[SUB17] Atlético-PR vira diante o Coritiba e conquista o título do estadual de 2017


Atlético-PR e Coritiba jogaram neste sábado (2) no Estádio Francisco Muraro, em confronto válido pelo jogo de volta da fase final do Campeonato Paranaense de 2017, categoria sub 17. Em dois tempos distintos, a segunda etapa foi movimentada com o Coritiba abrindo o placar e na sequência o time rubro negro buscou o empate, junto a virada e administrou até o fim. Resultado que deu o título a equipe do Atlético-PR.

#SUB 17
Por @rafaelbuiar

PRÉ-JOGO: Atlético-PR e Coritiba se enfrentam três vezes no certame estadual em 2017. Dos três embates, a equipe rubro negra venceu dois e empatou um. Destaque para a partida de ida da final, em que o escrete do Atlético venceu no Centro de Treinamento do Coxa e conseguiu a vantagem do empate para o confronto de volta para conquistar o título da categoria.

PRIMEIRO TEMPO: Com bola rolando, a equipe do Coritiba já impôs o seu ritmo de ataque nos primeiros minutos iniciais. Com isso, o escrete alviverde já possuiu mais volume de jogo. Mas o primeiro arremate foi da equipe rubro-negra com Bruno Leite de longa distância, aos 2’.  Minutos depois, em bola parada, o lateral João Victor arrematou firme com curva e quase surpreendeu o goleiro Diego. Lances que motivaram a equipe do Atlético-PR a frequentar mais o campo de ataque. Ou seja, o embate equilibrou com 10’ de jogo.

Com o passar do tempo, o embate passou a ficar preso no setor de meio de campo e com isso, as bolas paradas foram as principais alternativas de ataques de ambas as equipes. Período que teve três faltas para a equipe rubro negra e uma para o escrete alviverde. Aos poucos, o time do Atlético-PR foi crescendo de produção. Aos 23’, uma ótima trama do meio de campo rubro negro e que terminou com a conclusão do volante Christian.

Na reta final da primeira etapa, o time do Coritiba quase inaugurou o placar do Francisco Muraro. Yan Santos recebeu na lateral direita e Igor Jesus cabeceou sozinho e obrigou o goleiro Allan a fazer uma defesa difícil e jogar para escanteio. Lance que fez com que o time do Coxa pressionasse o rival, mas ficou só nisso na etapa inicial e o placar ficou fechado.

Primeiro tempo bem equilibrado e com as duas equipes não conseguindo furar o bloqueio defensivo. (Foto: Dudu Nobre)

SEGUNDO TEMPO: A etapa complementar iniciou da mesma forma que o primeiro tempo, com o o Coritiba buscando o gol já nos primeiros minutos. Em menos de um minuto, na bola parada o time alviverde quase surpreendeu o goleiro Allan que jogou para escanteio. Na sequência, em tiro de canto. Igor Jesus cabeceou com estilo e abriu o placar no Estádio Francisco Muraro, aos 2’.

Não deu outra, com o gol da equipe alviverde, o clima esquentou. Por isso, não demorou muito para o time rubro negro se igualar no placar. Aos 6’, em cruzamento da direita, o goleiro do Coritiba foi socar a bola, que acabou batendo nas costas de seu companheiro e sobrou na medida para o camisa 10 rubro negro, Bruno Leite, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo da rede e empatar o placar em Santa Felicidade.

Com o placar em igualdade, o jogo ficou aberto com as duas equipes procurando o gol de desempate. No lado rubro negro, Bruno Leite foi o mais acionado. No alviverde, Igor Jesus e Guilherme Dubas. Aos 18’, Bruno Leite desceu em velocidade pela esquerda e cruzou na medida para Jáderson, que sozinho perdeu a oportunidade da virada. Na sequência, em jogada de contra-ataque, o Coritiba também perdeu oportunidade com Igor Guilherme. Lances que retrataram um jogo bem aberto.

Com o passar do tempo, a equipe do Coritiba sentiu e não conseguiu impor o mesmo jogo de quando estava vencendo. Não deu outra, aos 22’ a equipe do Atlético-PR conseguiu virar com ótima jogada de Jáderson, que desceu pelo lado esquerdo e cruzou com facilidade. A bola chegou em perfeita condição para a conclusão de Kennedy, que tinha acabado de entrar na partida. O  gol deu um ânimo para o escrete do Atlético-PR. Destaque para a jogada de Marcel, que passou por três marcadores e arrematou de longa distância e quase surpreendeu o o goleiro Diego.

Devido a isso, com o placar na frente e com dois gols de vantagens no agregado, o treinador rubro negro realizou várias alterações na sua equipe para manter o gás e rodar a equipe. No escrete alviverde as alterações foram para buscar o empate e reverter a situação nos minutos finais da etapa complementar. Mas sem sucesso, pois a equipe do Atlético-PR soube suportar a pressão do Coritiba e manter o placar de 2 a 1 até o apito final do árbitro.                                

Na reta final, o Coritiba tentou buscar o empate e a virada, mas abalado psicologicamente não conseguiu. (Foto: Dudu Nobre)
                                                                                                             
FIQUE DE OLHO (CORITIBA): Yan Santos – Camisa 2, o lateral da equipe alviverde, que também é capitão, chama a responsabilidade no setor defensivo e é o principal organizador das jogadas junto ao camisa 10 da equipe alviverde. Destaque para as descidas em profundidade, além da batida na bola. Um lateral clássico e líder.

FIQUE DE OLHO (ATLÉTICO-PR): Bruno Leite – Camisa 10: O meia campista é o principal articulador e o responsável pela virada da equipe rubro negra. Bruno Leite, um digno camisa 10, além de habilidoso e criativo com dribles, consegue construir jogadas com o passe qualificado. Na mesma medida, o lateral Marcel também é um dos destaques da equipe rubro negra, pois não joga só pelo flanco do campo. O camisa 2 do Atlético-PR consegue  infiltrar pelo meio de campo, em diagonal até a área e concluir na meta dos adversários.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

ATLÉTICO-PR: Allan; Marcel, Gabriel, Victor Emmanuel e João Victor (João Amilton); Victor Cruz, Christian, Matheus Rampon (Kennedy) e Bruno Leite; Danilo Santana (Denilson) e Jáderson (Renan). Tec. Marcos Alberto

CORITIBA: Diego Monteiro; Yan Santos, Fabio Bogler (Rian), Luiz Henrique e Christian; Thomaz, Marcos (Rui), Igor (Angelo) e Guilherme; Igor Jesus e Pablo. Téc. Pedro Almiro

FICHA TÉCNICA – ATLÉTICO-PR X CORITIBA XXXXXXXXXXX

GOLS: Igor Jesus aos 2’ do 2º tempo (Coritiba) e Bruno Leite aos 6’ do 2ºtempo e Kennedy aos 22’ do 2ºtempo (Atlético-PR)
CA: João Victor, Bruno Leite, Jáderson (Atlético-PR)



__________________________________________

DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO