PROPAGANDA

Operário vence o PSTC, mantém o 100% na segunda fase e fica próximo do acesso



PSTC e Operário jogaram na noite desta quarta-feira (11) no Estádio Municipal Ubirajara Medeiros, em Cornélio Procópio. O confronto foi válido pela terceira rodada da segunda-fase da Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense de 2018. Em partida bastante movimentada, o PSTC até assustou a meta do goleiro Simão no início, mas não conseguiu evitar os dois gols da equipe do Operário. Com este triunfo, a equipe do Operário abre cinco pontos do PSTC, segundo colocado na tábua de classificação.


#ACESSO 2018
Por @rafaelbuiar

PRÉ-JOGO: O confronto entre PSTC e Operário foi adiantando, devido o embate do Operário com o Volta Redonda pelo Campeonato Brasileiro da Série C e que está marcado para o domingo (15) no Estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa. Mesmo assim, o clima de decisão entre as duas equipes persistiu, pois uma vitória para o time do Operário dará um passo importante, mantém a invencibilidade no campeonato e o aproxima da vaga para o acesso. Já uma vitória no lado PSTC apimenta a disputa da vaga. Ou seja, premissas que para um bom embate.

PRIMEIRO TEMPO: A equipe do PSTC iniciou toda ofensiva e quase no primeiro minuto de jogo marcou o gol. Em jogada rápida, de recuperação no meio de campo, Rodrigo Pelézinho esteve livre de frente com Simão. Melhor para o arqueiro alvinegro, que defendeu e manteve o placar empatado. Mas aos poucos, o time do Operário melhorou seu posicionamento, principalmente, no meio de campo e com isso passou a chegar próximo a meta do goleiro Jeferson. Destaque para a jogada de Robinho, que deixou índio, em ótima posição, e arrematou. A bola passou próximo do gol, aos 8’.

Minutos depois, em ótima trama do meio campo do Operário. Clayton recebeu em jogada de contra-ataque e em diagonal do lado esquerdo, o camisa 11 passou da marcação e concluiu firme. Sem chances para o goleiro Jeferson, aos 12’ do 1º tempo. Após o gol, a equipe visitante ganhou ânimo e passou a atacar com frequência. Próximo dos 20’, o time do PSTC ficou próximo da área do Operário e a movimentação de Patrick e Vidal, que quase empatou.

Passados dos 30’, a equipe do PSTC ganhou mais volume de jogo e consequentemente ficou com mais posse de bola. Momento em que o time da cidade de Cornélio Procópio pressionou o sistema defensivo do Operário. Devido a isso, o escrete do Operário conseguiu atacar, poucas vezes, em jogadas de contra-ataque. Mas sem sucesso nas finalizações.  Nos minutos finais, o embate persistiu com um PSTC atacando a meta do goleiro Simão. Mas nada que alterasse o placar do Estádio Ubirajara Medeiros, que terminou com a primeira etapa em 1 a 0.

SEGUNDO TEMPO: No retorno a etapa complementar, nenhuma das duas equipes realizaram alterações. Mas o clima foi quente no ínicio da segunda etapa. Devido a isso, o árbitro Fábio Marcos Zoccante tirou três cartões amarelos do seu bolso. Dois à equipe do PSTC e um para o Operário, com 5’ de jogo. Com bola rolando, a equipe da casa ficou mais próxima de empatar o jogo.  Percebendo a evolução do PSTC, o treinador Gerson Gusmão promoveu a primeira alteração da equipe alvinegra. Sacou Schumacher e colocou Jean Carlo. Na equipe da casa, Reginaldo Vital colocou Matheus no lugar de Diogo.

O troca-troca deixou o jogo mais aberto e as duas equipes chegaram próximo de marcar o gol. No lado da equipe do PSTC, Simão evitou mais uma vez. Enquanto que do lado do Operário, a conclusão não foi firme, com Clayton, com 16’. Minutos depois, em jogada pelo meio de Clayton para Batatinha, o goleiro Jeferson defendeu a conclusão e evitou o segundo.  Percebendo os ataques frequentes do Fantasma, Reginaldo Vital colocou a sua equipe para o ataque. Sacou o lateral Romário e colocou o atacante Rafael, com 20’ da etapa complementar.

Passados da metade do segundo tempo, o escrete do PSTC ficou mais ofensivo, mas nervoso, e teve dificuldades de furar o bloqueio do Fantasma. Destaque para Simão, quando acionado foi seguro. Aos 31’, Rodrigo Pelézinho obrigou o arqueiro Simão a realizar uma defesa difícil, com jogada que teve início no flanco direito. Mas aos 37’, em jogada de bola parada, Lucas Batatinha aproveitou o espaço, após cruzamento de Jean Carlo e casquinha de Peixoto. Após o segundo gol do Operário, o escrete do PSTC sentiu e não teve força o suficiente para diminuir e até buscar o empate. Com isso, o placar persistiu em 2 a 0 para o time do Fantasma.

PRÓXIMA PARTIDA: A equipe do Operário irá até Guarapuava enfrentar o Batel, no Estádio Waldomiro Gelinski. Já o escrete do PSTC irá até a cidade de Irati enfrentar a equipe do Iraty, no Estádio Coronel Emílio Gomes.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

PSTC: 1 Jeferson; 2 Romário (18 Rafael), 3 Barbosa, 4 Douglas e 6 Jardiel; 5 Vidal, 7 Adriano, 10 Diogo (19 Matheus) e 80 Patrick; 11 Rodrigo Pelézinho e 9 Flávio (17 Alex). Tec. Reginaldo Vital

OPERÁRIO: 1 Simão; 2 Danilo Báia, 3 Alisson, 4 Sosa e 6 Peixoto; 5 Chicão, 8 Índio, 7 Lucas Batatinha (17 Erick) e 10 Robinho; 11 Cleyton (18 Athos) e 9 Schumacher (20 Jean Carlo). Tec. Gerson Gusmão

FICHA TÉCNICA – PSTC X OPERÁRIO XXXXXXXXXXXXXXXX

GOLS: Clayton aos 12’ do 1º tempo e Lucas Batatinha aos 37’ do 2º tempo (Operário)
CA: Jardiel, Vidal, Flávio e Rodrigo Pelézinho (PSTC) | Danilo Báia, índio, Jean Carlo, Lucas Batatinha e Simão (Operário)
ÁRBITRO: Fábio Marcos Zoccante
ASSISTENTES: Marcos Rogério da Silva e Ideidy Henrique Costa
LOCAL: Estádio Municipal Ubirajara Medeiros, em Cornélio Procópio.
PÚBLICO TOTAL/RENDA: 745 pessoas/ R$ 8.870,00.



Tecnologia do Blogger.