PROPAGANDA

Seleção "Do Rico ao Pobre" de 2017 da Série B - juvenil


A Série B do futebol amador de Curitiba de 2017, categoria juvenil, teve o seu término no final de dezembro, em que o Caxias venceu o Nacional na disputa de pênaltis e consagrou-se o campeão do certame. Devido a isso, alguns jogadores ganharam destaques. Por isso, conforme todo ano criamos a Seleção do site Do Rico ao Pobre da Série B juvenil do futebol amador. Confira como ficou o escrete dos melhores jogadores de 2017 da Suburbana.

#SELEÇÃO DRAP
Por @doricoaopobre

Encerrado no dia de dezembro, a categoria juvenil da Série B da Suburbana foi o último campeonato do futebol amador curitibano a conhecer o seu campeão. Isso porque a competição ficou parada durante mais de 30 dias devido ao julgamento do Urano, eliminado nas semifinais pela escalação do atleta Patrick. O time do Xaxim, comandado por Cristiano Bassoli, vinha sendo a melhor equipe do campeonato e fechou sua participação com a melhor campanha, mesmo sem o título. Foram 9 vitórias e dois empates em 11 jogos, com 38 gols a favor e apenas 5 sofridos.

Mas quem ficou com a taça foi o Caxias, que se superou na decisão e venceu o Nacional em uma acirrada disputa de penalidades. Mesmo sem um goleiro de ofício - o goleiro Gabriel havia sido expulso no fim do jogo e não havia reserva - o rubro-negro conquistou a vitória e sagrou-se campeão após um ano longe dos gramados.

A Seleção DRAP da Série B juvenil ficou bastante democrática. Contando com o artilheiro Weverton, do Renovicente, seis das dezesseis agremiações foram representadas, mesmo com o "monopólio" do Urano na escolha. Montada no 4-3-3, meia defesa é do Urano. O goleiro Matheus, o zagueiro PH e o lateral-direito Gabriel. Completando o setor defensivo, o zagueiro João Victor, do Caxias, e o lateral-esquerdo Ortiz, do Nacional.

No meio de campo, Léo, do Nacional, e Lucas, do Olímpico, formam a dupla de volantes, com Jean, do Urano,sendo o homem da criação. No ataque, João Felipe, do Olímpico, e uma dupla de "Nathans". Nathan Rosa, do Urano, e Nathan Franco, do Santíssima Trindade. Ainda temos boa reposição nesse setor, com o artilheiro Weverton, do Renovicente, autor de 11 gols no torneio. No comando dessa equipe, Cristiano Bassoli, eleito também no ano anterior com o Bangú.


A metodologia na escolha foi uma votação entre os integrantes da equipe do site Do Rico ao Pobre.


Concordam? Discordam? Trocaria alguém? Mudaria a tática? Solte o seu pitaco:
Tecnologia do Blogger.