PROPAGANDA

[COPINHA SP] Em jogo com seis gols, Londrina vence Desportivo Brasil nos pênaltis e avança na competição

Foto: Assessoria de Imprensa do Londrina
De volta a Porto Feliz (SP), o Londrina enfrentou o Desportivo Brasil na tarde desse sábado (13), no Estádio Ernesto Rocco. Após sair perdendo, virar o jogo para 3 a 1 e sofrer o empate aos 43’ do segundo tempo, o Tubarãozinho conseguiu a classificação nas penalidades e joga contra o Vitória (BA) na próxima fase.

#COPINHA SP
Por Vinícius Eira

PRÉ-JOGO: Na segunda fase, o Londrina empatou com o Capivariano em 2 a 2, e se classificou também nas penalidades. Já o time do interior paulista passou pelo Botafogo (RJ) com uma vitória por 2 a 0. Os times já haviam se encontrado na fase de grupos no último sábado (6), onde a equipe paranaense saiu vitoriosa vencendo por 2 a 0.

PRIMEIRO TEMPO: O Tubarãozinho começou sofrendo um susto. Aos 2’ de jogo, Luis Gustavo recuperou a bola na lateral direita, invadiu a área e bateu forte com a perna esquerda para abrir o placar para a equipe paulista. Até os 20’ o Desportivo controlou a partida.

Mas a estrela do atacante Miullen brilhou mais uma vez. Em uma bola recuperada pela defesa, Anderson fez belo lançamento para o 9 do Londrina que venceu o zagueiro Edson na velocidade, invadiu a área e chutou firme no lado direito do goleiro Gustavo. Empate Alviceleste.

E essa foi a tônica do jogo. O Desportivo criou mais que o Londrina, mas sofreu muito com os contra-ataques londrinenses. Aos 34’ do primeiro tempo, após escanteio da equipe paulista, a bola foi afastada e quicou na frente do último homem na defesa dos donos da casa, o zagueiro Marcelo. Miullen avançou do meio até a área sem nenhum adversário, driblou o goleiro e marcou seu sexto gol nessa edição da Copinha. 2 a 1.


Mesmo após a virada, o Desportivo não desanimou, e encontrou muitos espaços pelas laterais da defesa londrinense. Um outro ponto forte do esquadrão paulista era a bola parada. O time de Porto Feliz obrigou o goleiro Biagi a fazer algumas intervenções em bolas cruzadas, e meteu uma bola no travessão aos 43’ com Rodrigo. Apesar do volume de jogo menor, o primeiro tempo acabou em 2 a 1 para o Londrina.

SEGUNDO TEMPO - O jogo pareceu não ter intervalo, e da maneira que acabou a primeira etapa, começou a segunda: pressão do Desportivo e retranca londrinense. Porém, aos 8’ do segundo tempo, o esquema deu certo mais uma vez. O atacante Uelber voltou para ajudar na marcação, recuperou a bola no circulo central e ligou Anderson. O 10 cortou para o meio e chutou com tranquilidade no canto direito de Gustavo. 3 a 1 Londrina.


Se o Desportivo já pressionou anteriormente, perdendo por 2 gols não seria diferente. Após a entrada do meia João Vitor, o time paulista melhorou bastante, principalmente na região central. Mas foi de um escanteio que o Tubarãozinho viu sua vantagem cair. O próprio João Vitor cobrou, a bola espirrou na área e sobrou nos pés de Léo Carneiro, que bateu no alto. 3 a 2

A partir daí o Londrina não conseguiu passar do meio com a bola dominada, e se retrancou ainda mais. Faltando 10 minutos o técnico Edson Carvalho lançou até os zagueiros para o ataque, e o time do Paraná não suportou a pressão. Aos 43’ do segundo tempo, em boa troca de passes pelo meio, João Vitor enfiou uma bola para Luis Gustavo, que foi derrubado dentro da área. O zagueiro Marcelo, que falhou no segundo gol londrinense, pegou a bola e bateu firme no canto direito do goleiro Biagi. Empate paulista.

O jogo ainda teve uma confusão no fim, com o zagueiro Edson acertando uma cabeçada no volante Higor do Londrina. Mas acabou assim, 3 a 3. Nas penalidades, Anderson abriu o placar para o Londrina.  O zagueiro Marcelo, que já tinha falhado e se redimido, parou no goleiro Biagi. Depois Felipe, Zé Pedro, João Pedro e Miullen fizeram para o Tubarãozinho. Daniel, Lucas e João Vitor converteram para o Desportivo Brasil.


FIQUE DE OLHO: O Londrina teve alguns destaques na partida, como o meia Anderson e os volantes Higor e Zandona. Mas novamente, quem roubou a cena foi o atacante Miullen. Autor de dois gols, o centroavante passou por cima da defesa do Desportivo quando surgiram as oportunidades, e teve muita categoria na última cobrança, que garantiu mais um time paranaense nas oitavas da Copinha.

PRÓXIMA RODADA: O Londrina encara o Vitória (BA) na próxima fase da competição. O time baiano venceu o Primavera (SP) também nesse sábado (13), por 1x0 (Flávio).

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

LONDRINA: Biagi; Matheuzinho (Alysson), Zé Pedro, Igor Mendes, Felipe; Higor, Zandona, Luquinha (Juan), Anderson, Uelber (João Pedro); Miullen. TEC: Alemão.

DESPORTIVO BRASIL: Gustavo; Luis Gustavo, Edson, Léo Carneiro, Marcelo, Lucas; Pará (Daniel Lotti), Rômulo, Thiaguinho (João Vitor), Arthur (Vitinho); Rodrigo (Marcio Vinicius). TEC: Edson Carvalho.

FICHA TÉCNICA DESP. BRASIL  3 (3) x (5) 3 LONDRINA XXXXX

Gols: Luis Gustavo aos 2’ 1ºT, Léo Carneiro aos 20’ 2ºT e Marcelo aos 43’ 2ºT (Desportivo). Miullen aos 20’ e aos 34’ 1ºT e Anderson 8’ 2ºT (Londrina)
CA: Edson e Marcelo (Desportivo). Miullen, Matheuzinho, Felipe e Anderson (Londrina).
CV: Edson (Desportivo)
Árbitro: Humberto José Junior
Assistentes: Marcelo Ferreira da Silva e Marcos de Andrade Rossi.
Local: Estádio Ernesto Rocco, em Porto Feliz.


Powered by Blogger.