PROPAGANDA

Batel goleia a Portuguesa e fica muito próximo da classificação para a segunda fase



Com a temperatura de quase 30ºC, a Portuguesa Londrinense recebeu o Batel, em Apucarana, pela 6ª rodada da Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense de 2018, no Estádio Olímpio Barreto. Num jogo intenso, o escrete guarapuavano soube aproveitar o desequilíbrio emocional da jovem equipe adversária – que teve três atletas expulsos - dominou a partida e conseguiu aplicar uma bela goleada, saindo vitorioso pelo placar de 1 a 8. Com o resultado, os batelinos ficaram muito perto de conquistar a vaga para a próxima fase, enquanto a Lusa precisa vencer todos os jogos e ainda assim vai depender de outros resultados para se manter na 2ª divisão.

#ACESSO 2018
Por Douglas Moreti

PRÉ JOGO - Lutando pela sobrevivência na Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense 2018, Portuguesa Londrinense e Batel se enfrentaram com o objetivo de fugir da parte inferior da tabela, mas em situações um pouco diferentes: Os batelinos buscavam vencer para se afastar de vez da zona descenso, enquanto a Lusa, lanterna da competição, já sofria com a ameaça de rebaixamento quatro rodadas antes do encerramento da primeira fase – A equipe do norte do Estado perdeu pontos por escalação de atleta irregular e iniciou a rodada somando dois tentos negativos na tábua de classificação.

PRIMEIRO TEMPO - Com um time jovem e muito veloz no setor ofensivo a Portuguesa iniciou o embate de maneira enérgica. Logo aos 12 minutos, o árbitro assinalou um pênalti para equipe da casa, que foi convertido por Caio. Tudo levava a crer que finalmente a primeira vitória da Lusa sairia, mas não foi bem assim. O Batel respondeu de maneira rápida e muito eficaz: Quando o cronômetro beirava os 16 minutos de bola rolando, Daividson aproveitou lançamento de Russo e empatou a partida. Seis minutos depois, em cobrança de falta de Giovanny, o camisa 9 aproveitou e marcou mais uma vez, agora de cabeça. Quando o jogo caminhava para o intervalo, nova jogada aérea. Dessa vez num escanteio, Dan aproveitou o levantamento, ampliou a vantagem e fez a festa da torcida batelina, que compareceu e cantou forte em Apucarana.


SEGUNDO TEMPO - Com a desvantagem no placar e o risco iminente de rebaixamento ao fim da rodada, o escrete anfitrião, formado por muitos jogadores jovens perdeu a cabeça. Foram três expulsões, muitos cartões amarelos e diversas confusões entre os jogadores. A Portuguesa conseguiu finalizar uma única vez contra a meta do goleiro Robson, em cobrança de falta, mas nada que conseguisse mudar o rumo da partida. Com a vantagem numérica, o Batel deixou ainda mais nítida a superioridade técnica, física e psicológica, marcando mais cinco gols com João Agrella (2), Giovanny (2) e Dan, além de levar muito perigo em outras oportunidades, quase sempre pelo lado esquerdo com Russo e Matheus do Ó.

PÓS JOGO: Com o resultado, a Portuguesa se complicou de vez no certame. Para se manter na Divisão de Acesso a equipe de Apucarana vai precisar vencer as três partidas restantes e ainda torcer para que Iraty, Rolândia e Andraus tenham resultados negativos. Já o Batel, chegou a 5ª posição na tábua de classificação, podendo carimbar a vaga para a próxima fase se vencer o Iraty fora de casa na quarta-feira. Se não vencer, o time de Guarapuava ainda pode se garantir na segunda fase, desde que o Andraus não vença seu confronto contra o Rolândia.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

PORTUGUESA LONDRINENSE: 1. Matheus; 2. Felipe, 3. Carlos, 4. Felipe (16. Leonardo), 6. Pedro; 5. Luan, 8. José (14. Davi), 7. Sergio, 10. Iago; 11. Caio (13. Matheus) e 9. Marcio. Técnico: Cesinha.

BATEL: 1. Robson; 2. Josimar, 3. Dipão, 4. Sávio (18. João Agrella), 6. Matheus do Ó; 5. Anderson, 8. Dan, 10. Cristian Roque (15. João Murilo); 7. Giovanny, 11. Russo e 9. Davidson (17. Baiano). Técnico: Marcelo do Ó.

FICHA TÉCNICA – PORTUGUESA LONDRINENSE 1 X 8 BATEL XXXXXXXX

GOLS: Caio (Portuguesa Londrinense); Dan (2), Giovanny (2), João Agrella (2) e Davidson (2)
CA: Carlos, Abner, Felipe e Filipe (Portuguesa Londrinense); Davidson, Dipão, Cristian Roque, João Agrella e Savio (Batel)
CV: Davi, Luan e Leonardo (Portuguesa Londrinense)
ÁRBITRO: Marcos César Blank
ASSISTENTES: Clailton da Silva (1) e Welder Alessandro Gomes Afonso (2)



Tecnologia do Blogger.