Rodrigão, o destaque do confronto entre Iguaçu e Trieste


No último sábado (25), Iguaçu e Trieste realizaram o primeiro duelo da fase final da Divisão Especial do futebol amador de Curitiba de 2017, no Estádio Egydio Ricardo Pietrobelli. Não muito diferente dos clássicos anteriores entre os dois escretes tradicionais do bairro de Santa Felicidade, o equilíbrio esteve presente e por isso o destaque da partida ficou para quem esteve e trabalhou muito debaixo da trave. Confira a 68ª figurinha DRAP de 2017:


#FIGURINHA DO JOGO
Por @rafaelbuiar

O clássico italiano teve um hiato de 40 anos sem ser disputado em uma final de campeonato. Ou seja, a expectativa foi grande para o confronto de 2017 e que aconteceu justamente na semana de aniversário do bairro de Santa Felicidade. Partindo desta premissa, a equipe visitante tinha outro ponto a ser quebrado, já que dos últimos nove confrontos não conseguiu vencer o escrete alvinegro e que também é o atual campeão.

Mas com bola rolando, os números do passado ficaram para trás. Ou seja, o time do Trieste foi para cima e já nos primeiros ataques mostrou o porquê foi a primeira colocada na classificação geral e com o melhor ataque. Mas quis o destino que o gol válido pela equipe do tricolor fosse contra, do volante Herick, com 6’ de jogo. 

Pois é, tudo pareceu que a equipe comandada por Ivo Petry fosse aproveitar o momento e marcar mais gols. Oportunidades não faltaram, já que a dupla de ataque, Bruno Batata e Edu Salles, tiveram chances claras de gol. Mas ficaram no quase e perderam o tempo de ampliar.  Sendo assim, a equipe alvinegra, comandada por Juninho, melhorou o seu posicionamento no meio de campo e passou a dar perigo ao Trieste.  Hideo foi o principal jogador do Iguaçu no meio campo. O japonês voador arrematou de fora da área algumas vezes e também foi o garçom da tarde, já que articulou e deixou seus companheiros na cara do gol.

Dentre as assistências, Igor teve duas oportunidades. Foi a partir deste momento que o arqueiro da equipe tricolor entrou em cena. Na primeira tentativa, do segundo tempo, Hideo no meio de campo deu um toque na bola e foi o suficiente para Igor ficar em ótima posição para o arremate. O atacante do Iguaçu fez o correto, mas o goleiro do Trieste fez melhor e evitou o gol de empate. Minutos depois, novamente Igor, arrematou do lado direito e Rodrigão fez ótima defesa.

Oportunidades que fizeram o time alvinegro a chutar mais a meta do goleiro triestino. Não deu outra, vários arremates de fora da área e o arqueiro do Trieste aliviando o perigo e deixando em vantagem a equipe visitante até o apito final. Um dos principais pontos para que a equipe do Iguaçu atacasse constantemente foi a expulsão do jogador do Trieste, Grilo, ainda na primeira etapa. Fato que fez com que o time alvinegro jogasse a frente por todo o segundo tempo e sofresse alguns contra-ataque. Mas sem sucesso.


Devido a isso, com defesas importante e que ajudou a equipe do Trieste a ficar com vantagem no placar, o goleiro Rodrigão foi o destaque do confronto entre Iguaçu e Trieste. Sendo assim, o camisa 1 do tricolor de Santa Felicidade foi a 68ª figurinha do site Do Rico ao Pobre de 2017.


__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO