Coritiba sofre gol nos minutos finais e perde para o Grêmio


Coritiba e Grêmio duelaram na noite deste domingo (15), em confronto válido pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Com ambas as equipes querendo a reabilitação no segundo turno do certame, o escrete do Grêmio conseguiu surpreender a equipe da casa e anotar gol nos minutos finais. Com a derrota no Couto Pereira, a equipe do Coritiba aumenta o jejum de vitórias na competição, com noves jogos.


#SÉRIE A
Por @rafaelbuiar

PRÉ JOGO: Em momentos parecidos no segundo turno, mas em posições diferentes. Coritiba e Grêmio entraram em campo pressionados. A equipe alviverde, última colocada no segundo turno e 19ª na tábua de classificação, foi à campo com duas novidades. Jonas e Dodô. No lado da equipe Gaúcha, um escrete alternativo para voltar a desempenhar um bom futebol e contou com o retorno de dois atletas, Ramiro e Cortez.

PRIMEIRO TEMPO: A equipe do Alto da Glória iniciou o embate tomando a iniciativa. Henrique Almeida em jogada individual conseguiu a primeira boa alternativa, ao cruzar na área. Mas a zaga gremista afastou o perigo. Minutos depois, empolgado, Galdezani recebeu falta próximo a meta, após boa trama com Henrique Almeida. Na cobrança, Carleto arrematou forte e Grohe fez ótima defesa e depois foi para escanteio. No tiro de canto, o homem da bola parada, Carleto cruzou e Werley subiu sozinho e cabeceou com perigo e quase abriu o placar no Couto, com 3’.

Passados 10’, a equipe do Coritiba continuou com mais posse de bola, mas com dificuldades em furar o bloqueio gaúcho. Henrique Almeida o mais acionado no ataque alviverde. O tricolor gaúcho conseguiu chegar somente com 15’ e em bola parada, mas sem sustos a meta do arqueiro Wilson. Mesmo assim, coletivamente o Coritiba tem mais volume de jogo.

Na metade da primeira etapa, as duas equipes erraram muitos passes e o jogo passou a ficar feio e travado setor do meio campo. A ofensividade do Coritiba, imposta nos primeiros 15’, caiu com evolução dos erros de passes. Porém, o maior volume de jogo ainda persistiu com o Coritiba. Aos 27’, Carleto novamente em cobrança de falta, arrematou firme e o arqueiro gremista segurou em dois tempos, aliviando o escrete gaúcho e mantendo o placar fechado.

Aos 32’, a equipe do Grêmio chegou com perigo, após cobrança de escanteio de Fernandinho e cabeçada certeira de Geromel, que subiu sozinho e o arremate passou próximo a trave. Sem reação, Wilson apenas observou a bola passar. Período do jogo, em que Coritiba passou a se defender mais. Em menos de três minutos, três escanteios para o time do Grêmio.

Nos minutos finais, a equipe do Grêmio passou a pressionar o time alviverde, já que o escrete do Coritiba, quando tem a bola nos pés, não conseguiu criar e perdeu com facilidade. Diferente do início do embate, onde foi bastante ofensivo. Já o time do Grêmio, mesmo crescendo no período final do embate, não conseguiu furar o bloqueio alviverde e a primeira etapa no Couto Pereira terminou com o placar fechado.


SEGUNDO TEMPO: No retorno para a etapa complementa, o treinador do Coritiba, Marcelo Oliveira, trocou Galdezani por Yan. No escrete do Grêmio, sem alteração após o intervalo. Com bola rolando, a equipe alviverde já arrematou com menos de um minuto, mas sem muito perigo. Minutos depois, Rildo acionado no flanco da esquerda, foi parado com falta. Na cobrança, Carleto cruzou e a zaga gremista deu uma casquinha e sobrou para Werley que sozinho arrematou na trave e quase tirou o zero do placar a favor à equipe do Coritiba, com 3’.

O time do Coritiba voltou mais ligado e já nos primeiros minutos conseguiu chegar com mais frequência ao ataque. Novamente, Rildo foi acionado e só foi parado com falta forte de Kanneman. Devido a isso, o árbitro tirou o terceiro cartão amarelo da partida.  Neste período, as saídas das jogadas aconteceram no flanco esquerdo, fato que o escrete do Coritiba percebeu. Foram pelo menos três jogadas em menos de 15’, duas com Rildo e uma com Henrique Almeida. Não deu outra, o treinador Renato Gaúcho fez a primeira alteração na equipe Gaúcha. Saiu Arroyo e entrou o jovem Everton.

Mesmo com a alteração gremista, o time do Coritiba passou a ficar com mais posse de bola e quando não teve, pressionou até tê-la. Ou seja, o time do Coritiba mais ofensivo. Porém, sem muita efetividade na conclusão. Próximo dos 30’, com o jogo fraco tecnicamente, ambos os treinadores realizaram o troca-troca com a intenção de alterar o estilo de jogo. No lado do Grêmio, a mudança foi no ataque, ao sair no Barrios e entrar Bento. No escrete do Coritiba, saiu Rildo e entrou Anderson.

Nos minutos finais, o confronto ficou mais no setor do meio de campo e com ambas as equipes tendo dificuldades e quem esteve no Couto Pereira sofreu para assistir a reta final do embate. Enquanto o Coritiba tentou buscar o ataque, o Grêmio respondeu em jogadas de contra-ataque. Dentre as jogadas de perigo, Dodô cruzou pela direita e o atacante Henrique Almeida desviou e Grohe bem colocado defendeu. Na sequência, ótima trama na área e novamente Henrique Almeida foi travado pelo sistema defensivo.

Mas, quem não faz toma. Não deu outra, o time alviverde sofreu gol aos 47’, em um bate rebate na intermediária e a bola sobrou para Ramiro que ficou livre de frente para o arqueiro Wilson, que foi buscar no fundo da rede. No minuto seguinte, o árbitro decretou o fim da partida.

ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

CORITIBA: Wilson; Dodô, Werley, Cleber Reis e Carleto; Jonas, Galdezani (Yan), Alan Santos e Thiago Real (Neto Berola); Rildo (Anderson) e Henrique Almeida. Tec. Marcelo Oliveira.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kanneman e Cortez; Jaílson, Arthur, Ramiro e Fernandinho (Jael); Miky Arroyo (Everton) e Lucas Barrio (Beto). Tec. Renato Gaúcho.

FICHA TÉCNICA CORITIBA 0 X 1 GRÊMIO XXXXXXXXXXXXXXXXXX

GOLS: Ramiro aos 46’ do 2º tempo (Grêmio)
CARTÃO AMARELO:   Ramiro, Beto da Silva e Kanneman (Grêmio) e Dodô, Henrique Almeida e Jonas (Coritiba)

CARTÃO VERMELHO: