PROPAGANDA

Salário - Série Heróis do Subúrbio [5]


A Equipe do site Do Rico ao Pobre apresenta a quinta edição da série Heróis do Subúrbio, que conta a trajetória de homens ou mulheres que marcaram seus nomes na história do futebol amador curitibano. O personagem da vez é o ex-lateral direito Salário, que marcou época no Urano, mas também brilhou em outras equipes de Curitiba e Região Metropolitana.

#HERÓIS DO SUBÚRBIO

Foto: Gazeta do Povo
Veloz, habilidoso, exímio batedor de faltas. Esses são alguns dos adjetivos que caíam como uma luva ao ex-lateral direito Cleverson Vidal da Silva, que nos campos da Suburbana fez fama com o apelido Salário – dado por um treinador que debochava da baixa remuneração que o atleta recebia no início de carreira.

Após passar pelas categorias inferiores do Vila Fanny, Salário – que até então era meia – foi promovido ao time principal do Santa Quitéria em 1995, quando o treinador Roberto Costa precisou improvisá-lo na lateral e gostou do que viu.

A partir daí o atleta passou a ter destaque, mas só ganhou seu primeiro título amador quatro anos depois pelo Vila Hauer. Posteriormente passou pelo Renove de Fazenda Rio grande, onde fez parte do elenco que conquistou a Terceirona Paranaense de 2000, e jogou a Suburbana de 2001 pelo Capão Raso.

Sua evolução despertou o interesse do Paraná Clube, que lhe deu uma oportunidade no início de 2002, mas Salário não se adaptou e cinco meses depois retornou ao agora Renovicente para ser campeão da Série B da Suburbana no final daquele ano. Cleverson ainda foi tricampeão da Liga de São José dos Pinhais pelo Milan (2002 / 2003 / 2004) e teve outra passagem pelo Hauer antes de viver o auge de sua carreira no Urano. Entre 2007 e 2011, o lateral conquistou dois títulos suburbanos (2008 / 2009) e a Taça Paraná de 2009.

O jogador ainda fez uma boa campanha pelo Santa Quitéria em 2012 antes de se afastar dos campos federados pelo Fanático, onde conquistou o Campolarguense de 2014. Mas, como bom amante do esporte bretão, Salário ainda desfila seu futebol pelo Operário Ahú, onde é tetracampeão do Campeonato Amigos da Bola.

Ufa, um currículo de respeito! Preparado para conhecer ou relembrar este grande nome do futebol amador curitibano? Confira a entrevista especial no vídeo abaixo.




ATENÇÃO: O site Do Rico ao Pobre conta com VOCÊ para continuar essa série! Deixe nos comentários a sua sugestão. O indicado pode ser atleta ou já ter pendurado as chuteiras. E aí? Quem merece estar nesse grupo seleto?


Tecnologia do Blogger.