PROPAGANDA

Mais "inteiro" fisicamente, Iguaçu faz dois gols no segundo tempo e conquista a Suburbana

Luisinho Neto levantando mais uma taça em sua carreira como jogador de futebol. Foto: Vinicius do Prado
Iguaçu e Trieste jogaram na tarde de hoje (9) no Estádio Egydio Ricardo Pietrobelli, em Santa Felicidade, o terceiro confronto da fase final da Divisão Especial do futebol amador de Curitiba de 2017. Precisando vencer na terceira partida da final, o alvinegro italiano foi mais ofensivo que o Trieste durante os noventa minutos. Na segunda etapa, o técnico do Iguaçu, Juninho, coloca o atacante Igor na partida, que faz os dois gols do título do alvinegro de Santa Felicidade.


#SUBURBANA 2017
Por @luizkozak

PRÉ-JOGO: O bom público no Estádio Egydio Pietrobelli estava animado para mais um "clássico da polenta" no bairro de Santa Felicidade. De um lado, o Trieste, com a melhor campanha da primeira fase e com a vantagem do empate na terceira partida para conquistar o título. De outro, o tradicional Iguaçu, que venceu a a segunda partida, após exibição de gala do meia atacante Hydeo, e vinha embalado para decidir o campeonato na sua casa após sorteio de mando no meio de semana.

PRIMEIRO TEMPO: Precisando do resultado, o alvinegro foi logo ao ataque. Aos 7 minutos, Luisinho Netto cruza para Hydeo, que não alcança a bola. Um minutos depois, o próprio Hydeo bate escanteio e o goleiro Rodrigão afasta. Aos 22, Feijão faz boa jogada pela direita e toca para Hydeo, que domina e bate para o gol. O chute foi perigoso, mas foi para fora. Três minutos depois, Feijão ganhou de Balsa na dividida, bate no canto direito de Rodrigão, que toca na bola, evitando o gol do Iguaçu.

O Trieste respondeu aos 29, com falta cobrada por Bruno Batata. A bola passa por cima da barreira e obriga Felipe a praticar excelente defesa. Com o bom momento triestino na partida, Neto cobra escanteio na cabeça do zagueiro Romero. A bola explode no travessão, sendo a jogada mais perigosa do 1º tempo da final. Aos 36, Feijão dribla Balsa e entra livre na grande área. Rodrigão faz uma belíssima ponte e manda para escanteio.

Feijão foi um dos destaques da terceira partida da final. (Foto: Vinicius do Prado)
No último lance da primeira etapa, o veterano Luisinho Netto cruzou da direita para Marcelo Tamandaré, que cabeceou para fora. Fim de primeiro tempo, 0 a 0, resultado favorável para o Trieste.

SEGUNDO TEMPO: Aproveitando a vantagem por jogar em casa, o Iguaçu adiantou ainda mais o seu jogo. Logo aos 3 minutos, Luisinho Netto cobrou escanteio, Tamandaré escorou para Dudu, que se esticou. Mas não alcançou a bola.

No lance seguinte, Feijão recebeu cruzamento da direita, bateu cruzado e a zaga tirou em cima da linha. Com o tempo passando contra as ambições do Iguaçu, o técnico Juninho sacou Alaex Pinhais da partida e colocou em seu lugar o atacante Igor. A substituição surtiu efeito e aos 22', após lançamento de Léo Gago (outro jogador que entrou na segunda etapa), Igor driblou o zagueiro xará do Trieste e tocou na saída de Rodrigão. 1 a 0 para o Iguaçu.

Igor, o cara do jogo. Autor de dois gols. (Foto: Vinicius do Prado)
Com a desvantagem no placar, Ivo Petry colocou Edu Salles para tentar a reação triestina. Mas o Iguaçu ainda dominou as ofensivas e aos 24 Hydeo bateu da entrada da área, mas a zaga do Trieste interrompou o ataque. Aos 33, o predestinado Igor recebeu cruzamento da direita e empurrou para as redes, sem chances para Rodrigão. 2 a 0 para o Iguaçu, animando a torcida do alvinegro no Egydio Pietrobelli.

A partir do segundo gol, o Trieste foi pra cima do time da casa, com ataques capitaneados por seu camisa dez, o meia Marquinhos Lima. A pressão triestina não surtiu efeito e aos 41' Igor sofreu pênalti após falta de Mateus Bodão. Tamandaré foi para a cobrança, mas Rodrigão evita o terceiro gol do Iguaçu.

Fim de jogo no Egydio Pietrobelli. Com a vitória, o Iguaçu vence seu décimo título da história, reforçando sua força e tradição no futebol amador de Curitiba.

POSTÊR DO CAMPEÃO XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

IGUAÇU: Iguaçu: 1 Felipe; 2 L.Netto, 3 Dudu, 4 Emerson e 6 Tonton (Léo Gago); 5 Douglas, 8 Helton, 20 Hideo e 7 Feijão; 10 Tamandaré e 11 Pinhais (Igor). Técnico: Juninho 

TRIESTE: 1 Rodrigão; 2 Neto, 3 Igor, 4 Romero e 6 William (Crasso); 5 Grillo, 8 Danilo, 10 Marquinhos e 7 Orlei (Bodão); 9 Batata e 11 Cambalhota (Edu Salles). Técnico: Ivo Petry

FICHA TÉCNICA – IGUAÇU X TRIESTE XXXXXXXXXXXXXXXX

GOLS: Igor aos 22' e 33' do 2º tempo.
ÁRBITRO: Paulo Roberto Alves Jr.
ASSISTENTES: Ivan Carlos Bohn e André Luiz Severo

MELHORES MOMENTOS (VÍDEO) XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO
Powered by Blogger.