PROPAGANDA

Em tarde de muitas expulsões, Batel vence a primeira jogando em casa na Divisão de Acesso

Matheus do Ó comemorando o gol do Batel em frente a torcida. Foto: Carlitos Marinho/Agência DRAP 

Na tarde desta quarta-feira (14) o Batel recebeu o Andraus Brasil no Estádio Waldomiro Gelinski, em Guarapuava. A partida foi válida pela 2ª rodada da Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense de 2018. As equipes, que até então ocupavam as duas últimas posições na tábua de classificação, fizeram um embate disputado que ficou marcado pela expulsão de seis jogadores. Após o apito final, a equipe batelina saiu vitoriosa pelo placar mínimo e empurrou o rival para a lanterna.

#ACESSO 2018
Por @Douglas Moreti

PRÉ-JOGO – Jogando fora de casa, Batel e Andraus Brasil perderam na primeira rodada e entraram em campo na cidade de Guarapuava ocupando as duas últimas posições do torneio. Sem poder utilizar alguns atletas que ainda não foram regulamentados no BID, o técnico do Batel, Marcelo do Ó, fez duas alterações em relação ao time que iniciou a partida na estréia, enquanto Kokan, comandante adversário, repetiu a equipe que enfrentou o Operário no sábado (10).

PRIMEIRO TEMPO – Empurrado pela torcida batelina, que compareceu em bom número no Waldomiro Gelinski, o time da casa controlou a posse de bola e ditou o ritmo da partida desde o início, conseguindo criar boas oportunidades, principalmente pelas laterais com Matheus do Ó e Josimar.  Focado mais em se defender, o Andraus chegou com perigo uma única vez na etapa inicial, mas a zaga adversária salvou a bola quase sobre a linha do gol.  Após isso, o domínio do Batel ficou evidente. O time guarapuavano chegou com facilidade ao campo de ataque, porém os atacantes encontravam dificuldade para finalizar contra meta do goleiro Ravel.

O embate se encaminhou para o intervalo quando, nos acréscimos, Ricardinho pegou a sobra do escanteio e aproveitou um vacilo da defesa rival, para deixar Dan sozinho dentro da grande área. O capitão batelino cabeceou firme, marcando aquele que seria o gol da vitória.

Jogadores do Batel comemoram gol da vitória contra o Andraus; Foto: Carlitos Marinho/Agência DRAP

SEGUNDO TEMPO: Atrás no placar, os atletas do Andraus não conseguiram controlar a tensão, que se transmitiu também para o escrete do Batel. Logo aos 14 minutos, em lance confuso, o lateral esquerdo Matheus do Ó foi expulso após levar o segundo cartão amarelo. Na súmula, o árbitro da partida justificou a expulsão dizendo que o camisa 6 tentou retardar uma cobrança de falta do adversário. Em seguida Vinicius Reikdal também recebeu o cartão amarelo pela segunda vez após uma falta dura e foi para o vestiário mais cedo. Com dez jogadores em cada equipe sobrou espaço no campo e os treinadores começaram a apostar em jogadas individuais, mas que não surtiram efeito, exceto quando Russo, do Batel, arrancou do campo de defesa, deixou quatro marcadores para trás, mas bateu em cima do goleiro e perdeu uma oportunidade excelente.

Sem dúvidas o camisa 7 batelino foi o principal nome do segundo tempo. Não só pela chance desperdiçada, mas também por ser o pivô de uma cena lamentável no final da partida. Após uma falta, já aos 48 minutos da segunda etapa, ele perdeu a cabeça e foi pra cima de um adversário, o que resultou numa pancadaria envolvendo diversos atletas. A briga só foi amenizada após intervenção policial. Confusão controlada, quatro jogadores receberam o cartão vermelho: Russo e Adir pelo Batel; Gustavo e Santiago pelo Andraus.

Torcida do Batel comemora gol contra o Andraus. Foto: Carlitos Marinho/Agência DRAP

Com a vitória, o Batel somou seus três primeiros pontos e no momento ocupa a 5ª posição na classificação. O Andraus sofreu sua segunda derrota e ainda não pontuou na competição. O clube de Campo Largo termina a rodada como o lanterna na Divisão de Acesso.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

BATEL: 1. Robson; 2. Josimar, 3. Sávio, 4. Gustavo e 6. Matheus do Ó; 5. Anderson, 8. Dan e 10. Ricardinho (15. Adir); 7. Russo, 11. Cristian Roque (13. Sobenko) e 9. Hudson (17. Baiano). Técnico: Marcelo do Ó.

ANDRAUS BRASIL: 1. Ravel; 2. Giovani (16. Alberto), 3. Marcio, 4. Gustavo e 6. Thomas; 5. Cleverson, 8. Vinicius e 10. Liniker; 7. Hudson (15. Santiago), 11. Paulo José e 9. Felipe Alves. Técnico: Kokan

FICHA TÉCNICA – BATEL 1 X 0 ANDRAUS BRASIL XXXXXXXXXXXXXXXX

GOL: Dan 46’ do 1ºT
CA: Dan e Cristian Roque (Batel); Paulo José, Liniker, Gustavo e Giovani (Andraus Brasil)
CV: Matheus do Ó, Adir e Russo (Batel); Gustavo, Vinicius e Santiago (Andraus Brasil).
ARBITRAGEM: Felipe Kirchner Bello
ASSISTENTES: André Assunção Estavam (1) e Daniel Olívio Tschoke;
PÚBLICO: 449 pagantes, 519 total. RENDA: R$8.370,00



Tecnologia do Blogger.