Bruno Batata, o destaque do duelo entre Trieste e Operário Pilarzinho

Foto: Cleiton Cruz/Do Rico ao Pobre
 Bruno Batata, centroavante do Trieste atuou como um pivô clássico, no segundo gol a favor do tricolor da colônia, após cobrança de escanteio ele fez um passe de cabeça para Marquinhos Lima marcar. No último sábado (11) Operário Pilarzinho e Trieste se encontraram no Bortolo Gava pela partida de ida das semifinais da Divisão Especial da Suburbana. O jogo terminou com vitória do Trieste de 2x0. As equipes irão jogar novamente no próximo sábado (18), no Francisco Muraro, em Santa Felicidade

#FIGURINHA DO JOGO


O centroavante teve presença de área, ganhava a maioria das jogadas em que a bola que era alçada pelo alto. O jogador tinha um bom posicionamento dentro e fora da área nessa partida. Quando recebia a bola, ele jogava de costas para a defesa adversária, era rápido e distribuía passes rasteiros para os seus companheiros.

A equipe triestina, marcou com Neto de cabeça aos 2’. O chuveirinho na área era arma do escrete triestino. Aos 20” o jogador destaque entraria em cena. Marabá cobrou escanteio, o camisa 9 “usou a cuca”, e fez um passe de cabeça (uma casquinha), a bola caiu nos pés de Marquinhos Lima que chutou de primeira: forte e alto. Estufando a baliza adversária e ampliando a vantagem italiana na partida. Na segunda etapa, o atacante recebeu passes e na maioria das vezes saía da área, vindo buscar o jogo. Muito em função da estratégia do Trieste que recuou na segunda etapa, administrando o placar construído. Bruno Batata era um pivô neste momento.

Pelo lado do Pilarzinho, o goleiro Juninho fez uma excelente partida. Firme em suas defesas, principalmente no segundo tempo, quando impediu o terceiro gol triestino em um contra-ataque da equipe italiana. Ele protagonizou um lance memorável ao defender dois chutes seguidos à queima roupa.

Sem dúvida, o centroavante de 32 anos ainda tem condições de disputar campeonatos profissionais. Os números reforçam essa condição: o camisa 9 é artilheiro da competição com 16 gols. O fator decisivo para o seu retorno a Curitiba, foi estar próximo da família, que reside na capital paranaense.

O supercromo de Batata já está colado no álbum. Agora é só aguardar os próximos jogos, para termos novas figurinhas para colar nesse site.