PROPAGANDA

Operário goleia o Independente em seu último teste para a Divisão de Acesso de 2018


Operário e Independente jogaram na manhã deste sábado (3) no Estádio Germano Kruger, em confronto válido como jogo-treino de preparação para a Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense de 2018 que inicia na semana que vem. Com domínio total da partida, o escrete do Operário venceu por 4 a 1, com quatro gols de bolas levantadas, e se manteve invicto na pré-temporada.

#JOGO-TREINO
Por @rafaelbuiar

PRÉ-JOGO: Independente e Operário realizaram o último teste para a Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense de 2018. A equipe de Ponta Grossa realizou cinco testes com equipes da elite do paranaense e não perdeu nenhum embate. Já do outro lado, a equipe da cidade de São José dos Pinhais, atual campeã da terceira divisão do Paranaense, jogou somente com o escrete do Rio Branco, manteve a base do ano passado e utilizará como força o entrosamento para o certame deste ano.

PRIMEIRO TEMPO: A equipe de São José dos Pinhais deu a saída de bola e mesmo jogando fora de seus domínios, conseguiu o primeiro arremate a meta do arqueiro Simão. Em ótima trama com o meio de campo do escrete do Independente, Everton chutou firme e o goleiro Simão defendeu em dois tempos, aos 3’ de bola rolando. Depois do susto, a equipe de Ponta Grossa melhorou o toque de bola e com isso passou a frequentar mais o campo de ataque. Porém, com dificuldades de arrematar a meta de Carlinhos.


Ou seja, não demorou muito para a equipe do Operário abrir o placar. Em ótima trama da equipe da casa, Danilo Baia cruzou e Cleyton deu uma letra, que foi travada pelo zagueiro. Na sequência, em cobrança de escanteio, Erick recebeu cruzamento de Danilo Baia e deu uma casquinha na bola, tirando do arqueiro Carlinhos aos 10’ da etapa inicial. Após o gol, o embate ficou um pouco mais movimentado. Com a equipe visitante trocando passes no meio de campo e o time do Operário se defendendo. Dentre as jogadas que furou o bloqueio, Erick arrematou um chute na entrada da área e quase surpreendeu o goleiro Carlinhos.

Passados dos 30’, o time da casa passou a ter mais volume de jogo e criando várias oportunidades de ampliar o placar no Germano Kruger. Mas o espaço para o contra-ataque ficou exposto. Porém, pouco aproveitado pela equipe de São José dos Pinhais. Peixoto, Lucas Batatinha e Chicão arremataram a meta do goleiro do Independente e quase ampliaram o placar, mas sem sucesso.  Mas Chicão deu origem para o segundo gol do Fantasma, após o goleiro Carlinhos jogar para escanteio. Igual a jogada do primeiro gol, a equipe do Operário conseguiu ampliar o placar em 2 a 0. Desta vez, Danilo Baia cruzou e Alisson, livre, cabeceou livre para o fundo da rede. Minutos depois, o árbitro Gustavo Atti encerrou a primeira etapa.


SEGUNDO TEMPO: A etapa complementar iniciou com várias alterações nas duas equipes, principalmente no escrete de São José dos Pinhais que só manteve o Lucas Marques. No lado do Operário, entraram Robinho e Gil Paraíba. Com bola rolando, a equipe da casa manteve o ritmo da primeira etapa e com uma boa trama entre Jean Carlo, Robinho e Danilo Baia, que concluiu com Sosa, que bateu de chapa e ampliou o placar com 4’ do segundo tempo.

Minutos depois, em mais um levantamento da área do Independente, Erick se antecipou do zagueiro e anotou o quarto gol, após o cruzamento de Robinho. Com o passar do tempo e com o placar em 4 a 0 para o time da casa, o confronto ficou preso no meio de campo, com as duas equipes travando jogadas de ataque. Os jogadores que entraram após o intervalo, não conseguiram mudar o estilo de jogo e encontraram bastante dificuldades em furar o bloqueio/marcação do Operário.

Depois do 30’, para dar rodagem no elenco do Operário, o treinador Gerson Gusmão realizou várias alterações. Mas nada que mudasse o estilo de jogo, pois o time visitante pouco atacou a meta do goleiro Simão. Enquanto o time do Operário, com mais posse de bola, ficou trocando passes no setor de meio de campo. Mesmo assim, ainda deu tempo do meia William do Independente arrematar de longa distância e diminuir o placar aos 47’ da etapa complementar. Na sequência, o árbitro Gustavo Atti apitou o final do jogo treino e o placar ficou em 4 a 1 para Operário Ferroviário diante o Independente. Ainda deu tempo do meia William arrematar de longa distância e diminuir o placar aos 47’ da etapa complementar.


PRÓXIMA PARTIDA: Na semana que vem, em sábado de carnaval (10) a equipe do Operário irá jogar no Estádio Germano Kruger contra o Andraus de Campo Largo. Já o escrete Independente irá desafiar na estreia da Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense de 2018 contra o Cascavel, no Estádio do Pinhão.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

OPERÁRIO: 1 Simão; 2 Danilo Baia (13 Pedrinho), 31 Alisson (Yuri), 4 Sosa (14 Thiago Alencar) e 6 Peixoto (27 Rafael Soares); 5 Chicão (8 Índio), 25 Erick (15 Serginho Paulista), 11 Jean Carlo (21 Anderson) e 17 Athos (10 Robinho); 9 Cleyton (22 Gil Paraíba/ 11 Jean Carlo) e 7 Lucas Batatinha (20 Dione). TEC. Gerson Gusmão.

INDEPENDENTE: Carlinhos (Matheus); Lucas Marques (Lucão), Neto (Fabricio), João (Hudson) e Stephan (Yan); Jader (Russo), Sotto, Lucy (Wilson) e Evandro (Ardley;) Everton (Zé) e Paulo Vitor (Tosi). TEC. Ageu Gonçalves.

FICHA TÉCNICA – OPERÁRIO 4 X 1 INDEPENDENTE XXXXXXXX

GOLS: Erick aos 10’ do 1ºtempo e 14’ do 2ºtempo, Alisson aos 45’ do 1º tempo, Sosa aos 4’ do 2 º tempo (Operário)
ÁRBITRO: Gustavo Atti
ASSISTENTES: Antonio Cesar Dutra e Amazonas Mendes Filho
LOCAL: Estádio Germano Kruger, Ponta Grossa.


Tecnologia do Blogger.