada da área e obriga Simão a fazer grande defesa no canto direito.

Através de um contra-ataque, logo veio a resposta do Operário. Mais uma vez Léo faz boa jogada pelo lado direito e encontra Cleyton livre dentro da área. O meia finaliza em cima da defesa, a bola sobra para Schumacher, que corta a marcação e é travado pelo zagueiro João, que afasta o perigo. O Volta Redonda passa a sentir a pressão exercida pelo Fantasma e começa a cometer erros. Era questão de tempo até que o alvinegro inaugurasse o placar. Mais uma vez Cleyton avança pelo centro do gramado, faz linda jogada e chuta firme da entrada da área. O arqueiro Douglas faz linda defesa, mas espalma nos pés do meia Gil Paraíba, que não desperdiça e faz 1 a 0 Operário na reta final da primeira etapa.


SEGUNDO TEMPO:  O Tricolor de aço retorna do intervalo com uma postura mais aguda e busca pressionar a saída de bola operariana. Do outro lado, o Alvinegro de Vila Oficinas mantém um estilo mais defensivo, diferente daquilo que apresentou nos primeiros quarenta e cinco minutos, e espera cadenciar a partida para garantir o resultado positivo. Logo aos dez jogados, em primeira grande chance de igualar o placar, Marcelo recebe na ponta direita da área operariana, avança sobre a marcação e chuta forte no ângulo da meta adversária. A bola acertas as redes pelo lado de fora e assusta o goleiro Simão.

Após boa chegada do escrete carioca, o Operário esboça uma reação para ampliar a vantagem. A equipe da casa chega com facilidade ao ataque, mas não consegue converter em boas oportunidades. Somente por volta dos trinta jogados o Fantasma começa a levar perigo. Jean Carlo recebe passe de Cleyton em profundidade na grande área e finaliza forte no canto alto de Douglas, que faz grande defesa. Outra grande chance para os donos casa veio após ótimo contra-ataque puxado pelo camisa 10. Cleyton deixa Gil Paraíba na cara do gol, o meia alvinegro tenta chute colocado de primeira e a bola morre nas mãos do arqueiro adversário. Logo na sequência um lance polêmico. Gil Paraíba recebe lançamento pela faixa central do campo, dribla o goleiro e toca para o gol vazio. O árbitro marca impedimento.

O excesso de gols perdidos passa a preocupar os donos da casa, que não conseguem garantir o resultado e sofrem com os contragolpes em velocidade do Volta Redonda nesta reta final de jogo. A equipe visitante ainda teve um gol anulado nos últimos minutos. Em cruzamento na área. Jullian recebe em posição irregular na pequena área e cabeceia firme, sem chances para Simão. O Fantasma consegue segurar o resultado e garante três pontos importantes na estreia pela série C.


PRÓXIMA PARTIDA - O Operário agora viaja para Guarapuava encarar o Batel no próximo domingo (25) em duelo válido pela Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense. Já o Volta Redonda retorna para o Rio de Janeiro, onde enfrentará o Cuiabá, pela segunda rodada da série C, no sábado (18).
       
OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Operário: 1-Simão, 2-Léo, 3- Alisson, 4-Sosa, 5-Chicão, 6-Rafael Soares, 7-Gil Paraíba, 8-Índio (17-Erick), 9-Schumacher (19- Quirino) 10-Cleyton (18- Athos), 11-Jean Carlo. Tec: Gérson Gusmão

Volta Redonda: 31-Douglas, 2-Luis Gustavo (16- João Cleriston), 3-Bruno Costa, 4-João, 5-Bruno Barra, 6-Diego Maia, 7-Dija Baiano, 8-Pablo, 9-Jullian, 10-Marcelo, 11-Luã Lucio Tec: Marcelo Salles

FICHA TÉCNICA – OPERÁRIO 1 X 0 VOLTA REDONDA xxxxxxxxxxxxxxxx

Gols: Gil Paraíba(OFEC)
Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa
CA: Índio, Alisson, Jean Carlo, Gil Paraíba (OFEC) Bruno Costa, Bruno Barra (VR)
Árbitro: Marcos Matheus Pereira
Assistentes: Marcos dos Santos Brito (1) Ruy Cesar Lacerda Ferreira (2)
Público/Renda: 2983 público total, com a renda de R$ 40.930,00 reais.

ENTREVISTAS XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX








Powered by Blogger.