Voltando a atuar bem, Paraná vence a Luverdense e se reabilita na Série B

Vitor Feijão foi um dos personagens da vitória tricolor  FOTO: Vinicius Prado
Na noite desta sexta-feira (10), o Paraná Clube venceu a Luverdense por 2x0. Os gols da partida foram marcados por Vitor Feijão e Robson. O tricolor dominou a partida e pouco sofreu em sua defesa. A Luverdense por sua vez, tentou pressionar mas sempre parava na boa defesa paranista.

#SÉRIE B 2017                                                                                
Por @leodulcio

PRIMEIRO TEMPO - partida começou quente, com boas chances criadas por ambas as equipes. Com 2’, Sergio Mota acertou uma bomba de fora da área, a bola pingou na frente de Richard que espalmou a bola para a linha de fundo.Com 11’ o tricolor chegou perto de abrir o placar. Róbson fez boa jogada individual, invadiu a área e tocou para Renatinho que, pressionado pela marcação, finalizou sem muita força para boa defesa de Diogo Silva.

Aos 16’ o Paraná tirou o zero do placar. Cristovam fez boa jogada pela ponta direita, invadiu a área e cruzou para Vitor Feijão, que só teve o trabalho de tocar para o fundo das redes e fazer a alegria da torcida tricolor. Aos 22’, novamente a equipe de Lucas do Rio Verde chegou com um chute de fora da área. Sergio Mota recebeu próximo a meia lua da área e soltou uma bomba, que caprichosamente explodiu no travessão de Richard.

Mas com 30’, o Paraná respondeu na mesma moeda. Renatinho fez boa jogada individual pela ponta esquerda, invadiu a área e cruzou na marca do pênalti para João Pedro, que finalizou forte no travessão. Antes do juiz apitar o final da primeira etapa o Paraná teve mais uma chance de ampliar a vantagem. João Pedro cobrou escanteio no segundo pau para Eduardo Brock, que cutucou de cabeça na rede pelo lado de fora.

Tricolor foi valente na vitória (FOTO: Vinicius Prado)
SEGUNDO TEMPO - As equipes voltaram para a segunda etapa sem mudanças. Somente aos 11’, o Paraná chegou com perigo. Em cobrança de falta da intermediária, Brock soltou um foguete rasteiro, obrigando o goleiro Diogo Silva a fazer uma defesa em dois tempos. Com 16’ a Luverdense seguiu assustando com os tiros de longa recebeu na meia lua da área e chutou colocado assustando a meta de Richard.

Aos 30’, o Paraná Clube ampliou a vantagem. Após bela troca de passes entre Vitor Feijão e Renatinho, o camisa 10 tocou para o meio da área onde estava Robson que encheu o pé pro fundo das redes e levou a galera ao delírio na Vila. No restante da segunda etapa o tricolor controlou a partida e pouco foi agredido pelo seu rival. Com a vitória o tricolor sobe temporariamente para a terceira colocação (Ceará ainda não jogou na rodada) com 59 pontos, já a Luverdense fica na 16° posição com 40 pontos.

Robson fechou o placar na Vila   FOTO: Vinicius Prado
OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

PARANÁ CLUBE: 01- Richard; 02- Cristovam; 03- Maidana; 04- Eduardo Brock; 06- Rayan; 05- Vinícius Kiss; 08- Gabriel Dias (16- Leandro Vilela); 10- Renatinho; 07- Victor Feijão (19- Alemão); 11- João Pedro (18- Zezinho); 09- Róbson. Técnico: Matheus Costa.

LUVERDENSE: 01- Diogo Silva; 02- Aderlan; 03- Pablo; 04- William; 06- Paulinho; 05- Ricardo; 08- Moacir (17- Alaor); 07- Douglas Baggio (19- Rafael Silva); 10- Sergio Mota; 11- Rafael Ratão e 09- Alfredo (20- Léo Cereja). Técnico: Junior Rocha.

FICHA TÉCNICA: PARANÁ 2x0 LUVERDENSE XXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

GOLS: Paraná Clube: Vitor Feijão (16’/1°T) e Robson (30'/2°T).
AMARELOS: Paraná: Renatinho; Luverdense: Douglas Baggio;
PÚBLICO: 13.038 torcedores.
RENDA: R$ 196.885.
__________________________________________

DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO