PROPAGANDA

[SUB 20] Paraná sofre virada de Mato Grosso e está eliminado da Copa de Seleções Estaduais

A equipe do centro-oeste cresceu na segunda etapa e precisou de 20 minutos para fazer três gols (Foto: Emerson Pereira/Super Gol)
Pela terceira fase da Copa de Seleções Estaduais Sub-20, Paraná e Mato Grosso se enfrentaram na tarde deste domingo (10) no Estádio de Moça Bonita, em Bangu, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Apesar de terem aberto o placar com Gustavo Kamiensky, os paranaenses acabaram sofrendo a virada e foram eliminados com derrota por 3 a 1. Com isso, na próxima etapa, o time treinado por Gianni Adrianni irá encarar o Rio de Janeiro.

#COPA DOS ESTADOS
Por Emerson Pereira (Super Gol), em especial para o DRAP

PRÉ-JOGO: As duas seleções vinham invictas e líderes de seus respectivos grupos na segunda fase. O Mato Grosso deixou pra trás Minas Gerais e Amazonas no grupo 3 enquanto que o Paraná superou Espírito Santo e Rio Grande do Norte no grupo 6. Caso houvesse empate, o vencedor seria definido nos pênaltis.

PRIMEIRO TEMPO: O intenso e tradicional sol de Bangu castigou os times durante o primeiro tempo. A primeira oportunidade clara de gol surgiu somente aos 25 minutos, pelo lado do Mato Grosso. No lance, Vinicius tocou na saída do goleiro Guilherme e a bola seguia o caminho da rede, mas o zagueiro Guilherme Chiesa tirou na linha. 

Passado o susto, o Paraná passou a administrar a posse de bola e quase abriu o placar aos 33’, quando Gustavo fez jogada individual pela esquerda e cruzou rasteiro na direção de Jhonny. Livre, o camisa 5 mandou por cima do travessão e perdeu um gol inacreditável.

O Paraná seguiu com o bom momento e perfurou o bloqueio mato-grossense no minuto final, aos 45. Gustavo Kamiensky recebeu na entrada da área e arrematou para superar o goleiro João Pedro, que foi traído pelo quique da bola. 1 a 0, resultado da etapa inicial.

Foi o primeiro e único gol de Gustavo Kamiensky na competição (Foto: Emerson Pereira/Super Gol)
SEGUNDO TEMPO: O Mato Grosso foi cirúrgico na volta do intervalo. Em menos de dois minutos, a equipe do Centro-Oeste já havia virado o marcador. Com alguns segundos de bola rolando, João Guilherme foi acionado e tocou na saída de Guilherme para empatar. Logo na sequência, novamente o camisa 11 apareceu ao arriscar da meia-lua e contar com a colaboração do arqueiro rival: 2 a 1.

E a tarde parecia ser de João Guilherme. Aos seis, ele foi lançado por Vinicius e finalizou, mas Guilherme se redimiu da falha anterior para fazer grande defesa e salvar o Paraná. Contudo, de pouco adiantou. O terceiro tento saiu em cobrança de falta de Vinicius no canto esquerdo, aos 20’. Antes, Uelber acabou punido com o cartão vermelho por ser o último homem e deixou o Paraná com um a menos.

Atrás no placar, o time do Sul do Brasil foi para o tudo ou nada. Com isso, acabava dando espaços para a rápida equipe do Mato Grosso, que quase chegou ao quarto gol na reta final do jogo. Ricardo recebeu com total liberdade na área, limpou o único oponente e chutou na trave esquerda. Porém, não havia tempo para mais nada: 3 a 1 para os mato-grossenses, classificados à fase seguinte.

Duas vitórias, uma derrota, seis gols marcados e quatro sofridos. Essa foi a campanha da seleção paranaense na Copa dos Estados (Foto: Emerson Pereira/Super Gol)
OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

MATO GROSSO: João Pedro; Lenardo, Matheus Rocha, Lucas Queiroz e Kaique; Brenno (Edson), Vinicius (Matheus Leite), Igor (Luan) e Fernando; Ricardo e João Guilherme. Técnico: Gianni Adrianni.

PARANÁ: Guilherme; Matheus Dias, Ricardo Souza, Guilherme Chiesa e Caio; Jhonny, Uelber, Anderson (Warley) e Gabriel; Andley (Denilson) e Gustavo Kamiensky (Vanderlei). Técnico: Luciano Simm.

FICHA TÉCNICA – MATO GROSSO  3 X 1 PARANÁ XXXXXXXXXXXXXXXXX

ÁRBITRO: Pathrice Wallace Corrêa Maia - RJ
ASSISTENTE 1: Luiz Antonio Muniz de Oliveira – RJ
ASSISTENTE 2: Carlos Henrique Cardoso de Souza – RJ
GOLS: Gustavo Kamiensky aos 45’ do 1°T (Paraná); João Guilherme a 1’ e aos 2’ do 2°T e Vinicius aos 20’ do 2°T (Mato  Grosso).
__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO
Tecnologia do Blogger.