Igor, o destaque do clássico entre Iguaçu e Trieste

Igor mostrou boa visão de jogo na partida (Foto: Dudu Nobre)
No empate de 0x0 entre Iguaçu e Trieste, realizado no último sábado (30) no Estádio Egydio Ricardo Pietrobelli, Igor foi um dos destaques da partida. Mesmo com o placar fechado - o que em um primeiro momento daria a impressão de um jogo sonolento -, o ponta-de-lança criou jogadas e deu trabalho a zaga rival.  

#FIGURINHADOJOGO

Igor jogou como um ponta-de-lança pelo lado direito de ataque do Iguaçu. O atleta de 24 anos apresentou velocidade em suas jogadas ofensivas, e conseguir nas raras oportunidades de gol na partida deixar seus companheiros em condições de marcar.

O primeiro tempo de jogo foi equilibrado, o que fica difícil eleger um destaque. Igor foi presente na segunda etapa, onde as maiores chances de gol foram criadas.

Criativo, incomodava a defesa triestina, tanto que sofreu um tapa do zagueiro Jair aos 16”. Neste momento o clima esquentou entre os jogadores do alvinegro e do tricolor da colônia. A seguir, o árbitro expulsou o jogador do Trieste, após ter levado o segundo amarelo no jogo.

O camisa 11 iguaçuano criou a melhor chance do jogo. Ele encontrou um espaço na defesa adversária e fez excelente passe para Braian, que desperdiçou a oportunidade. O goleiro do time visitante fechou a baliza e impediu o gol do time da casa. As redes não balançaram, mas Igor se mostrou um ótimo garçom em campo, habilidade que Juninho usufrui ao escalar o escrete iguaçuano.
__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO