PROPAGANDA

Operário vence o Independente e se isola na liderança da Divisão de Acesso



O Operário Ferroviário recebeu a equipe do Independente na tarde deste domingo (18), em duelo válido pela 8a rodada da Divisão de Acesso. Em confronto valendo a liderança no Estádio Germano Krüger, o Fantasma venceu o São Joseense por 3 a 1 e se isola na tábua de classificação do certame.


#ACESSO 2018
Por Allyson Santos

PRÉ-JOGO: Os dois principais escretes do certame lutam pela ponta da tábua de classificação em um duelo que promete ser imprevisível. O Fantasma espera confirmar o favoritismo com retorno do volante Índio, que cumpriu suspensão no empate em 1 a 1 contra o Paranavaí na última rodada, e na volta do zagueiro Sosa, recuperado de lesão. A equipe de São José dos Pinhais vem embalada pela vitória por 3 a 0 sobre Portuguesa Londrinense e promete complicar os planos do Operário na Divisão de Acesso. Os visitantes chegam com força máxima e contam com o bom retrospecto longe de seus domínios para conquistar três pontos importantes na briga pela liderança. A expectativa é de um grande jogo em Ponta Grossa.

PRIMEIRO TEMPO: As primeiras movimentações são marcadas pela forte intensidade dos dois times. Apesar da defesa bem postada do Independente, o Operário é quem leva perigo. Em jogada bem trabalhada pela faixa central do campo, Cleyton luta contra a marcação, ganha a posse e arrisca chute forte da entrada da área. A bola vai para linha de fundo assustando o goleiro Carlinhos. Enquanto o Fantasma tenta ditar o ritmo do confronto, os visitantes encontram brechas na defesa alvinegra através de contra-ataques. Logo na sequência, Lucy rouba a bola no campo de defesa e consegue lançamento para Willian Cesar, que parte em velocidade, deixa a marcação para trás e finaliza nas mãos de Simão.


A boa movimentação do Operário começa a confundir a marcação do Independente. Aos quinze minutos, o camisa dez Robinho recebe passe pelo lado direito e demonstra ótima visão de jogo ao lançar Índio, que surge como elemento surpresa. O volante alvinegro recebe livre de marcação e fica cara a cara com o arqueiro adversário, dribla Carlinhos e finaliza com tranquilidade para abrir o placar. O Independente não parece ter sentido o gol, mantém a postura aguerrida do início da partida e adianta seus jogadores para pressionar os donos da casa. Em cobrança de falta, Evandro faz bom cruzamento na área do Fantasma, após disputa de bola, Sotto por pouco não consegue a finalização dentro da pequena área.

A pressão do Independente dura pouco. O toque de bola Operariano envolve o escrete de São José dos Pinhais. Em triangulação pelo lado direito do campo, Dione sofre falta perigosa. O próprio camisa sete cobra a infração com muito efeito e obriga o goleiro a fazer grande defesa. Em duelo digno entre líder e vice-líder, é visível a entrega do São Joseense, frente à bem entrosada equipe Operariana, que domina as ações na primeira etapa.



SEGUNDO TEMPO: A equipe visitante retorna mais ofensiva para a segunda etapa e arrisca chutes de longa distância, que não levam perigo à meta alvinegra. Em resposta a pressão inicial do Independente, Dione recebe passe de Robinho na entrada da área, aplica lindo drible sobre o zagueiro, corta para a direita e chuta cruzado sem chances para o arqueiro do Independente. O segundo gol esfria qualquer tentativa do escrete adversário de igualar o placar. Logo após a marcação do gol, o Operário é mais incisivo e já cria oportunidades para fazer o terceiro. Schumacher, artilheiro do certame, recebe dentro da área, limpa a marcação e finaliza rente ao poste esquerdo da meta de Carlinhos.

O Fantasma peca nas finalizações. Do outro lado, o Independente começa a encontrar espaços na defesa do escrete da casa. Evandro avança pela lateral direita e consegue lançamento preciso para Lucy cabecear firme e diminuir a vantagem do Alvinegro. O 2 a 1 deixa o jogo em aberto para ambas as equipes e devolve a esperança ao Independente na busca pela ponta da tabela. Após um período de poucas oportunidades, aos trinta e cinco minutos um lance capital define o confronto. Em cruzamento de Cleyton pelo lado direito, a bola toca no braço do zagueiro João Antônio e o árbito aponta pênalti para o Operário. Lucas Batatinha parte para a cobrança, desloca o goleiro e amplia, dando números finais à partida.


Já classificado, o Operário agora cumpre tabela contra o Batel no próximo domingo (25) no Estádio Germano Krüger. Em busca de uma melhor posição na tabela, o Independente recebe o Paranavaí em São José dos Pinhais também no próximo fim de semana.
       
OS ESCRETES xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Operário: 1-Simão, 2-Danilo Báia, 3- Alisson, 4-Sosa, 5-Chicão, 6- Peixoto (16-Rafael Soares), 7- Dione (21-Jean Carlo), 8-Índio, 9-Schumacher (19-Lucas Batatinha), 10-Robinho, 11-Cleyton. Tec: Gérson Gusmão

Independente: 1-Carlinhos, 2- Lucas, 3-Hudson, 4-João Antonio, 5-Jader (19-André Luiz), 6-Stefan(18-Ardley), 7-Willian, 8-Sotto (15-Elton), 9-Willian Cesar, 10-Lucy, 11-Evandro Tec: Ageu Gonçalves

FICHA TÉCNICA – OPERÁRIO 3 X 1 INDEPENDENTE xxxxxxxxxxxxxxxx

Gols: Índio, Dione e Lucas Batatinha (OFEC) | Lucy (ISJ)
Local: Estádio Germano Krüger
CA: Carlinhos (IND)
Árbitro: Robson Toloczko Coutinho
Assistentes: Danilo Padilha Porse (1), Luis Henrique Campanhoni (2)
Público: 2426.
Renda: 47275 reais.



Powered by Blogger.