PROPAGANDA

Com o estádio lotado, Batel perde dentro de casa para o PSTC



Na tarde do último domingo (18), jogadores escorregavam no campo do pulsante Estádio Waldomiro Gelinsk. Mesmo com chances de chuva durante o jogo, a torcida guarapuavana ocupou todo o espaço da arquibancada e viu o time adversário abrir o placar durante o 1º tempo com um golaço do camisa 9 procopense. O PSTC que ainda não havia vencido na competição, não se dispôs a jogar por um resultado que não fosse a vitória, e ao tomar o empate no segundo tempo, foi cirúrgico marcando o gol da vitória aos 40º do segundo tempo.


#DIVISÃO DE ACESSO
Por Carlitos Marinho

PRÉ-JOGO – O desfalcado Batel estava com 3 jogadores suspensos por cartão vermelho da última partida contra o Andraus. No entanto, foi empolgado de uma vitória em casa e buscava manter a superioridade em seu mando. Já o PSTC, havia pontuado apenas 1 ponto em duas rodadas e buscava sair da parte de baixo da tabela conquistando a sua primeira vitória no campeonato. A única certeza que se tinha na partida, é o show da torcida que ocupou todo o espaço da arquibancada. Embalados pelos gritos da Força Jovem, a maior motivação do Rubro-Negro da baixada durante todo o jogo.

PRIMEIRO TEMPO - Com o gramado molhado por causa da chuva que caiu horas antes do jogo, jogadores derraparam por todo o campo e por isso, faltou para ambas as equipes o último passe para a finalização. Em uma partida que pouco se criou, seguiu sonolenta até o gol do camisa 9 do PSTC, Flávio Oliveira, aos 32 minutos do 1º tempo. O atacante do time da cidade de Cornélio Procópio acertou um petardo de fora da área, sem chances para o goleiro de baixa estatura do Batel.

Mesmo com o gol do time procopense, a torcida do time da casa não desanimou, que cantou ainda mais forte, apoiando os jogadores que não conseguiam se entrosar dentro de campo. Mas não adiantou, pois o primeiro tempo terminou com o placar em 1 a 0 para os visitantes.


SEGUNDO TEMPO – O início da segunda etapa se deu com uma postura completamente diferente do time Batelino, pois o camisa 9 Hudson que não conseguiu participar das jogadas no primeiro tempo foi substituído pelo Baiano. O troca-troca deu resultado, além da mudança dentro das quatro linhas. Com o PSTC se recuando, Batel iniciou uma pressão sobre o time adversário, que optou por fazer as três substituições possíveis ainda enquanto vencia a partida. Embalados pela torcida, o time Rubro-Negro martelou até sair o gol aos 28 minutos, incendiando o estádio Waldomiro Gelinsk, com o gol do incansável Cristian Roque.

Um enredo heróico se desenhou, pois o escrete do PSTC tomou um cartão amarelo atrás do outro. Enquanto o Batel se aproximou cada vez mais do gol da virada, pecando apenas na hora de finalizar. Baiano perdeu um gol praticamente feito, recebendo aplausos do técnico Marcelo do Ó, que gostou do que o seu time produziu.

No fim, o time do PSTC se aproveitou daquele velho ditado “Quem não faz toma”, que após de uma substituição do técnico Batelino, em que tirou o atacante Marcelinho Araxá, pelo defensor Felipe Sobenko, uma ducha de água fria caíu sobre o caldeirão que ansiou pelo possível vitória do time anfitrião. O camisa 80, Patrick, aproveitou de um descuido e empurrou a bola para rede definindo o placar aos 40 minutos do segundo tempo. Que após o gol, desfilou para a torcida presente que gritava incessantemente em apoio ao time Guarapuavano. Com vantagem no placar, a equipe do PSTC soube segurar a pressão final e manter o placar em 2 a 1 para o time da cidade de Cornélio Procópio.


PRÓXIMA PARTIDA - Agora ambos os times farão partidas fora de casa no próximo domingo (25). O PSTC enfrenta o invicto São Joseense. Já o Batel, busca sair de perto da zona de descenso da tabela e vencer o Rolândia.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

BATEL: 1 Robson; 2 Josimar, 3 Savio, 4 Anderson, 6 Gustavo; 5 Alvaro Pires (Luis Otavio), 8 Dan, 10 Ricardinho; 7 Marcelinho Araxá (Sobenko), Cristian Roque 11, 9 Hudson (17 Baiano). Técnico: Marcelo do Ó.

PSTC: 1. Bruno; 2 Romário, 3 Barbosa, 4 Douglas, 6 Jardiel; 5 Vidal, 80 Patrick, 10 Alex (Diogo); 7 Lucas (Davi), 9 Flávio, 11 Adriano (Rodrigo). Técnico: José Vital.

FICHA TÉCNICA – BATEL 1 X 2 PSTC XXXXXXXXXXXXXXXX

GOLS: Cristian Roque, aos 29’ do 2ºT (BATEL); Flavio, aos 33’ do 1ºT e Patrick, aos 40’ do 2º T (PSTC).

CARTÕES AMARELOS: Anderson e Cristian Roque (Roque); Davi, Jardiel, Vidal, Romário, Patrick e Barbosa (PSTC).

ARBITRAGEM: Matheus Scavinsk
ASSISTENTES: Marco Antonio dos Santos Pepe (1) e Eder Andrade (2).



Tecnologia do Blogger.