PROPAGANDA

Copa de Futebol Amador da Capital, a alternativa do 1º semestre



Em sua quinta edição, a Copa de Futebol Amador da Capital, organizada pela Federação Paranaense de Futebol (FPF), reúne clubes amadores da capital paranaense que a utilizam a competição como um teste/alternativa de preparação para os escretes sem calendário no primeiro semestre. No ano passado, a equipe do Bangú garantiu o título na última rodada e vai em busca do bicampeonato em 2018.

#COPINHA
Por @rafaelbuiar

A Copinha irá iniciar neste sábado (7) com seis embates, sendo que um escrete irá folgar a cada rodada, já que nesta edição terá 13 clubes na disputa pelo caneco. Número maior em relação as outras temporadas.  Diferente do ano passado, a quinta edição da Copinha irá iniciar duas semanas antes.

Nesta temporada, três clubes são estreantes na competição. Caso de Urano, Olímpico e Vila Hauer. Dentre os que participam neste ano, apenas oito estiveram presentes na temporada passada, caso de Grêmio Ipiranga, Uberlândia, Nacional, Capão Raso, Imperial, Palmeirinha, Santíssima Trindade e Vila Sandra. Somente três clubes disputaram todas as edições. Grêmio Ipiranga, Uberlândia e Capão Raso.


Dentre os participantes deste ano, os escretes do Capão Raso e Bangú foram os únicos que já levantaram o caneco. O Capão Raso venceu as duas primeiras edições do torneio e o Bangú é o atual campeão. Novo Mundo que foi campeão em 2016 não irá participar nesta edição.

Do mesmo molde que em 2017, o regulamento deste ano será disputado em turno único e no sistema de pontos corridos. Sendo assim, que somar o maior número de pontos dentre as 13 rodadas disputadas será o campeão.

A equipe DRAP estará presente em todas as rodadas deste certame. O primeiro embate in loco do time laranja será o duelo entre Capão Raso e Bangú, no Estádio José Carlos Oliveira Sobrinho. Confiram os outros embates da rodada.





Tecnologia do Blogger.