PROPAGANDA

[JUVENIL] Caxias vence Nacional e leva vantagem no segundo jogo da decisão

João Victor, chutou de muito longe e o goleiro do Nacional falhou. O zagueiro fez o gol que garantiu a vitória do Caxias (Foto: Yuri Casari)
Na tarde deste sábado (9), Caxias e Nacional se enfrentaram pelo jogo de ida da final do campeonato amador juvenil da Série B, no Estádio João Santana da Silva, no bairro do Boqueirão. O Rubro-Negro marcou no início e segurou até o final o placar de 1 a 0. A equipe do Nacional teve um maior domínio de posse de bola, porém não conseguiu ter calma para acertar nas finalizações. A equipe alvianil ainda teve um pênalti a seu favor e errou, o arqueiro Gabriel foi decisivo no resultado.

#JUVENIL 2017

PRÉ-JOGO: O Nacional chegou nessa final com a 2ª melhor campanha do campeonato. Já o escrete do Caxias obteve a classificação após julgamento no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-PR). A equipe rubro-negra foi eliminada na semifinal pelo time do Urano. No entanto, o azulão da Vila São Pedro que havia se classificado para a final foi punido por utilizar um jogador irregular e com isso, a equipe rubro-negra ganhou a vaga na final.

PRIMEIRO TEMPO – O confronto iniciou movimento e nos primeiros minutos o time alvianil saiu em desvantagem aos 6'. O Caxias marcou o gol no início e foi eficiente. Entretanto, o Nacional foi quem teve um volume de jogo maior e até correu atrás do empate. Os visitantes tiveram ao ser favor uma cobrança de pênalti, mas desperdiçaram. A equipe da casa criou o primeiro lance de ataque aos 6’. Após um chutão de João Victor para frente, o goleiro do Nacional saiu mal e falhou. A bola passou por ele e entrou. 1 a 0 para o Caxias.

Aos 21’, um jogador do Nacional foi derrubado na grande área. O juiz Danilo Faria assinalou o pênalti. Felipe Augusto bateu forte e alto. Gabriel pulou e defendeu. O arqueiro rubro-negro salvou a equipe da casa. O Nacional correu atrás do empate. Arriscou de fora da área aos 27’ um arremate forte e alto, Gabriel se esticou e mandou para escanteio. Novamente aos 38’, o time visitante assustou, Guilherme Matogrosso invadiu a área e cruzou, mas nenhum jogador do Nacional conseguiu aproveitar a oportunidade. Com isso, o placar persistiu em vantagem a equipe do Caxias até o apito final da etapa inicial.

O rubro-negro foi aplicado na marcação e segurou o Nacional (Foto: Yuri Casari)

SEGUNDO TEMPO – No retorno para a etapa complementar, o treinador Alexandre Alemão, procurou alterar a estratégia a equipe. Modificou posições dos jogadores em campo e utilizou as cartas que teve na manga (banco). Do outro lado, a zaga do Caxias foi aplicada na marcação. Não deu mole para o ataque alvianil e o esforço do setor defensivo do rubro-negro foi importante para a manutenção do placar até o fim.

Aos 3”, o atacante Thiago apareceu na área rubro-negra, porém chutou sem direção. O troca-troca resultou em Nacional atacando. Aos 27’,  Eli bateu falta pelo lado esquerdo de ataque do time visitante. A bola foi alta e quase entrou na gaveta. Mas o arqueiro do Caxias deu um tapa para escanteio. Não deu outra, a pressão foi nítida e Aos 35’, Ortiz quase alcançou um lançamento, mas o goleiro Gabriel foi mais rápido. Aos 41’, o Caxias ainda bateu uma falta com Wellington por cima do gol. Essa foi a última chance de perigo na partida. O placar mínimo permaneceu até o fim em Caxias 1 a 0 Nacional.

O rubro-negro foi aplicado na marcação e segurou o Nacional (Foto: Yuri Casari)
O Rubro-Negro poderá ser campeão se vencer ou empatar a próxima partida na decisão. Já o Nacional necessita vencer por diferença dois gols ou mais para levar o caneco. Se a equipe alvianil vencer por 1 a 0, a taça será decidida nos pênaltis. A partida ocorrerá no próximo sábado (16). 

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

CAXIAS: 1 Gabriel; 2 Samuel, 3 João Victor, 4 Emanuel e 6 Gabriel Cruz; 5 Kleberson, 7 Lincoln, 8 Wellinton, 10 André (15 Mineiro); 9 Mateus e 11 Tales. Técnico: Nil

NACIONAL: 1 Wagner, 2 Samuel, 3 Felipe Augusto, 4 Lucas e 6 Ortiz; 5 Leonardo, 7 Eli, 8 Guilherme Matogrosso  e 17 Pfeifer (18 Diego) ((14 – Matheus Piauí)); 9 Tiago e 11 Matheus.  Técnico: Alexandre Alemão.

FICHA TÉCNICA CAXIAS 1 x 0 NACIONAL XXXXXXXXXXXXX

GOLS: João Victor aos 6” do 1º tempo (CAX);
CA: Lincoln, Samuel, Tiago (CAX);
Árbitro: Danilo Simão Lagroteria Oliveira Faria
Assistente 1: Daniel Olivio Tschöke
Assistente 2: André Assunção Estevan
Delegado: Diogo Lunardi Moreira

__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO
Tecnologia do Blogger.