GRECAL vence União Nova Fátima e alcança o primeiro triunfo na Terceirona

GRECAL enfim sentiu o gosto da vitória ((Foto: Gabriel Sawaf/Do Rico ao Pobre))
Na tarde dessa quarta-feira (01) GRECAL e União Nova Fátima fizeram o duelo entre os lanternas da Terceirona. Ambas as equipes não haviam vencido nenhum jogo até então e o time do interior levava vantagem por ter empatado um jogo na competição. Em campo, o embate fez jus a situação dos escretes, com poucas oportunidades, pouca criatividade e muito erros. Ai o diferencial fica na categoria e nisto o Azulão levou vantagem. Em duas cobranças de falta, Pavelski fez dois belos gols e deu os primeiros três pontos da competição ao escrete de Campo Largo

#TERCEIRONA
Por Gabriel Sawaf

PRÉ-JOGO: Não era um jogo de encher os olhos. GRECAL e União Fátima jogaram no estádio Atílio Gionedis buscando a primeira vitória no torneio. As duas equipes vieram de derrotas na rodada anterior. O Azulão perdeu para o Campo Mourão por 2 a 0, na casa do adversário, em uma derrota que foi muito lamentada. Já o Tricolor foi goleado pelo Cambé por 6 a 0 em Apucarana. Para o duelo em Campo Largo, o time da casa não contava com seu principal destaque na competição, o meia Wende, que sofreu uma lesão devido ao excesso de jogos em sequência, mas contava com o retorno de Jaílson Junior. Nos visitantes o que chamava a atenção era a falta de jogadores, tendo só um reserva disponível ao treinador Roberto Tim. 

PRIMEIRO TEMPO:   A partida começou muito truncada, sem maiores chances de perigo ou de domínio de alguma equipe. As equipes abusavam dos erros da meia cancha e não levavam perigo aos goleiros. A primeira oportunidade foi do GRECAL, aos oito minutos, em chega de Juninho para fora. Três minutos depois os visitantes responderam com Paulista, que aproveitou sobra da bola na área e errou o alvo.

O Nova Fátima conseguia ficar mais com a bola e tentava esboçar uma pressão, só que não chegou a assustar o goleiro Lilo Willian. O Azulão era quem mais chegava próximo ao gol. Aos 20 minutos Douglas Lima aproveitou cobrança de falta e cabeceou por cima do gol. Aos 25 minutos Gean fez boa jogada pela esquerda, invadiu a área e tocou para Juninho, que parou em boa defesa de Aranha. Dois minutos depois foi a vez de João Picoli tenta cruzar na área, errar, mas quase encobrir o goleiro e mandar a bola no travessão. 

O União levou perigo duas vezes seguidas nos pés Luiz. Na primeira oportunidade, aos 28 minutos, o camisa 5 chutou da entrada da área e a bola passou perto do gol. Aos 36 a finalização foi de fora da área, e quase foi no alvo de Lilo Willian. Os visitantes cansaram e o GRECAL aproveitou para pressionar. Quando a partida estava nos acréscimos, Gean sofreu falta próximo a entrada da área e Pavelski foi para a cobrança. O zagueiro colocou a bola no ângulo esquerdo de Aranha, marcando um golaço a abrindo o marcador no Atílio Gionedis.

Pavelski abriu o marcador nos instantes finais da primeira etapa ((Foto: Gabriel Sawaf/Do Rico ao Pobre))
SEGUNDO TEMPO: O treinador Marcos Melo voltou com Jailson Junior no lugar de Gean. Já o Nova Fátima veio com a proposta de ir para cima e buscar o empate. Com a saída do camisa 7, o GRECAL perdeu muito o seu jogo no meio, o que deu volume de jogo aos visitantes, que chegaram bem. Aos dois minutos Andrei aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou para defesa de Lilo Willian. Dois minutos depois foi a vez de o goleiro fazer boa defesa em cobrança de falta de Thiaguinho. Aos 11 minutos o União marcou com Paulista, mas o auxiliar interrompeu a comemoração assinalando impedimento.

O GRECAL só conseguiu chegar com perigo na segunda etapa aos 17 minutos, em cobrança de falta de Jailson Junior, que foi por cima do gol. O Tricolor ainda assustava e teve sua grande chance um minuto depois da chance dos mandantes. Paulista recebeu na área, chutou e parou em grande defesa de Lilo Willian. Na sobra, a bola ficou com Patrick Carioca, que só não marcou porque a zaga chegou junto na hora da finalização. O Azulão tentava ampliar o marcador na bola parada. Aos 23 minutos Jailson Junior cobrou falta na área, Aranha subiu junto com Juninho, e a bola pingou e saiu. O União também tentava chegar com a mesma arma, mas jogou quase todas as suas cobranças de falta para fora do estádio. Na melhor oportunidade em bola parada, Thiaguinho chutou para fora.

E foi esse lance tão lembrado no último parágrafo que decidiu o jogo. Juninho sofreu falta na meia lua. Na cobrança foi Pavelski, que, com muita categoria, cobrou por baixo da barreira (alá Ronaldinho Gaúcho) e marcou o segundo gol do GRECAL. Com a desvantagem no placar, o Nova Fátima foi com tudo para cima, mas não conseguiu assustar. Na única vez que levou perigo nos minutos finais, Thiaguinho fez boa jogada e parou em grande defesa de Lilo Willian. Fim de jogo e quem faturaram os três pontos foi o Azulão.

Agora ambas as equipes. Já eliminadas, viajam para encarar times que brigam para ficar no G4. O GRECAL vai até Verê, enfrentar o escrete da casa. Já o Nova Fátima encara o Batel, em Guarapuava. 

O segundo gol de Pavelski deu mais confiança ao GRECAL para garantir a primeira vitória na Terceirona (Foto: Gabriel Sawaf/Do Rico ao Pobre)
OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

GRECAL: 1. Lilo Willian; 4. João Picoli (20. Jonathan Ribeiro), 2. Gustavo, 5. Pavelski, e 3. Douglas Lima; 6. Fanny 7. Gean (25. Jailson Junior), 8. Russo e 10. Juninho; 9. Guilherme e 11. Renan Mineiro (18. Willner Indio)Tec. Marcos Melo.

UNIÃO NOVA FÁTIMA: 1. Aranha; 19. Souza, 4. Alisson, 13. Andrei e 6. Diogo; 5. Luiz, 7. Paulista, 8. João Vitor (20. Rogério) e 10. Patrick Carioca; 9. Thiaguinho e 11. Icaro. Tec. Roberto Tim.

FICHA TÉCNICA – GRECAL 2 X 0 UNIÃO NOVA FÁTIMA XXXXXXXXXXXXXXXXXXX

ÁRBITRO: Jhonathan Fossa da Cruz.
ASSISTENTES: André Assunção Estevan (1) e Daniel Olóvio Tschoke (2).
GOLS: Pavelski, aos 45' do 1ºT e aos 35' do 2ºT (GRECAL)
AMARELOS: Douglas Lima e Jailson Junior (GRECAL); Patrick Carioca, Alisson, Luiz, Aranha, Paulista e Rogério (Nova Fátima).