PROPAGANDA

De volta à elite!


Vice-campeão em 2014 e uma grande potência do interior nos últimos anos, o Maringá oscilou nos últimos anos e acabou rebaixado. Após garantir o acesso de forma dramática, a Zebra retorna a elite do Paranaense com um time forte, que promete perturbar lá em cima e brigar por objetivos maiores.


#PARANAENSE 2018
Por @Gabrielsawaf

O Maringá deu uma volta no tempo na última temporada. A Zebra teve que enfrentar o desafio de encarar a Divisão de Acesso novamente e conseguir o retorno à elite após um tropeço do Paranavaí diante o Cascavel CR. Depois disto o Tricolor do Norte se fortaleceu, garantiu o título da Segundona e no segundo semestre conquistou a Taça FPF, garantindo vaga na Série D de 2018.

Agora, com o calendário completo para a temporada, o Maringá chega ao Paranaense para não fazer feio. Se a grande meta para o ano é o acesso a Série C, o campeonato local será um grande teste para se medir como está o escrete tricolor. Alguns jogadores foram mantidos do título na base da equipe, como Rhuan e Egon. Outros conquistaram Fernando Marchiori na conquista da Taça FPF, como Dandan, Prego e Lucão. A Zebra também foi ao mercado para reforçar seu time e trouxe nomes conhecidos para quem acompanha o esporte bretão. É o caso de Rodrigo Dantas, que teve boa passagem pelo Macaé, Fabio, que fez boas atuações no gol do Ituano, porém não conseguiu ir tão bem no Figueirense, Alex Fraga, zagueiro que jogou por várias temporadas no Atlético e estava no J Malucelli, e Bruno Batata, que dispensa apresentações para os paranaenses. Dentro do plantel também há apostas, como Chimbinha, que se destacou na Terceirona com a camisa do Verê. No total, 28 atletas compõe o plantel maringaense. 

Nos primeiros testes para a temporada, o Maringá conseguiu se manter invicto. O primeiro foi diante o time amador de Iguatemi, com goleada tricolor por 5 a 1, com gols de Bruno Batata, Rodrigo Dantas, Alex Fraga e dois de Chimbinha. Depois veio uma série de confrontos contra o Cianorte. No primeiro, realizado em Japurá, empate sem gols. No segundo, realizado no Centro de Treinamento da Zebra, vitória por 1 a 0 com gol de Paulinho Mocelin. O último, disputado no Estádio Albino Turbay, casa do Leão, empates em 2 a 2, com os gols do Tricolor anotados por Bruno Batata e Washington.

TIME BASE: Fabio; Rhuan, Alex Fraga, Ergon e Prego; Carlão, Paulinho Mocelin, Rodrigo Dantas e Lucão; Dandan e Bruno Batata.

CRAQUE: Bruno Batata, após um ano ausente do Campeonato Paranaense, o atacante que fez fama atuando pelo J Malucelli volta aos gramados do estado de forma profissional, já que defendeu o Trieste na suburbana do ano passado. Batata é a grande esperança de gol do Tricolor para o ano de 2018. Assim como foi nos anteriores, o atacante sempre deixará os adversários com uma atenção especial e é o grande nome da Zebra para a temporada.

TREINADOR: Fernando Marchiori, é o homem do boné em Maringá! Vindo ao clube na metade de 2016, foi responsável pelo acesso e pela conquista da Taça FPF em 2017, competição que conquistou em 2015 também pela Zebra. Com a moral e a confiança lá em cima, Marchiori carrega a esperança Tricolor de fazer mais uma boa temporada sobre seu comando.


Powered by Blogger.