Imperial vence Vila Sandra, escapa do descenso e rebaixa o rival

Foto: Arthur Henrique/Do Rico ao Pobre
 Na partida atrasada da 11ª rodada, Imperial e Vila Sandra jogaram no Octavio Silvio Niccco, sem presença de torcida. O embate definia o rebaixamento: que vencesse acabava, um empate rebaixava os dois. Em campo, as equipes se mostravam nervosas e fizeram um jogo com muitos erros de passes e de jogadas. Mas o Imperial errou menos e conseguiu pela cabeçada de Alex Sorocaba e no pênalti de Flamarion para se salvar da Série B

#SUBURBANA2017
Por Gabriel Sawaf

PRÉ-JOGO – A decisão do rebaixamento foi adiada uma semana. Por conta da violência, o clássico entre Imperial e Vila Sandra foi disputado só neste sábado (28). Ambas as equipes sabiam o que precisavam para não cair: vencer. Quem triunfasse se salvava, quem perdesse caia junto com o Palmeirinha. Um empate derrubava os dois. Sem espaço para outros resultados, os escretes entraram com formações ofensivas, que buscavam ofensividade e o jogo no ataque.

PRIMEIRO TEMPO – Com as equipes precisando sair para o jogo, a partida começou muito truncada no meio. Quem começou a escapar mais foi o imperial, que tentava se manter próximo à área. Aos quatro minutos veio a primeira oportunidade, após tabela de Lele com Fernandinho, que foi travada pela defesa adversária. O time da casa conseguiu acuar o time adversário no campo defensivo, mantendo uma certa pressão. Aos 14 minutos Fernandinho aproveitou sobra de chute e finalizou prensado, para defesa tranquila de Felipe.

A partida não fluía. O embate foi marcado por muitas faltas, erros de passes, chutões em divididas, os goleiros eram pouco acionados, e quando eram, era por conta de bolas paradas. Quem ficava mais com a bola era o Imperial, porém não se mostrava muito criativo e não chegava a ameaçar Felipe. A primeira chegada realmente perigosa foi aos 27 minutos. Fernandinho lançou Alex Sorocaba na ponta direita da área, o atacante invadiu e chutou na rede pelo lado de fora.

O Vila Sandra abusava nos erros de passes. A primeira chegada alvinegra foi graças a uma falha do arqueiro rival, aos 34 minutos. Nenê bateu falta da lateral, a bola estava nas mãos do goleiro Julio, que soltou, mas conseguiu segurar depois. Julio se redimiu no lance seguinte, após cobrança de falta de Lela, que bateu forte de longe e parou em grande defesa do goleiro. O Vila balançou as redes com Zé Ricardo, mas o bandeira anulou a jogada marcando impedimento. Os visitantes se animaram e melhoraram no jogo, e transformaram sua pressão em chances. Aos 37 minutos Leco aproveitou bola mal afastada por Flamarion e bateu rasteiro, a bola passou rente a trave. Dois minutos depois Nenê chutou de longe e a bola passou por cima do travessão. O Imperial ainda assustou aos 45 minutos, com chute de fora da área de Douglas que parou nas mãos de Felipe.

O primeiro tempo não teve muitas chances para ambos os lados (Foto: Arthur Henrique/Do Rico ao Pobre)
SEGUNDO TEMPO – O Imperial, que saiu da primeira etapa com quatro amarelados, voltou para a segunda etapa com três, colocando Samuel no lugar de Zeti. O Tricolor voltou melhor do intervalo e chegou com perigo aos quatro minutos, quando Baresi recebeu e arriscou da entrada da área, chutando por cima do gol. O Vila assustou três minutos depois, após boa jogada de Hantson pela esquerda, que invadiu a área e chutou para fora.

Os donos da casa perderam Fernandinho, que saiu lesionado, dando lugar para Londres. Aos dez minutos Alex Sorocaba bateu escanteio na cabeça de Douglas, que por pouco não abriu o placar. O camisa 11 tricolor fez outra chance perigosa aos 12, após cobrança de falta que parou em defesa de Felipe.

O Vila tentava entrar no jogo e para isto mexeu de vez, promovendo a entrada de Thiaguinho, Adriano e Leandro, no lugar de Hantson, Zé Ricardo e Clóvis, de uma só vez. Logo no lance seguinte Leco, aproveitou falha da defesa rival e parou em Julio. Em sequência, Adriano recebeu na área, chutou firme e a bola não entrou graças ao pé salvador de Biro. O jogo novamente voltou a ficar preso no meio, com muitos erros de passe e jogadas precipitadas. O Imperial começou a apostar mais nas bolas paradas. O gol Tricolor quase veio com Samuel, que fez jogada pela direita aos 26 e chutou para fora. No lance seguinte, o atacante puxou pela esquerda e cruzou na cabeça de Alex Sorocaba, que testou firme e abriu o placar

Em desvantagem no marcador, o Vila Sandra foi com tudo para o ataque, precisando na virada. Com o nervosismo do adversário, o Imperial conseguia controlar mais a bola quando estava com ela e levar perigo. Aos 32 minutos Samuel tabelou com Londres e finalizou para fora. De qualquer jeito o alvinegro buscava o gol. Aos 34 quase que um chute em cima de Leco não balançou as redes, sorte que Julio estava lá e fez a defesa. O Vila forçava faltas na lateral para colocar bolas na área. Em uma dessas chances Leco subiu sozinho, mas testou para fora.

Precisando da virada, Haroldo José fez mais três alterações, colocando Marcos Paulo, Maia e César para incendiar os minutos finais. Mesmo com os jogadores novos, o escrete alvinegro não conseguia furar a defesa tricolor. O juiz assinalou quatro minutos de acréscimo e fez o jogador ficar ainda mais quente. O Imperial aproveitou o nervosismo do rival e se aproveitou. Londres quase marcou de longe aos 47. E aos 48 Bambu fez boa jogada e foi derrubado na área e sofreu o pênalti. Flamarion foi para a cobrança e definiu o jogo e o rebaixamento de Vila Sandra e Palmeirinha.

Flamarion marcou de pênalti e fechou o caixão do Vila Ssndra (Foto: Arthur Henrique/Do Rico ao Pobre)

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

 IMPERIAL: 1 Julio; 2 Vermelho, 3 Flamarion, 4 Biro e 6 Adson (14 André); 5 Zeti (18 Samuel), 8 Baresi, 7 Lele (20 Japa_, 9 Fernandinho (16 Londres) e 10 Douglas; 11 Alex Sorocaba (19 Bambu). Técnico: Jardan Okonski.

VILA SANDRA: 12 Felipe; 2 Guilherme (19 Maia), 3 Lela, 4 Vinicius e 6 Jean; 5 Clóvis (21 Leandro), 8 Fabrício (20 Marcos Paulo) e 10 Nenê (17 Cesar); 7 Hantson (15 Thiaguinho), 9 Zé Ricardo (18 Adriano) e 11 Leco. Técnico: Haroldo José.

FICHA TÉCNICA – IMPERIAL 2 X 0 VILA SANDRA XXXXXXXXX

ARBITRAGEM: Luiz Alexandre Fernandes.
ASSISTENTES: Deniel Carvalho (1) e Zacarias Chumlhak (2).

GOLS: Alex Sorocaba, aos 27’ do 2ºT e Flamarion. aos 49’ do 2ºT (Imperial).

AMARELOS: Zeti, Biro, Lele e Baresi (Imperial); Clóvis, Guilherme, Nenê, Vinicius e Thiaguinho (Vila Sandra).