Sob muita chuva, São Joseense vence GRECAL e se aproxima de classificação para a fase decisiva

Foto: Gil Pereira/Do Rico ao Pobre
Na tarde dessa quarta-feira (25) o Independente São Joseense recebeu o GRECAL, no Estádio do Pinhão. Em meio a uma chuva que caiu no começo ao final do jogo, o Tricolor dominou o duelo desde o primeiro tempo e conseguiu ir para o intervalo ganhando por 2 a 0. Na volta do intervalo o técnico Ageu manteve o time para frente, em busca de saldo de gol e logo fez o terceiro. A pressão se manteve, porém o placar ficou em 3 a 0.

#TERCEIRONA
Por Gabriel Sawaf

PRÉ-JOGO: A chuva caia forte em São José e o público não compareceu em peso no Estádio do Pinhão. Dentro de campo o São Joseense buscava voltar a vencer, após o empate conquistado no último lance diante o Batel. Já o GRECAL chegava de Campo Largo querendo alcançar sua primeira vitória na competição, após ser goleado por 7 a 2 pelo REC no último sábado (21). A novidade do Azulão era no banco, com a volta de Marcos Melo ao comando da equipe já que o mesmo foi o técnico ano passado. O treinador Plínio Carioca, que dirigiu o escrete nas três primeiras partidas, virou auxiliar técnico.

PRIMEIRO TEMPO:   O início do embate foi adiado por ausência de ambulância, que chegou cinco minutos atrasada. Com a bola rolando a chuva caía aos montes e o Independente pressionava o Azulão em seu campo, não deixando o adversário jogar. A primeira chegada dos mandantes foi aos seis minutos, em chegada de Evertinho pela direita, que chutou cruzado para fora. Aos poucos o GRECAL se encontrou em campo e foi buscar o seu espaço.

O São Joseense chegava pelas pontas, mas errava no último passe. Aos 17 minutos Evandro recebeu na área e Lilo Willian fez uma grande defesa. O GRECAL chegou com perigo aos 20 minutos, em finalização de Fanny que chutou para defesa de Juninho. No minuto seguinte Marques fez boa jogada pela direita e cruzou, Robinho furou e perdeu o gol, mas João Picoli e Lilio bateram cabeça e a bola sobrou para Wesley, que abriu o placar. A porteira abriu e o Tricolor foi para cima. Aos 26 minutos Evertinho fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Lucy, que marcou de cabeça.

Mesmo com a vantagem o São Joseense pressionava o adversário, buscando saldo de gol. E as chances aconteciam naturalmente. Aos 31 minutos Evertinho arriscou de fora e a bola foi em cima do gol. Aos 35 Marques recebeu na área e parou em defesa de Lilo Willian. Na cobrança de escanteio João subiu livre e a bola sobrou para Marques na entrada da pequena área, que chutou para fora. O time da casa controlava a bola e ficava no campo de ataque. Aos 45 minutos Lucy fez grande jogada, driblou o goleiro e chutou para fora, na última chance do primeiro tempo.

Wesley abriu o marcador para o São Joseense (Foto: Gil Pereira/Do Rico ao Pobre)
SEGUNDO TEMPO: A chuva não dava trégua e os guarda chuvas marcavam presença na arquibancada. O São Joseense começou apertando e logo aos 20 segundos Caio quase marcou na investida da saída de bola. Na cobrança de escanteio a bola ficou viva na área e Sotto perdeu grande chance. Mas aos dois minutos a pressão deu resultado. Marques arrancou pela direita e cruzou para Robinho que, livre, marcou o terceiro e o seu sexto gol no campeonato. O Tricolor continuou pressionando e buscando chegar a uma goleada. Aos sete minutos Lucy bateu falta fechada e Lilo defendeu. O GRECAL se lançava a frente e atacava em bloco. Aos 12 minutos Juninho soltou cobrança de escanteio e a bola sobrou para Jonathan Ribeiro, mas o goleiro se redimiu da falha e defendeu.

A bola escorregadia e o gramado mais pesado atrapalharam a fluência da partida. Buscando ampliar o saldo de gol, Ageu colocou Jader e Lapa no lugar de Camargo e Robinho, respectivamente. O escrete de Campo Largo se aproveitava das falhas do adversário para chegar no ataque, só que errava nos últimos passes. O São Joseense chegou até marcar o quarto gol, mas foi anulado por impedimento.

A busca pelo saldo de gol maior continuava pelo lado de São Joseense, mas os erros eram muitos na hora de definir. Aos 37 minutos Lucy bateu escanteio e o zagueiro quase marcou contra. Aos 40 minutos o camisa 10 bateu falta na cabeça de Caio e Lilo Willian fez grande defesa. Dois minutos depois Lucy lançou Lapa, que tentou tirar do goleiro e chutou na rede pelo lado de fora. Mesmo com a pressão, a rede não balançou novamente. Agora ambas as equipes viajam no final de semana. O São Joseense vai a Rolândia enfrentar o REC. Já o GRECAL vai a Campo Mourão enfrentar o Sport. 

Robinho fez o terceiro no começo da segunda etapa  (Foto: Gil Pereira/Do Rico ao Pobre)
OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

INDEPENDENTE SÃO JOSEENSE: 1. Juninho; 2. Marques, 3. Caio, 4. João e 6. Wesley; 5. Camargo (15. Jader), 8. Sotto e 10. Lucy; 7. Evertinho, 9. Robinho (19. Lapa) e 11. Evandro (18. Ardley). Tec. Ageu.

GRECAL: 1. Lilo Willian; 4. João Picoli (15. Alex), 2. Pavelski, 5. Jonathan Ribeiro e 6. Douglas Lima (20. Christhiano Cabelo); 7. Gean, 8. Fanny, 3. Wende e 10. Juninho; 9. Guilherme e 11. Marquinhos Hess (18. Willner Indio). Tec. Marcos Melo.

FICHA TÉCNICA – INDEPENDENTE SÃO JOSEENSE 3 X 0 GRECAL XXXXXXXXXXXXXXXXXXX

ÁRBITRO: Marcelo Rodrigues Masena.
ASSISTENTES: Alisson Bernardi Lovato (1) e Alexandre Santos (2).

GOLS: Wesley, aos 20’ do 1°T; Lucy, aos 26’ do 1ºT; Robinho, aos 2’ do 2ºT (São Joseense)