PROPAGANDA

Atlético decide em bola parada contra o Londrina e é o campeão da Taça Caio Jr.

Foto: João Heim /Agência DRAP

Atlético e Londrina jogaram na noite desta quarta-feira (28) no Estádio Joaquim Américo Guimarães, em Curitiba. O confronto foi válido pela final da Taça Caio Júnior – 2º turno do Campeonato Paranaense de 2018. Com um jogo movimentado, a equipe do Atlético conseguiu marcar em jogada de bola parada, passou sustos e também perdeu diversas oportunidades. Com este resultado, o time do Atlético irá enfrentar o Coritiba na finalíssima do Campeonato Paranaense.


#PARANAENSE 2018
Por @rafaelbuiar

PRÉ-JOGO: A equipe do Atlético teve o retorno do meia Matheus Anjos e até mesmo Bruno Guimarães, que virou dúvida no meio de semana devido a um desconforto muscular. A última partida do escrete rubro-negro foi diante o Maringá no domingo (25), em que venceu pelo placar de 5 a 0. No lado do Londrina duas voltas importantes para o sistema do treinador Marquinhos Santos, o zagueiro Luizão e o volante Moisés. Ambos cumpriram suspensão no confronto diante o Paraná Clube. O Tubarão venceu empatou em 1 a 1 no tempo normal e venceu o Tricolor na Vila Capanema nas penalidades.

PRIMEIRO TEMPO: A equipe do Atlético iniciou com mais volume de jogo e logo já procurou a meta do arqueiro Alan. A primeira participação do arqueiro do Londrina aconteceu com 5’, com o arremate de longa distância de Marcinho. O lance motivou ainda mais a equipe rubro-negra. Minutos depois, o meia armador João Pedro puxou/iniciou jogada no meio de campo e jogou em profundidade para Ederson, que chutou mascado à meta do Londrina.

Passados os 15’, a equipe do Londrina não conseguiu a meta do arqueiro Caio. O sistema defensivo do Atlético, bem postado, fez com que o Tubarão tivesse dificuldades em furar o bloqueio, quando teve a posse de bola. Na metade do primeiro tempo, o embate ficou preso no sistema de meio de campo, com o Londrina tendo um pouco de aumento na posse de bola, mas sem efetividade. Mas quem chegou perto de marcar foi o time da casa e em jogada pelos flancos. Aos 28’, Deivid recebeu cruzamento na medida e quase inaugurou o placar na Arena da Baixada. Na sequência, Léo Pereira acertou a travessão, seguido de defesa do goleiro Alan.

As principais jogadas do escrete do Londrina acontecem com Thiago Primão e Carlos Henrique e um pouco menos com Lorenzi. Jogadas que deixaram o embate equilibrado. Mas mesmo assim, quem chegou a próxima a meta foi o time do Atlético. Nos minutos finais da primeira etapa, o time do Londrina, com mais posse de bola tentou furar o bloqueio rubro-negro. Mas sem sucesso.  Devido a isso, o placar nos primeiros 45’ terminou fechado.


SEGUNDO TEMPO: No retorno para a segunda etapa, ambas as equipes não realizaram alterações. Com bola rolando, o time do Londrina voltou com o mesmo sistema de jogo. Ou seja, centralizando as jogadas com meia Thiago Primão. Enquanto que do outro lado, o Atlético jogou/persistiu pelas laterais. Aos 4’, Renan Lodi quase abriu o placar com um arremate de fora da área e por pouco não surpreendeu o arqueiro Alan.

Aos 5’, o Tubarão quase abriu o placar em uma jogada rápida de contra-ataque. O camisa 9, Carlos Henrique não conseguiu dominar com firmeza. Perdendo oportunidade de abrir o placar. No minuto seguinte, ótima trama entre Marcinho e Ederson chegaram próximo a meta do arqueiro. Com 10’, o jogo já é outro em relação a primeira etapa. Ou seja, aberto para as duas equipes.  Perto dos 13’, o treinador Marquinhos Santos fez a primeira alteração na equipe do Londrina. Sacou Carlos Henrique, a referência, e colocou o meia Marcelinho, que tem características de jogar pelos lados.

Mas foi o time do Atlético que abriu o placar na Arena da Baixada. Em cobrança de falta de João Pedro, na medida para Zé Ivaldo que chegou no segundo pau e empurrou com uma cabeça firme, aos 15’ da segunda etapa. O gol animou o time da casa, pois o time do Londrina abriu. Com isso, o time do Atlético procurou jogar em contra-ataque. Destaque para a descida de João Pedro, que deixou com Ederson rolar para Bruno Guimarães arrematar e longa distância e quase ampliar o placar na Arena.

Nos minutos finais, a equipe do Londrina ganhou corpo, após o troca-troca do treinador Marquinhos Santos. Destaque para a entrada de Caíque, que arrematou firme, após toque de Marcelinho. Mas o atacante do Londrina não contou com Léo Pereira, que tirou em cima da linha a bola e evitou o empate aos 39’ do segundo tempo. Não deu outra, depois da chance desperdiçada o time do Londrina não conseguiu chegar. Enquanto isso, o time do Atlético segurou a bola no campo do Londrina até o árbitro Sando Meira Ricci apitar o fim do jogo.

PRÓXIMA PARTIDA: A equipe do Atlético irá desafiar o time do Coritiba no domingo (1), no Estádio Couto Pereira, em Curitiba. O embate será o jogo de ida da finalíssima do Campeonato Paranaense. Ou seja, o vencedor da Taça Dionísio Filho e vencedor da Taça Caio Jr.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

ATLÉTICO: 1 Caio; 2 Diego (15 Cascardo), 3 Zé Ivaldo, 4 Léo Pereira e 6 Renan Lodi; 5 Deivid, 8 Bruno Guimarães, 11 Marcinho (20 Yago), 7 Matheus Anjos (22 Alex Sandro) e 10 João Pedro; 9 Ederson. Tec. Tiago Nunes.

LONDRINA: 1 Alan; 2 Lucas Ramon, 3 Luizão, 4 Lucas Costas e Roberto; 5 Moisés, 8 Diego Lorenzi (22 Caíque), 7 Romisson e 10 Thiago Primão (20 Rodrigo Figueiredo); 11 Wesley e 9 Carlos Eduardo (19 Marcelinho). Tec. Marquinhos Santos.

FICHA TÉCNICA – TIME A X TIME B XXXXXXXXXXXXXXXX

GOLS: Zé Ivaldo aos 15’ do 2º tempo (Atlético)
CA: Diego Ferreira, Bruno Guimarães, Deivid (Atlético) | Lorenzi e Luizão (Londrina)
CV:
ÁRBITRO: Sandro Meira Ricco.
ASSISTENTES: Rafael Trombeta e André Luiz Severo.
LOCAL: Estádio Joaquim Américo Guimarães, em Curitiba.



Tecnologia do Blogger.