PROPAGANDA

Em partida complicada, Operário vence o Iraty por 2 a 1 e assume a liderança do grupo



Iraty e Operário se enfrentaram na tarde deste domingo (01) em duelo válido pela primeira rodada da 2a fase da Divisão de Acesso. O confronto realizado no Estádio Coronel Emílio Gomes terminou em vitória Alvinegra por 2 a 1. Com o resultado, o Fantasma assume a liderança do grupo 1 e preocupa o Azulão, que ainda não venceu em seus domínios nesta temporada.


#ACESSO 2018
Por @allyson_mcs

PRÉ-JOGO: Os dois escretes entram em campo com os ânimos renovados pelo início de uma nova fase na competição. Líder isolado na primeira metade do certame, o Fantasma chega a cidade de Irati com força máxima e espera manter a estabilidade nesta reta final para confirmar a vaga na elite paranaense. O técnico Gérson Gusmão promove algumas alterações na equipe titular, entre elas o lateral-direito Danilo Baia, que cumpriu suspensão na última rodada e a volta do meia Jean Carlo na vaga de Lucas Batatinha. Já os donos da casa apostam nos retornos do atacante Matheus Rebe e do volante Almeida para conquistar a primeira vitória em casa nesta Divisão de Acesso e seguir lutando pela classificação. Os dois artilheiros do certame, Schumacher, do Operário, e Peterson, do Iraty, são os principais destaques do embate com seis gols cada. As equipes se enfrentaram na primeira fase, na oportunidade a equipe pontagrossense venceu por 4 a 1.

PRIMEIRO TEMPO: O início da partida é marcado pela forte disputa no meio de campo, com muitas faltas e erros de passe. Os visitantes tomam a iniciativa e buscam espaço pelos flancos adversários. Cleyton arrisca finalização de longe, a bola desvia e sai em escanteio. A bola parada mais uma vez se mostra eficaz ao Fantasma. Jean Carlo é quem faz bom cruzamento na área do Iraty e encontra Peixoto, que disputa com o zagueiro, cabeceia para o fundo das redes e abre o placar, sem chances para o goleiro Marcos Gato. O Alvinegro de Vila Oficinas sufoca o escrete adversário neste início de jogo.

O Iraty claramente sente o gol sofrido nos primeiros minutos e mais uma vez sede espaços ao Operário. Em cobrança de falta pela lateral direita, mais uma vez Jean Carlo levanta na área, a bola sobra para Robinho dentro da grande área. O meia finaliza colocado, o chute desvia em Alisson, que amplia aos nove minutos de jogo. Com dois gols relâmpago, o escrete pontagrossense desmonta qualquer estratégia do Azulão, que agora terá que esfriar o jogo frente a um Operário que pressiona de maneira constante em busca do terceiro gol.  Visivelmente os donos da casa não tem mais controle da meia cancha, o Volante Índio joga com total liberdade e dita o ritmo da partida. A boa movimentação entre Cleyton, Robinho e Jean Carlo traz muita dificuldade para a marcação adversária.

A primeira boa chance da equipe iratiense veio dos pés de Almeida em cobrança de falta. A bola alçada na área chega na direção do zagueiro Augustine. O defensor sobe mais alto que a marcação e cabeceia por cima da meta defendida por Simão. Após diminuir a intensidade, o Operário agora cadencia a partida e administra o resultado. As chances são escassas na reta final da primeira etapa. Em mais uma das poucas oportunidades criadas pelos donos da casa, Paulinho aproveita falha na marcação alvinegra, arrisca finalização de muito longe e a bola passa à direita do gol, sem levar perigo.


SEGUNDO TEMPO: O Fantasma é quem dá o pontapé inicial na segunda etapa. Repete-se a mesma pressão inicial observada na primeira etapa, com o Operário adiantando suas linhas ofensivas e dificultando a saída de jogo do Azulão. O Iraty busca espaço através de contra-ataques. Peterson arranca pela linha de fundo, faz cruzamento perigoso e a zaga alvinegra afasta. Em cobrança de escanteio, a bola sobra para Luquinhas, que é derrubado dentro da grande área e sofre a penalidade máxima. Matheus Rebe bate forte no canto superior direito, tira as chances de defesa do goleiro Simão e diminui o placar.

A equipe azul e branca respira no confronto e neste momento sonha com o empate. Enquanto o Fantasma sente o peso dos gols perdidos na primeira metade do duelo. Kelvin e Paulinho trabalham na faixa central do campo em busca de espaços na equipe operariana. Peterson recebe na entrada da área e finaliza por cima, longe da meta visitante. O Iraty troca passes na intermediária do escrete pontagrossense, que agora recua e aceita o ritmo proposto pelo time da casa.

Após entrada dura em Chicão, o zagueiro Marcos Felipe recebe o cartão vermelho direto. Com um a menos, a pressão ofensiva iratiense perde intensidade. O Alvinegro segue tímido na segunda etapa e sequer leva perigo à baliza guardada por Marcos Gato. O Azulão aposta em jogadas pelas laterais e bolas alçadas na área. A zaga operariana permanece firme e traz segurança à Simão tanto nas bolas pelo alto, quanto pelo chão. Em partida abaixo do esperado, o Fantasma não exerce a superioridade numérica e sofre para conquistar o placar positivo.

Em chance primordial para ampliar a vantagem, Quirino avança em velocidade pela esquerda e tenta passe para Schumacher livre de marcação, mas a zaga afasta o perigo. A entrada do volante Erick dá a consistência necessária para segurar a vitória, contra um Iraty que já sofria com o desgaste físico na parte final do confronto e nada pôde fazer.


PRÓXIMA RODADA: Para manter a boa campanha na Divisão de Acesso, o Operário Ferroviário agora recebe o Batel no próximo sábado (07), em Ponta Grossa. Enquanto o Iraty viaja à Cornélio Procópio para tentar a reabilitação diante do PSTC, no domingo (08).

OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Operário: 1-Simão, 2-Danilo Báia, 3- Alisson, 4-Sosa, 5-Chicão, 6- Peixoto, 7- Cleyton (20- Anderson Paraíba), 8-Índio, 9-Schumcher, 10-Robinho (16-Erick), 11- Jean Carlo (22-Quirino). Tec: Gérson Gusmão

Iraty: 1-Marcos Gato, 2-Marcos Felipe, 3-Augustine, 4-Richard, 5-Almeida, 6-Gabriel (18-Luquinha), 7-Paulinho, 8-Kelvin (16-Bryan), 9-Allysson Cordeiro (17-Luciano), 10-Peterson, 11-Matheus Rebe. Tec: Play de Freitas

FICHA TÉCNICA – IRATY X OPERÁRIO xxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Gols: Peixoto e Alisson (OFEC) Matheus Rebe (Iraty)
CA: Peixoto e Robinho (OFEC), Augustine (Iraty)
CV: Marcos Felipe (Iraty)
Árbitro: Nilo Neves de Souza Jr.
Assistentes: Alexandre Cavalcanti de Souza (1), Fernando César Tobias (2)
Público e renda: 1470 pessoas e uma renda de R$ 20.200,00.
Local: Estádio Coronel Emílio Gomes, em Irati.




Tecnologia do Blogger.