PROPAGANDA

De virada, Bangú vence Capão Raso na estreia da Copinha



Na tarde deste sábado, 07, o Bangú venceu o Capão Raso, de virada, fora de casa pelo placar de 3 a 1 em jogo válido pela 1° rodada da Copa de Futebol Amador de Curitiba. O tricolor de aço até iniciou bem a partida, abriu o placar cedo, mas não conseguiu segurar o tricolor do Santo Inácio que foi uma equipe mais veloz e técnica.

#COPINHA
Por Lucas Ravel

PRÉ-JOGO: Ambas equipes detém um bom histórico na Copa de Futebol Amador de Curitiba. Enquanto o Capão Raso foi campeão duas vezes, o Bangu é o atual vencedor do certame, garantindo o título na última rodada. O time do sul da cidade ficou na quarta posição no ano passado. Em 2018 o torneio terá 13 equipes que se enfrentarão em turno único no sistema de pontos corridos. Quem obtiver maior pontuação, se sagra campeão e Capão Raso e Bangú são duas equipes favoritas a conquista da taça.

PRIMEIRO TEMPO- A partida começou equilibrada e as duas equipes buscavam o campo ofensivo e executavam um bom toque de bola. A primeira jogada de perigo partiu da equipe do Bangú. Aos 5 minutos, Valdir rolou para Hantson na grande área. O meia finalizou fraco para defesa fácil de Genesis. O Capão Raso respondeu em seguida, aos 7 minutos. Em cobrança de falta vinda da lateral esquerda, Juliano cruzou para a área. A bola desviou na defesa do Bangú e sobrou para Dinda cabecear e abrir o placar para o tricolor de aço.
 O tricolor do Santo Inácio era uma equipe veloz, mas foi em bola parada que conseguiu empatar o jogo, aos 19 minutos. Joãozinho cruzou para a área, a bola passou por todo mundo e morreu no fundo das redes. A equipe visitante quase virou o jogo aos 23 minutos. Joãozinho fez boa tabela com Adriano Portela, que dominou e finalizou firme para Genesis defender com o pé.

O Bangú jogava melhor e oferecia mais perigo. Aos 27, Ronan fez boa jogada pela direita e acionou Luizinho. O centroavante dominou, de cara para o gol, mas finalizou por cima da meta. Já aos 38, Léo fez jogada individual pela esquerda e rolou para Joãozinho. O meia, dentro da área, finalizou tirando do goleiro, mas Luizinho, seu companheiro de equipe, entrou na frente da bola e tirou o que seria o segundo gol do time visitante. No minuto seguinte, outro lance de perigo do tricolor do Santo Inácio. A defesa do Capão Raso saiu jogando errado.  Adriano Portela recuperou a bola, adentrou a área e finalizou para Genesis defender. No rebote, com o gol livre, finalizou por cima.

Logo no início da partida, Dinda mostrou oportunismo e abriu o placar para o Capão Raso. Foto: Yuri Casari.
SEGUNDO TEMPO-  No início da segunda etapa, o equilíbrio se mantinha. As duas equipes até criavam jogadas ofensivas, mas esbarravam na falta de pontaria. Foi do Capão Raso a primeira jogada de perigo.  Aos 9 minutos, Fernando cruzou da esquerda para Dinda, que ajeitou de peito para Michael concluir de primeira por cima do gol.

Na metade da segunda etapa, o jogo era muito travado, e as bolas paradas eram uma alternativa para criar jogadas de perigo, e foi assim que o Bangú passou a frente no placar aos 23 minutos. Handson cobrou falta no canto direito do goleiro. Genises até pulou, mas não conseguiu alcançar. Dois minutos depois, o Capão Raso respondeu. Lipe fez jogada individual pela direita e encontrou Alex Paiva na área que cabeceou no alto para Ricardo defender de mão trocada.

Aos 33, o Bangú ampliou o placar. Adriano recebeu na direita e rolou para Halyson. O lateral dominou e finalizou cruzado para marcar o terceiro do time visitante. Precisando do gol para voltar ao jogo, o Capão Raso foi para cima, fazendo com que o Bangú explorasse os contra-ataques, mas os erros de finalização eram constantes. Já nos acréscimos, Ricardinho quase fez um golaço da intermediária para o tricolor do Santo Inácio. O meia recebeu na direita, percebeu o goleiro mal posicionado e finalizou no travessão. Sem tempo para mais nada, o Capão Raso não teve forças para diminuir o placar e teve sua derrota sacramentada.

Hantson decidiu e virou o jogo na bola parada. Foto: Yuri Casari.
PRÓXIMA PARTIDA- O Capão Raso irá até o Estádio Elba de Pádua Lima para enfrentar o Grêmio Palmeirinha, no próximo sábado, às 15:30. Em mesmo horário, o Bangú jogará em casa, no Estádio Manoel Garcia de Andrade, contra o Grêmio Ipiranga.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

CAPÃO RASO: -1- Genises; 5- Marcinho; 3- Alex Paiva; 4- Jean (13- Marcos); 7- Juarez (15- Kau); 6- Gu; 8- Fernando; 14- Juliano; 9- Dinda; 10- Michael; 11- Lipe; Técnico: Júnior Saurin

BANGÚ: - 1- Ricardo; 2- Ronan (15- Halyson); 3-Paulo Sérgio; 4- Merci e 6- Leo; 5- Diego (18- Ricardinho); 7- Valdir; 8- Handson e 10- Joãozinho (13- Elizeu); 9- Luizinho (19- Alysson) e 11- Adriano Portela (20- Adriano); Técnico: Jeferson Silveira.

FICHA TÉCNICA: CAPÃO RASO 1X3 BANGU XXXXXXXXXX

GOLS: Dinda (Capão Raso, 7’ do 1°T), Joãozinho (Bangú, 19’ do 1°T), Handson (Bangú, 23’ do 2°T), Halyson (Bangú, 33’ do 2°T)
CA: Léo (Bangú), Juliano (Capão Raso), Juarez (Capão Raso), Halyson (Bangú), Adriano (Bangú), Alysson (Bangú), Jean (Capão Raso)
LOCAL: Estádio José Carlos Oliveira Sobrinho, Curitiba
ÁRBITRO: Roger Fernando Guimarães          
ASSISTENTES: André Assunção Estevan e Daniel Olívio Tschoke      

CONFIRA A REPORTAGEM DA PARTIDA XXXXXXXXX

                              



Tecnologia do Blogger.