GRECAL é derrotado pelo Batel e se despede da Terceirona


Marcelinho fez um belo gol de falta e ajudou no triunfo do Batel (Foto: Gabriel Sawaf/Do Rico ao Pobre)
 Na tarde desta quarta-feira (08) o GRECAL encarou o Batel, em Campo Largo, pela última rodada da primeira fase da Terceirona. Enquanto o Azulão entrava em campo só para cumprir tabela e tentar encerrar dignamente o campeonato, o Rubro Negro vinha para carimbar sua classificação e sonhava em até chegar à liderança. E não deu em outra. O escrete de Guarapuava conseguiu uma vitória por 3 a 0, com gols Renan, Marcelinho e Dan, e agora vai encarar o REC na briga pelo acesso, caso a tabela não se altere. Já o escrete campo-larguense se despede do certame na penúltima colocação, com três pontos, e já pensa em 2018.

#TERCEIRONA
Por Gabriel Sawaf

PRÉ-JOGO – O embate no Atílio Gionedis marcava situações totalmente opostas na tabela. De um lado o Batel, que vinha de Guarapuava embalado por uma goleada sobre o União Nova Fátima no último domingo (05) e precisava de apenas um empate para confirmar a classificação para as semifinais, mirando também fazer saldo, para tentar chegar ao segundo lugar ou até mesmo a liderança (caso ocorresse um tropeço de São Joseense e REC), para decidir o acesso em casa. Já o GRECAL já estava eliminado fazia três rodadas e tentava se despedir da temporada com uma vitória, que o faria ultrapassar o Arapongas na tabela e encerrar o campeonato na 7ª colocação.

PRIMEIRO TEMPO -  A partida começou com o Batel já propondo a partida, conseguindo dominar o jogo. O escrete dos Campos Gerais queria conseguir saldo na Região Metropolitana e já teve a primeira chance aos dois minutos, quando Sobenko aproveitou cruzamento e testou para fora. Três minutos depois foi a vez de Marcelinho arriscar e errar o alvo. A pressão batelina foi interrompida por um lance grave. Juninho foi dividir a bola com Sobenko e acabou levando a pior, deslocando o joelho e proporcionando uma cena preocupante a todos os presentes. A partida ficou paralisada por sete minutos para o atendimento do jogador, que deixou o estádio de ambulância.

Com a bola a rolando a pressão continuou sendo rubro negra. Porém, um dos destaques do GRECAL no campeonato queria aparecer. Aos 20 minutos Lucas Lourenço arriscou para Lilo Willian fazer sua primeira defesa no jogo. Depois o time da casa conseguiu anular um pouco das jogadas do adversário, conseguindo não levar muitos sustos, mas sem conseguir chegar com perigo ao ataque. O Batel, apesar de não chegar mais com a mesma intensidade, continuou com a bola, e o domínio resultou em rede balançando. Aos 36 minutos Braga foi lançado na área, driblou o goleiro e tocou para Renan, que abriu o marcador.

O Lobo seguiu com o controle da partida após inaugurar o marcador e só não ampliou o marcador por conta do camisa 1 campo-larguense. Aos 47 minutos Marcelinho chutou para boa defesa de Lilo Willian. Dois minutos depois foi a vez do camisa 10 invadir a área e chutar para fora. O GRECAL ainda tentou assustar nas bolas parada, sem sucesso, encerrando a primeira etapa (aos 56 minutos) com o placar mínimo a favor do Batel.

Batel abriu o marcador na primeira etapa  (Foto: Gabriel Sawaf/Do Rico ao Pobre)
SEGUNDO TEMPO – Assim como na primeira etapa, a segunda começou com o Batel pressionando. Aos três minutos Braga fez boa jogada e tocou para Marcelinho, que chutou para fora. Mas, apesar do susto inicial, o GRECAL voltou melhor e conseguiu ficar mais no campo de ataque e criando chances. Aos 13 minutos Jailson Júnior chutou de longe e obrigou Doni a fazer boa defesa.

Levando sufoco e com pouca vantagem no marcador, Marcelo do Ó mexeu no time, colocando Baiano no lugar de Renan. A mudança deu resultado e o Rubro Negro conseguiu ficar mais com a bola, criando oportunidades. Aos 15 minutos Pety recebeu e chutou para fora. Dois minutos depois foi a vez de Braga ficar cara a cara com Lilo Willian e ver o arqueiro fazer grande defesa. Na sobra, Lucas Lourenço isolou. Se a bola rolando não estava funcionando o jeito foi apostar na bola parada, que deu resultado. Aos 19 Marcelinho cobrou falta da entrada da área e marcou um golaço, ampliando o marcador.

Com 2 a 0 no placar, o Batel cresceu ainda mais o seu domínio e viu o goleiro Lilo Willian. Primeiro defendeu o chute de Pety, aos 22. Três minutos depois fez um milagre após cabeçada de Baiano. No lance seguinte, o arqueiro defendeu mais uma chegada de Pety. Aos 32 foi a ver de parar chegada de Braga em uma grande defesa. Em 10 minutos o camisa 1 do Azulão fez quatro grandes defesas, que renderam elogios até do banco adversário.

O GRECAL viu sua vida complicar aos 37 minutos, quando Marquinho recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Dois minutos depois Russo derrubou Baiano na área, pênalti. Se Lilo Willian estava em vantagem com a bola rolando, na bola parada foi derrotado. Dan bateu firme a penalidade e deu números finais ao jogo. O clima ainda esquentou aos 41, quando Renan Mineiro deu um carrinho por trás em Braga e foi expulso, irritando o banco do Batel. Após o estresse, mais alguns minutos e o árbitro apontou o círculo central.

Agora o Batel vai encarar o Independente São Joseense, que empatou sem gols com o Cambé, na disputa pelo acesso. Isto se não houver alteração na tabela. Há um boato de que o time alvinegro entrará na justiça por conta do jogo contra o REC (o qual perdeu por W.O por não indicar um estádio dentro do prazo). Caso vencesse este duelo, o Galo estaria classificado. A outra semifinal está prevista entre REC e Verê.

Dan fechou o marcador de pênalti  (Foto: Gabriel Sawaf/Do Rico ao Pobre)

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

GRECAL: 1. Lilo Willian; 5. Cassio Bahia, 2. Gustavo, 4. Jonathan Ribeiro (16. Russo) e 3. Douglas Lima; 6. Fanny (14. Cabelo), 8. Gean, 7. Marquinho e 10. Juninho (19. Jaílson Júnior); 9. Guilherme e 11. Renan Mineiro. Técnico: Marcos Melo

BATEL: 1. Doni (12. Testa); 2. Josimar, 3. Matheus, 4. Sobenko e 6. Adir; 5. Lucas Lourenço, 8. Dan e 10. Marcelinho (17. João Murilo); 7. Renan (18. Baiano), 9. Braga e 11. Pety. Técnico: Marcelo do Ó.

FICHA TÉCNICA – GRECAL 0 X 3 BATEL XXXXXXXXXXXXXXXXXXX

ARBITRAGEM: Diego Henrique Bueno.
ASSISTENTES: João Cleber Ceccatto (1) e Sergio Henrique Monteiro (2).

GOLS: Renan, aos 36’ do 1ºT , Marcelinho, aos 19’, e Dan, aos 39’ do 2ºT (Batel).
CARTÕES AMARELOS: Jonathan Ribeiro, Marquinho e Russo (GRECAL); Sobenko, Lucas Lourenço, Renan e Baiano (Batel).

CARTÕES VERMELHOS: Marquinho e Renan Mineiro (GRECAL).