PROPAGANDA

Clássicos marcam a segunda rodada do Paranaense 2018

Foto: Gil Pereira / Do Rico ao Pobre
Neste meio de semana a bola rola para a segunda rodada do Campeonato Paranaense 2018. Além de três clássicos, teremos outros jogos interessantes para vermos se o equilíbrio da estreia permanece ou se alguns times já se destacam no pelotão de cima.

#PRÉ-JOGO

A prova de que o campeonato começou nivelado é a tabela do grupo A. As seis equipes não iniciaram com vitória, o Cianorte está na liderança pelo número de gols marcados. Já no grupo B três clubes estrearam com o pé direito, mas o Atlético leva vantagem sobre o União por ter um número menor de cartões amarelos (dois do rubro-negro contra quatro do time de Beltrão). Outra curiosidade da chave é que nenhum escrete perdeu na rodada.

FC Cascavel x Prudentópolis – Quarta às 20h

Após ser derrotado no Clássico da Soja para o Toledo por 1 a 0, o FC Cascavel busca a reabilitação em casa frente ao Prudentópolis, que trouxe um ponto precioso do Couto Pereira após o 1 a 1 com o Coritiba. A Serpente busca repetir o sucesso da Taça FPF do ano passado, quando não perdeu nas oito partidas que jogou no Olímpico Regional. Já o Prude irá reencontrar o técnico Milton do Ó, que comandou o time no ano passado, e terá o desfalque do lateral Nei – expulso no duelo de estreia.

Paraná x Atlético – Quarta às 20h

O melhor mandante da Série B 2017 volta pra casa nesta quarta. O Paraná recebe o Atlético com a missão de conquistar os primeiros pontos no estadual, e para isso o técnico Vagner Lopes teve uma semana para trabahar o elenco após a derrota para o União em Beltrão por 2 a 1. Para o clássico o comandante pode contar com o zagueiro Márcio, o volante Leandro Vilela e o atacante Zé Carlos, enquanto que Minho é a baixa por lesão. No Atlético, o time misto de Tiago Nunes passou no primeiro teste após vencer o Maringá por 2 a 1 na Baixada, mas o treinador prevê um rodízio na equipe por conta do intercâmbio que há entre o time do estadual e o que está se preparando para a Copa do Brasil.

Cianorte x União – Quarta às 20h

O Leão do Vale busca manter uma escrita: Não perde no Albino Turbay desde março de 2015. Essa invencibilidade quase caiu por terra no último domingo (21), já que o Rio Branco vencia até os 45’ do segundo tempo, mas Clebinho converteu o pênalti e a marca permanece após o 3 a 3. O  desafiante vem com moral após derrotar o Paraná por 2 a 1 no Estádio Anilado e o técnico Ivair Cenci receberá dois atletas emprestados pelo Londrina: o meia Júlio Pacato e o atacante Wellisson. Resta saber se os dois jogadores estarão no Boletim Informativo Diário (BID) a tempo do confronto.

Foz do Iguaçu x Toledo – Quarta às 20h

Após empatar com o Londrina por 2 a 2 na estreia, o Foz joga novamente no Estádio ABC, dessa vez um clássico regional contra o Toledo. O time da fronteira acertou nesta semana o retorno do atacante Raphael Alemão, que jogou nas categorias de base do clube e passou pelo futebol catarinense e gaúcho, aguardando inscrição no BID para jogar. Já o Toledo de Paulo Baier busca uma vitória longe do 14 de Dezembro, algo que não aconteceu na temporada anterior. Para isso o técnico conta com o reforço do lateral Filipi Souza - ex-Santos, Portuguesa e ABC -, que já apareceu no Boletim.

Londrina x Maringá – Quarta às 21h45

O Tubarão tem um duelo duríssimo na estreia em casa no estadual: O Clássico do Café contra o Maringá. Após empatar por 2 a 2 contra  o Foz na estreia – sendo que ficou por duas vezes à frente do placar -, o técnico Ricardinho busca contornar o desgaste por conta do curto período de preparação e as improvisações de zagueiros nas laterais, o que pode acarretar mudanças no time titular. O Maringá joga novamente longe do Willie Davids e busca pontuar após a derrota para o Atlético na Baixada por 2 a 1. Para isso aposta em atletas que já passaram pelo Tubarão: o lateral Rhuan e os atacantes Edmar, Paulinho Moccelin e Bruno Batata.

Coritiba x Rio Branco – Quinta às 20h

As duas equipes buscam a vitória após empates amargos na estreia. O Alviverde ficou no 1 a 1 em casa contra o Prudentópolis, e o técnico Sandro Forner tem à disposição o mesmo plantel da semana passada – apenas Galdezani e Mosquito desfalacam o Coxa por questões contratuais. O Leão da Estradinha trouxe um ponto do Albino Turbay, mas vencia o Cianorte até os acréscimos. O treinador Maurílio Silva terá a baixa do goleiro Jhones – expulso após agredir o atleta rival – e busca repetir o feito de 2017, quando venceu o Coritiba no Alto da Glória – à época dirigindo o Asa de Arapiraca pela Copa do Brasil.



Powered by Blogger.