PROPAGANDA

Em jogo equilibrado, Cianorte e Paraná empatam na estreia da Taça Caio Júnior



Na tarde deste domingo (4), Cianorte e Paraná empataram por 2x2 no Estádio Albino Turbay. André Luis e Neto Costa marcaram para o Cianorte e Baez e Diego fizeram para o tricolor da vila. O Leão do Vale aproveitou os constantes erros da defesa paranista que estava perdida em campo. As duas equipes tiveram altos e baixos durante o jogo, mas acordaram na reta final do segundo tempo e fizeram um final de jogo extremamente movimentado. Com o resultado, o Cianorte fica invicto no estadual e o Paraná continua nas últimas posições da classificação geral.


#PARANAENSE 2018
Por Lucas Ravel

PRÉ JOGO: Com campanhas distintas no primeiro turno, Paraná e Cianorte buscarão estrear com o pé direito na Taça Caio Junior. O tricolor partirá para o jogo com um novo comando técnico. Rogério Micale fará sua estréia e terá a missão de recuperar a pífia campanha feita na primeira metade do certame para afastar o fantasma do rebaixamento. Já o leão vem de boa campanha, não se classificou para as semifinais por um ponto e está invicto na competicão. A equipe do interior tem a expectativa de estar nas primeiras posições novamente.

PRIMEIRO TEMPO: O jogo começou com o Cianorte mandando na partida. Devido a uma bobeira da zaga do Paraná, o leão quase abriu o placar aos 6 minutos. Neris recuou mal para Richard, Deco pegou a bola, invadiu a área e finalizou para grande defesa do goleiro paranista. A partida seguiu com o tricolor errando muitos passes e a falta de entrosamento era nítida. Em outra falha da zaga, Murilo finalizou com perigo ao lado do gol. O tricolor não fazia um bom jogo, mas foi ele quem abriu o placar aos 18 minutos. Marcelo Baez recebeu na esquerda, ajeitou pro meio e finalizou com força no cantinho para fazer o primeiro gol do Paraná. Passada a pressão inicial do time da casa, o tricolor da vila equilibrou a partida e já começava a comandar o embate, mas as defesas de ambas as equipes continuavam perdidas em campo e falhavam muito, oferencendo oportunidades perigosas aos adversários.

Mesmo com o escrete curitibano buscando mais o campo ofensivo, o Cianorte conseguiu empatar o jogo. Em um lance atrapalhado aos 35 minutos, Guilherme Lucena cobrou lateral, Leandro Vilela recuperou, mas perdeu a bola novamente. Com isso, André Luis dominou na área e finalizou fortemente para empatar a partida. Ambas as equipes aproveitavam os erros do adversário e o Cianorte conseguiu voltar pro jogo e equilibrar na reta final do primeiro tempo. Aos 45 minutos, após mais uma falha da defesa paranista, Deco ajeitou e finalizou cruzado mas sem direção. Em outro lance antes do fim da primeira etapa, Guilherme arriscou alto demais. 

SEGUNDO TEMPO: As equipes voltaram para o segundo tempo sem nenhuma alteração e, no início, o Paraná seguia no campo ofensivo, fazendo com que o Cianorte apostasse nos contra-ataques. Em um desses contra-golpes, Maikinho, que havia acabado de entrar, invadiu a área e, quando ia finalizar, Richard saiu do gol e abafou a bola. A partida seguia muito truncada, e o jogo era constantemente interrompido para atendimento de jogadores lesionados. O cronômetro mostrava 20 minutos, mas ainda não havia acontecido nenhuma chance clara de gol. A parte física sobressaía a técnica e a partida seguia travada no meio campo. Em raro ataque do Paraná até o momento, Victor Feijão fez jogada individual, Thiago Santos completou mas João Gabriel fez ótima defesa para impedir o segundo gol paranista. O Cianorte havia atacado muito pouco na segunda etapa, mas quando teve a oportunidade, foi efetivo.

Aos 32 minutos, Guilherme Lucena cruzou para a área e Neto Costa completou para o fundo das redes. Com a virada do Leão do Vale, Rogério Micale colocou o atacante Diego no lugar do meia Leandro Vilela. O atacante entrou e, no seu primeiro lance na partida, sofreu falta. Na cobrança, Richalyson colocou a mão na bola e o pênalti foi assinalado. Diego cobrou o pênalti no canto direito e empatou o jogo novamente. A partir daí a partida ficou movimentada. Em outra falha de Néris, Richarlyson antecipou Rayan mas errrou passe e desperdiçou grande chance de desempate para o Cianorte.

Na sequência, o Paraná foi ao ataque e Junior limpou a marcação e chutou com perigo ao lado do gol. Já nos acrescimos da partida, Richarlyson tentou de bicicleta mas Richard defendeu tranquilamente. O jogo seguiu ofensivo no final e, no último lance do jogo, Neto Costa arriscou de fora da área e Richard espalmou. Na sequência, o juiz finalizou uma reta final extremamente movimentada.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

CIANORTE: 12-João Gabriel; 2- Guilherme Lucena; 4- Marcão; 3- Feliphe Gabriel e 6- Arroyo; 5- Morelli; 8- Carrilho (20- Richarlyson); 11- André Luis (18- Neto Costa); 10- Deco e 7- Murilo; 9- Robert (17- Maikinho). Técnico: Marcelo Caranhato

PARANÁ CLUBE: 1- Richard; 2- Junior; 3-Neris; 4- Rayan; e 6- Mansur; 5- Leandro Vilela (16- Diego); 8- Jhonny Lucas(20- Warley); 7- Feijão; 10- Carlos Eduardo (17-Zezinho); e 11- Marcelo Baez; 9- Thiago Santos Técnico: Rogério Micale

FICHA TÉCNICA CIANORTE 2 x 2 PARANÁ CLUBE XXXXXXXXXXXXXXXX

GOLS:  Marcelo Baez (Paraná, 18’’ do 1°T); André Luis (Cianorte, 35’’ do 1°T); Neto Costa (Cianorte, 32’’ do 2°T) e Diego ( Paraná, 38’’ do 2°T)
CA:  Murilo (Cianorte), Jhony Lucas, Mansur e Leandro Vilela (Paraná Clube)
Árbitro: José Mendonça da Silva Júnior
Assistentes: Flávio Augusto Alves e Márcio Lopes Guerra




Tecnologia do Blogger.