[JUVENIL] Nacional vence o Olímpico por 3 a 1 e está na final da Série B

Nacional saiu atrás do placar, mas se recuperou e buscou o resultado que classificou a equipe para a final da Série B (Foto: Cleiton da Cruz).
A vantagem do empate era do Olímpico, que ficou ainda mais perto da vaga na final ao abrir o placar com Lucas Malmann. O Nacional empatou ainda na primeira etapa com Tiago, e no segundo tempo, com gols de bola parada de Japa e Eli, o time do Boqueirão conquistou a classificação sem a necessidades dos pênaltis.

#Juvenil
Por Yuri Casari

Pré-jogo: Na partida de ida, o Olímpico havia vencido o Nacional por 1 a 0 e tinha a vantagem do empate. O time esmeraldino queria derrubar mais um favorito, enquanto o Nacional precisaria correr atrás do prejuízo no estádio 

Primeiro tempo: Precisando da vitória para seguir em frente, o Nacional já começou o jogo buscando o ataque. Mas assim como na partida de ida, o Olímpico encontrou o gol precocemente. Aos 10 minutos, Audrey cobrou falta na área, Wagner não segurou e Lucas Malmann, o "Ibra", completou de cabeça, aumentando a vantagem do Olímpico. 

Precisando de três gols para se classificar diretamente, o Nacional tentou se lançar novamente ao ataque, mas batia de frente na organizada defesa adversária. Dessa forma, as melhores chances foram na bola parada, duas vezes com Japa, aos 16 e 19. As duas cobranças pareciam até replay. Chute forte do capitão do Nacional e bola pela linha de fundo à direita do goleiro Marcos. 

Mas aos 21, Eli serviu Tiago pela direita, que deixou a bola quicar antes de chutar forte e empatar a partida, colocando fogo no jogo. Mesmo com o empate, o Nacional precisava de mais um gol. Mas ao invés de se animar e partir pra cima, quem passou a atacar mais foi o Olímpico, que dominou a parte final da primeira etapa. Aos 31, João Felipe ganhou na velocidade do marcador e bateu de chapa por cima do gol. Aos 36, Lucas Malmann completou cruzamento de cabeça e Wagner fez boa defesa. E aos 40, em novo cruzamento na área, Wagner soltou a bola novamente e ela bateu no travessão.

Assim como na partida de ida, o Olímpico marcou logo no início (Foto: Cleiton da Cruz)
Segundo tempo: No intervalo de jogo, o técnico Alemão deu uma bronca na garotada, audível mesmo para quem estava de fora do vestiário. E pelo início do segundo tempo, parece que surtiu efeito. O Nacional voltou melhor, mas ainda parecia longe de conquistar a virada. Aos 23, falta a favor do Nacional. O capitão Japa aproveitou a barreira mal posicionada, bateu por dentro e Marcos aceitou. Virada alvianil, que naquele momento levaria a decisão para os pênaltis. 

No minuto seguinte ao gol, Gabriel foi expulso por dar uma cotovelada em Jackson. Dessa forma, o Nacional ficou com um jogador a menos e teria problemas nos minutos finais. Mas em uma falta lateral de muito longe, Eli bateu cruzado a meia altura, ninguém cortou o lance e a bola foi morrer no fundo da rede. Era o gol da classificação do Nacional.

O Olímpico ainda tentou sufocar o Nacional nos instantes finais e quase foi premiado. Já nos acréscimos, bola na área e Jackson cabeceou e acertou a bola no travessão, ficando a centímetros de levar o jogo para os pênaltis. Ao apito final, comemoração do Nacional, que chega a mais uma final da categoria juvenil. A decisão será diante do Urano, colocando frente a frente as duas melhores campanhas da competição.

Caio (14) e Ortiz (2) cumprem promessa após a vitória, atravessando o campo de joelhos
(Foto: Cleiton da Cruz).

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

NACIONAL: 1 Wagner; 2 Ortiz, 3 Victor, 4 Japa e 6 Lima; 5 Leonardo, 8 Mateus (18 Diego e depois 15 Samuel), 10 Guilherme Mato Grosso (Amarildo) e 7 Gabriel; 11 Eli e 9 Tiago (17 Pfiffer). Téc: Alemão.

OLÍMPICO: 1 Marcos Paulo; 2 José, 3 Leonardo (18 João), 4 Glaubert e 6 Pedro (14 Fhelipe); 5 Andrey, 7 Lucas, 8 Jackson e 11 Élio; 10 João Felipe e 9 Lucas Malmann (23 Murilo). Téc: Mário Sergio.

FICHA TÉCNICA – NACIONAL 3x1 OLÍMPICO

ARBITRAGEM: Daniel Dantas Canário de Melo
ASSISTENTES: André Luiz Severo e Danilo Padilha Porse.
GOLS: Lucas Malmann, aos 10' e Tiago, aos 21' do 1º tempo; Japa, aos 23 e Eli, aos 31 do 2º tempo.
AMARELOS: Vitor, Japa e Gabriel (NAC); Jackson (OLI).
VERMELHOS: Gabriel (NAC).