PROPAGANDA

Operário perde de virada para o Ypiranga na Série C e amarga primeira derrota em 2018

Foto: Assessoria de Imprensa do Ypiranga
O Operário Ferroviário enfrentou a equipe do Ypiranga neste domingo (7), fora de casa. Em duelo válido pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C, no Estádio Colosso da Lagoa, em Erechim. O Fantasma abriu o placar, mas tomou a virada aos 40 minutos da segunda etapa. Com resultado final de 2 x 1 para o Ypiranga, o Operário conheceu a primeira derrota na temporada. No Grupo B da Série C, ambas as equipes somam 3 pontos na tabela.


#SÉRIE C
Por Mariana Santos

PRÉ-JOGO: O Operário vem de vitória pela primeira rodada da Série C contra o Volta Redonda pelo placar de 1 x 0. O alvinegro de Vila Oficinas chega a Erechim com um time bem diferente do apresentado na primeira rodada. Por conta do jogo decisivo na próxima rodada da Divisão de Acesso do Paranaense contra o PSTC, o técnico Gerson Gusmão optou por poupar seus principais jogadores para este duelo. O Ypiranga tenta sua primeira vitória na competição, após a derrota para o Joinville por 1 x 0 fora de casa. A equipe do Canarinho não contará com Saimon, suspenso por receber cartão vermelho na rodada inicial da competição.

PRIMEIRO TEMPO: No início do duelo, quem tomou as iniciativas foi o Operário. Com erros de passes da equipe adversária, o Fantasma dominava o meio de campo. Em bela troca passes, aos 11 minutos, Quirino recebe livre na área e tira do goleiro para abrir o placar para o Fantasma. Depois do gol, a equipe do Ypiranga começou a chegar mais ao ataque. Aos 18 minutos, teve sua primeira chance de perigo, mas árbitro marcou impedimento no lance.

Em grande contra-ataque da equipe do Ypiranga, Douglas chega à cara do gol, mas bate para fora, chance clara de empate. O Fantasma errava passes no ataque e permitia os contra-ataques do adversário. Aos 31 minutos, o Canarinho tomou a bola na defesa e entrou com facilidade no ataque, Paulo bateu e marcou o gol de empate da equipe da casa. Após o gol, jogo ficou mais disputado, ambos os lados reclamavam muito dos lances marcados pelo juiz.

Depois da metade da primeira etapa, o confronto começou a ficar mais tenso, com disputas de bola no meio de campo e forte marcação. O Operário chegava ao ataque, mas não concluía as jogadas, dando oportunidade para a equipe adversária sair jogando. Ao final da primeira etapa, o Fantasma ainda tentou ampliar o placar, sem sucesso. Resultado parcial justo pelo que as equipes apresentaram na primeira etapa.

SEGUNDO TEMPO: Como no primeiro tempo, as primeiras chances criadas na segunda etapa foram da equipe do Operário. Logo aos 9 minutos, Lucas Batatinha chutou dentro na área e bola bateu na trave, chance boa para o Fantasma. O confronto passou a ter mais toque de bola no meio de campo. Operário recuou e deixava o Canarinho criar as jogadas, o Fantasma apostava nos contra-ataques, mas não concluía as jogadas. 

Com mais chances criadas, o Operário dominava a partida. Equipe do Fantasma errava muito no ataque, não dando continuidade nas jogadas. O Ypiranga criava poucas chances e apostava nas jogadas aéreas, mas sem dificuldades para Simão. Em contra-ataque do Canarinho, Cleuton bate e bola é travada pela zaga do OFEC. Com falta de atenção do Fantasma na zaga, Rafinha bate e faz o gol para virar a partida para o Ypiranga, aos 40 minutos da etapa complementar.

Após tomar a virada, o Operário deixou a equipe adversária chegar novamente ao ataque. Equipe da casa administrava a vitória e tentava retardar o jogo. O Fantasma tentou, mas não conseguiu criar chances para empatar a partida. Time errou muitos passes na segunda etapa e não conseguiu evitar o segundo gol adversário.

PRÓXIMA PARTIDA: O Fantasma volta à atenção para a Divisão de Acesso do Paranaense e tem duelo decisivo contra o PSTC na quarta-feira (25), no Germano Krüger. Em caso de vitória, a equipe de Vila Oficinas está oficialmente de volta a Primeira Divisão do Paranaense. A equipe do Ypiranga encara o Tupi, pela Divisão de Acesso do Campeonato Gaúcho. O Canarinho busca manter a liderança da competição, com grandes chances de alcançar o acesso.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


Ypiranga: 1-Rodrigo, 2-Gian, 3-Claudinho, 4- Diego, 5-Tarik, 6-Rennan, 7-Jean Silva (18-Cleuton), 9-Paulo (20-João), 10-Carlos Alberto, 11-Rafinha, 14- William (16-Douglas). Téc: Márcio Nunes

Operário: 1-Simão, 2-Léo, 3-Alisson, 4-Sosa, 5-Erick, 6-Raphael Soares, 7-Quirino (18-Cleyton), 8-Serginho Paulista, 9-Lucas Batatinha (19-Vinícius), 10-Athos (17-Gil Paraíba), 11-Jean Carlo. Téc: Gérson Gusmão

FICHA TÉCNICA – YPIRANGA 2 x 1 OPERÁRIO

Gols: Quirino (OFEC), Paulo, Rafinha (YFC)
Local: Estádio Colosso da Lagoa, em Erechim.
CA: Raphael Soares, Danilo Baia, Erick, Gil Paraíba (OFEC); Tarik, Diego (YFC)


Tecnologia do Blogger.