Fortaleza goleia Caxias e confirma o acesso à elite do amador de Curitiba

Depois de bater na trave em 2016, a torcida pode estar presente no acesso um ano depois e em casa. (Foto: Vinicius do Prado)
Fortaleza e Caxias jogaram ontem (28) no Estádio Antonio Monteiro Sobrinho, em confronto válido pelo jogo de volta da fase semifinal da Divisão de Acesso de 2017. Mesmo com a vantagem do empate, o escrete do Fortaleza não quis se poupar e impôs o seu ritmo. Com isso, a equipe comandada por Vilmar Assunção venceu com um placar elástico e decretou a vaga à elite do amador de Curitiba.


#SUBURBANA
Por @rafaelbuiar

PRÉ-JOGO: O escrete do Fortaleza venceu o primeiro duelo da fase semifinal por 2 a 1 e foi com a vantagem do empate no duelo em casa. Mas o tricolor do Gabineto foi à campo com três desfalques, Kairo, Thiaguinho e Piwi. Do outro lado, o Caxias que teve a missão de reverter o placar e vencer por mais de um gol para seguir na competição, mesmo sabendo que a equipe do Jardim Gabineto não perdeu nenhum jogo em casa.  

PRIMEIRO TEMPO: Com bola rolando, a equipe do Fortaleza já impôs o seu ritmo de jogo nos primeiros minutos de jogo, mesmo com a vantagem do empate. Destaque para o contra-ataque rápido do time da casa, que após cobrança de falta da equipe do Caxias e com poucos passes chegou a conclusão de Wuallyson, que deu um totózinho para encobrir o arqueiro Elegante e acabou acertando a trave. Não deu outra, o lance motivou ainda mais a equipe do Fortaleza, que com isso, passou a frequentar mais o campo de ataque. Ainda nos primeiros minutos, Roberto recebeu no meio de campo e foi para cima dos adversários. Deixou três e quando foi passar do quarto, pararam com falta.  Na cobrança, o lateral Dudu acertou novamente a trave do arqueiro Elegante. Mas aos poucos, o time do Caxias foi ficando bem postado e conseguiu fazer algumas ligações diretas, mas sem sucesso. Por isso, o time do Caxias só chegou em jogadas de bolas paradas, já que o time da casa impôs uma forte marcação logo nos primeiros minutos do confronto.  Porém, quem levou o primeiro cartão amarelo do jogo foi o time do Caxias, com GeeGê.

A equipe do Caxias não conseguiu vencer os dois embates da fase semifinal e no agregado perdeu em 7 a 2 para o escrete do Fortaleza. (Foto: Vinicius do Prado)
Percebendo isso, o camisa 10 do escrete do Fortaleza passou a chamar o jogo para si e organizou o meio de campo. Ou seja, não demorou muito para o gol do time da casa sair. Aos 18’, Geovani recebeu de Cafú, ainda no meio de campo, e foi para cima dos adversários e foi parado com falta próximo da área. Novamente, Dudu na cobrança. Mas desta vez o lateral colocou no fundo da rede e abriu o placar no Gabineto. Após o gol do escrete do Fortaleza, o time do Caxias passou a ter mais posse de bola e com isso, chegou algumas vezes a meta do arqueiro Valderson. As duas vezes aconteceu com o atacante Alan e com jogada de bola parada. Na primeira, em escanteio, o camisa 9 do Caxias sozinho desperdiçou a cabeçada. Três minutos depois, após cobrança de falta de Filipinho, Alan perdeu ótima oportunidade de empatar a partida. 

Mas a máxima do futebol é aquela, quem não faz leva. Foi o que aconteceu com o Caxias após essas duas oportunidades. Em roubada de bola no meio de campo, Roberto puxou o contra-ataque e deixou com Wuallyson que passou do zagueiro e cruzou na medida para Cafú ampliar o marcador no Estádio Antonio Monteiro Sobrinho, aos 33’. Minutos depois, com o placar a favor a equipe do Fortaleza, o treinador Fabinho do Caxias fez a primeira alteração na equipe. Sacou Nortinho e colocou Lucas. Mas o ritmo forte da equipe do Fortaleza continuou e Xiru recebeu de Roberto na entrada da área e não titubeou. Dominou e chutou forte a meta do arqueiro Elegante, que não conseguiu evitar o terceiro gol da equipe do Jardim Gabineto, aos 37’ da etapa inicial. Após o gol, a equipe da casa passou a tranquilizar e trocar passes no meio de campo até o fim da primeira etapa.

Pedro, que tinha acabado de entrar, ampliou o placar ao marcar o quarto gol do Fortaleza. (Foto: Vinicius do Prado)
SEGUNDO TEMPO: No retorno para a etapa complementar, o treinador Fabinho realizou alteração na sua equipe. O troca-troca do time do Caxias fez mudar a sua postura e com isso, ficou mais ofensivo, já que teve buscar o resultado. Logo aos 3’, Rafa sofreu falta próximo a meia lua. Geegê cobrou e diminuiu o placar ao colocar no canto esquerdo de Valderson, que pouco pode fazer para evitar o primeiro gol do Caxias. O gol deu ânimo a equipe do Caxias, que teve forças para continuar a pressionar. Mas a pressão não durou por muito tempo.

Com 17’, o treinador Vilmar mudou a sua equipe ao colocar Michael no lugar de Wuallyson, enquanto que do outro lado, Fabinho também mudou o seu ataque, ao sacar Alan e colocar Bruno. O troca-troca deu resultado para a equipe do Fortaleza, que com isso passou a ficar com mais volume de jogo. Não deu outra, aos 23’, Pedro roubou a bola do zagueiro próximo da área e colocou no fundo da rede, ampliando o placar em 4 a 1. Na sequência, Bruno teve a oportunidade de diminuir no placar. Mas acabou chutando para fora, para desespero do treinador Fabinho.

Nos minutos finais, após o quarto gol, o treinador Vilmar fez um atacadão de alteração no seu time. Entraram Juninho, Felipe e Everton nos lugares de Seco, Roberto e Cafú. Com o troca-troca ainda deu tempo da equipe da casa ampliar o placar, após troca de passes com Michael, o lateral Dudu fechou a conta em 5 a 1 para o Fortaleza. O embate foi encerrado com 40’, em consenso entre as duas equipes e o árbitro Selmo Pedro. 

2017, o ano do acesso do Fortaleza a elite do amador de Curitiba. (Foto: Vinicius do Prado)

ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

FORTALEZA: Valderson; Dudu, Seco (Everton), Marcão e Neguinho; Manfron, Roberto (Felipe), Xiru e Geovane (Pedro); Wuallysson (Michael) e Cafú (Juninho). Tec. Vilmar Assunção.

CAXIAS: Elegante; Nortinho (Lucas), William, Dionei e Rafa; GeeGê, Henrique (Gregori), Diego e Filipinho; Alan (Bruno) e Cleiton. Tec. Fabinho.

FICHA TÉCNICA – FORTALEZA 5 X 1 CAXIAS XXXXXXXXXXXXX

GOLS: Dudu aos 19’ do 1º tempo e 35’ do 2º tempo, Cafú aos 33’ do 1ºtempo, Xiru aos 37’ do 1º tempo e Pedro aos 23’ do 2ºtempo (Fortaleza) e  GeeGê aos 3’ do 1º tempo (Caxias)

CARTÃO AMARELO: Geegê (Caxias) | Geovane (Fortaleza)

CONFIRA A REPORTAGEM (VT) DO CONFRONTO XXXXXXXXXXXXXXXX


__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO