PROPAGANDA

[COPINHA SP ] Com um homem a menos em boa parte do jogo, Paraná empata com Rio Branco-SP

Foto: Reprodução / Assessoria Paraná Clube
Paraná Clube e Rio Branco-SP se enfrentaram neste sábado (6) no estádio Jardim Martins pela segunda rodada do grupo 11 da Copa São Paulo de Futebol Junior. O Tricolor teve o volante Bruno expulso aos 38’ do 1° tempo, sofreu com a pressão adversária, mas abriu o placar. Porém, o empate sofrido nos acréscimos deixou um gosto estranho na boca do torcedor paranista.


#COPINHA2018

PRÉ-JOGO: O astral das duas equipes era bem diferente após o triunfo do Juventude sobre o Comercial na partida preliminar. O Tricolor da Vila, que havia vencido o time gaúcho na estreia, poderia se isolar na liderança da chave, enquanto que o Alvinegro tinha a obrigação de vencer para se manter na briga pela classificação, visto que perdeu para o time de Ribeirão Preto na primeira rodada.

PRIMEIRO TEMPO: Precisando do resultado, a equipe paulista foi ao ataque, mas não chegava a fazer uma pressão – buscava assustar em bolas paradas e, principalmente, arremates de fora da área. Já a Gralha Azul adotou a mesma postura do jogo anterior, esperando vacilos do rival para chegar ao gol em velocidade.

O clube de Americana foi melhor nos primeiros 25 minutos, com destaque para o meia Vitinho e o ala Pavanelli. Os dois criaram as principais chances do Rio Branco-SP, os 17’ e 22’, mas desperdiçaram. A partir daí a defesa alvinegra deu algumas escorregadas, caso de Higor que aos 25’ foi sair jogando e se atrapalhou; Allan ficou de frente para o goleiro, mas não conseguiu chutar com força.

O lance acordou o escrete curitibano, que logo depois criou duas oportunidades claras: aos 29’ Allan arriscou de longe e José Rafael espalmou. Dois minutos depois, Warley iniciou jogada na esquerda e deu belo passe para Andrey na direita, que obrigou o arqueiro a jogar pela linha de fundo.

Mesmo equilibrado, o jogo estava tranquilo para o Tricolor. Até que aos 38’, após erro na cobrança curta de escanteio, Lucas puxou contra-ataque para o time Paulista e Bruno segurou o atacante como último recurso. O árbitro não teve dúvidas em expulsar o volante paranista, o que dava um panorama difícil ao time de Luciano Simm para a etapa final.

SEGUNDO TEMPO: Na volta do intervalo a equipe de Americana aproveitou a vantagem numérica para abafar a zaga tricolor. Warley passou a jogar mais recuado e, por conta disso, o Paraná não tinha criação de jogadas – enquanto que o Rio Branco-SP teve cinco chances em 20 minutos.

A partir daí brilhou a estrela de Guilherme. Aos 8’ Lucas foi lançado e ficou de frente para o goleiro, que abafou bem. O arqueiro também teve destaque aos 39’, quando Thiago Honorio bateu e ele segurou em cima da linha. Quando Lucas tirou do camisa 1, aos 25’, o poste direito salvou a Gralha Azul.


A entrada de Carioca deu mais dinâmica ao setor ofensivo paranista, que quando ficava “de mano” com a defesa alvinegra ganhava com facilidade. Em um desses lances, aos 43’, Silva foi lançado, antecipou o goleiro José Rafael e recebeu um toque dentro da área. Penalidade que Allexson converteu, fazendo 1 a 0 Paraná.

Parecia que o jogo estava resolvido, mas aos 47’ houve um bate rebate na área e Lucas chutou de canhota para empatar o jogo. Ainda deu tempo de Nicolas levar o segundo amarelo e ser expulso, mas nada que mudasse o placar final em Cravinhos: Paraná Clube 1 x 1 Rio Branco-SP.



FIQUE DE OLHO: Guilherme. O goleiro tricolor foi o grande responsável pelo ponto conquistado. Suportando a pressão do segundo tempo até os acréscimos, fez cinco defesas importantes – fora outras de menor perigo. Essa escolha, aliada a de Gaevicz no jogo anterior, mostra a qualidade do setor defensivo paranista.

PRÓXIMA RODADA: O Paraná volta a jogar na próxima terça (9) diante do Comercial de Ribeirão Preto. Se vencer, garante a liderança do grupo 11, mas ainda pode ser eliminado caso perca e haja um vencedor no duelo entre Juventude e Rio Branco-SP, que será realizado às 14h do dia 9.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

PARANÁ CLUBE: 1 Guilherme; 2 Tauan, 3 Vinicius Gaevicz, 4 Paulinho e 6 Marcelo; 5 Bruno, 7 Allexson, 8 Silva e 10 Warley (14 Kesley); 9 Allan e 19 Andrey (11 Carioca). Técnico: Luciano Simm.

RIO BRANCO-SP: 1 José Rafael; 19 Higor, 3 Thiago Silva, 14 Caio Cesar e 6 Menghini (23 Tiago Honorio); 5 Samuel (17 Nicolas), 8 Vitinho, 2 Pavaneli e 10 Ricardo (7 Zé Ricardo); 9 Leo e 11 Lucas Gonçalves. Técnico: Diolei Candido.

FICHA TÉCNICA: PARANÁ CLUBE 1 X 1 RIO BRANCO-SP XXXXXXXXXXXX

GOLS: Allexson aos 43’ do 2°T (Paraná Clube); Lucas aos 47’ do 2°T (Rio Branco-SP).

CA: Menghini, Pavanelli, Caio Cesar, Thiago, Lucas, Nicolas (2x), José Rafael (Rio Branco-SP); Vinicius Gaevicz (Paraná Clube).

CV: Bruno (Paraná Clube) e Nicolas (Rio Branco-SP).

ÁRBITRO: Allan da Silva Bonardi.
ASSISTENTES: Lídio Néri de Souza Junior (1) e Amanda Pinto Matias (2).



Tecnologia do Blogger.