PROPAGANDA

Coritiba vence o Uberlândia por 2 a 0 e avança de fase na Copa do Brasil

Foto: Assessoria de Imprensa do Coritiba
Dominante e sem correr riscos, o Coritiba venceu o Uberlândia ao natural. Com mais uma ótima atuação de Julio Rusch, o Alviverde fez um gol em cada tempo e está classificado para a terceira fase da Copa do Brasil, em que enfrenta mais um alviverde, o tradicional Goiás.

#CopaDoBrasil
Por Yuri Casari

Pré-jogo: Em jogo único válido pela segunda fase da Copa do Brasil, o Uberlândia recebeu o Coritiba no estádio Parque do Sabiá. Em crise, o time mineiro começou contra o Coxa uma nova fase na temporada, com a estreia do técnico Zé Teodoro.       

Primeiro tempo: O início de partida do Coritiba foi bastante animador. Com velocidade, o time Alviverde foi buscando o ataque e deu um pequeno sufoco no adversário. Em sete minutos foram quatro escanteios a favor. O que obrigou o Uberlândia até a jogar um pouco duro. Com apenas dez minutos de jogo, William Matheus teve de ser substituído após entrada dura de João Paulo. Na falta gerada na jogada, Julio Rusch carimbou o travessão. Essa foi a primeira grande intervenção do volante, que fez mais uma boa partida na temporada.

O Coiritba teve uma pequena queda de rendimento, esbarrando na falta de criação de jogadas. Tanto que aos 17 o Uberlândia chegou bem em jogada de Cesinha, que arrancou pela direita, invadiu a área, e chutou rasteiro, e Wilson fez grande defesa. Mas mais uma vez a bola parada resolveu. Aos 30 minutos, Julio Rusch cobrou escanteio, a bola desviou em Rafael Estevam e entrou. Sem ser atacado, o Coxa não se arriscou mais na primeira etapa e pouco produziu.

Segundo tempo: O Coritiba voltou realizando mais jogadas pelo lado de campo, algo que está em falta nos jogos da equipe. O resultado positivo veio rápido. Aos 11 minutos, Guilherme Parede cruzou pela direita e Julio Rusch, sempre presenta nos arredores da área, subiu mais alto e cabeceou para o gol, ampliando o placar e reafirmando seu papel de principal nome do time na temporada. Aí a partida praticamente teve seu fim decretado.

Com o placar na mão e o adversário totalmente controlado, o Coritiba apenas fez o Uberlândia correr atrás da bola. A única preocupação que Sandro Forner teve foi realizar a rodagem do elenco, promovendo as entradas de Kady e do estreante Pablo. Aos 38, Marcos Moser levou o segundo amarelo e foi expulso, deixando o Coxa com um jogador a menos nos minutos finais. O Uberlândia não soube aproveitar a breve vantagem numérica e só conseguiu chegar com perigo aos 44, em chutede Daniel Pereira, que da entrada da área bateu firme à esquerda do gol de Wilson.

A classificação para a terceira fase da Copa do Brasil reforça a organização defensiva e aumenta a preocupação na busca por reforços do meio pra frente, já que alguns jogadores destes setores tem jogado muito abaixo do que se espera. Válido exaltar que o Coritiba evoluiu muito da primeira partida do ano até aqui, mas ainda permite demais que o adversário domine a partida. Não foi o caso hoje, mas na maioria dos jogos na temporada. A chave muda agora para a decisão do primeiro turno do Campeonato Paranaense, diante do Rio Branco, no Couto Pereira, palco que ainda não viu uma vitória do time da casa em 2018.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Uberlândia - Clébão, Cesinha, Mauro Viana, Bruno Costa e Rafael Estevam; João Paulo, Lima (Danilo Bala), Daniel Pereira e Jean (Alê); Jarlan e Tony (Deivison). Téc: Zé Teodoro.

Coritiba -  Wilson, Moser, Thalisson Kelven, Romércio e William Mateus (Léo Andrade); Vitor Carvalho, Julio Rusch, Thiago Lopes (Kady), Iago Dias (Pablo) e Guilherme Parede; Alecsandro. T: Sandro Forner.

FICHA TÉCNICA – UBERLÂNDIA 0 X 2 CORITIBA XXXXXXXXXXXX

Gols: Rafael Estevam (contra), aos 30 do 1º tempo e Julio Rusch, aos 11 do 2º tempo.
Cartões amarelos: João Paulo e Daniel Pereira (UBE); Marcos Moser e Léo Andrade (CFC)
Cartão vermelho: Marcos Moser.
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo (SP).
Assistentes: Hernan Brumel Vani e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP).


Tecnologia do Blogger.