PROPAGANDA

Em duelo de opostos, Batel e Independente empatam na Divisão de Acesso



Na tarde deste domingo (4), o Estádio Waldomiro Gelinski, em Guarapuava, foi palco do duelo entre Batel e Independente. O embate foi válido pela 5ª rodada da Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense 2018. Jogando em casa, o time guarapuavano teve um jogador expulso mais uma vez, o que atrapalhou os planos do treinador Marcelo do Ó para a partida, que terminou com o placar em branco.


#ACESSO 2018
Por @Douglas Moreti

PRÉ-JOGO – As situações das equipes dentro do campeonato eram bastante distintas. Enquanto os donos da casa buscavam vencer para se afastar de vez da zona de rebaixamento, o Independente precisava reencontrar a vitória para se manter na briga pelas primeiras posições. Na rodada anterior, ambas as equipes haviam empatado.

PRIMEIRO TEMPO – Empurrado por mais de mil e trezentos torcedores, o Batel iniciou a partida pressionando. Com 13 minutos, em boa trama no campo de ataque, a bola sobrou na entrada da área para Giovanny, que bateu forte com muito perigo à meta do goleiro Carlinhos. O Independente tentava responder as investidas dos anfitriões, mas não obtiveram sucesso. Os são-joseenses chegaram a balançar as redes por duas vezes, porém os assistentes foram precisos ao marcar os impedimentos nas duas oportunidades.

Após os 30 minutos de jogo, o Batel aumentou o ritmo e esteve muito perto de abrir o placar. Ricardinho parou na trave após belo chute de fora da área. Os estreantes Dipão e Daividson, já nos acréscimos, também estiveram muito perto de balançar as redes, mas foram frustrados pelo goleiro Carlinhos.


SEGUNDO TEMPO – Na segunda etapa a situação mudou. O Independente, até então segundo colocado na tábua de classificação, passou a propor o jogo, enquanto os batelinos abusaram dos contra-ataques. As oportunidades eram escassas até que a bruxa resolveu dar as caras em Guarapuava e mais uma vez o Batel teve um de seus jogadores expulso (foi o quinto cartão vermelho em cinco rodadas no campeonato). A partir de então, o embate ficou aberto e intenso. As equipes criaram muito mais chances, a mais clara delas com William, que dentro da área do goleiro Robson, finalizou para fora. Apesar de enérgico, a partida não saiu do zero a zero. Resultado que não agradou a nenhuma das equipes.

PRÓXIMO JOGO: Com o resultado as equipes mantiveram suas posições na tábua de classificação. O Batel segue em 7º, enquanto o Independente continua em 2º apesar de ver a diferença para o líder aumentar. Na próxima rodada os guarapuavanos viajam até Apucarana para enfrentar a Portuguesa Londrinense, última colocada. O Independente também vai ao norte do Estado para duelar contra o REC, em Rolândia.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

BATEL: 1. Robson; 2. Josimar (14. Caio), 3. Dipão, 4. Anderson, 6. Matheus do Ó; 5. Álvaro, 8. Dan, 10. Ricardinho (18. João Agrella); 7. Giovanny, 11. Cristian Roque (17. Marcelinho Araxá) e 9. Daividson. Técnico: Marcelo do Ó

INDEPENDENTE: 1. Carlinhos; 2. Lucas, 3. Hudson, 4. João, 6. Estevam (17. Ardilei); 5. Jader, 8. Sotto, 10. Zé (18. Erick); 7. Everton, 11. Evandro e 9. William (15. Lucas). Técnico: Ageu.

FICHA TÉCNICA: BATEL 0 X 0 INDEPENDENTE XXXXXXXXXXXX

CA: Cristian Roque (Batel); Hudson e João (Independente)
CV: Álvaro (Batel)
ARBITRAGEM: Selmo Pedro dos Anjos Neto
ASSISTENTES: Leandro Polli Glugoski (1) e Jonathan Evers Dias (2)
PÚBLICO: 1.150 pagantes, 1.370 total. RENDA: R$20.270,00.



Tecnologia do Blogger.