[SUB 20] Atlético abre 2 a 0, cede empate para Grêmio mas garante vaga nas semifinais

O Atlético marcou dois gols em um intervalo de três minutos (Foto: Dudu Nobre)
Nesta quarta-feira (20) o Atlético Paranaense recebeu o Grêmio pela última rodada da segunda fase do Brasileirão Sub-20. O Furacão abriu 2 a 0 na primeira etapa, mas não rendeu no segundo tempo e levou dois gols em três minutos, saindo da Arena da Baixada com um empate que poderia ser amargo pelas circunstâncias mas que, com a derrota do Coritiba, foi doce já que fez com que o Rubro Negro terminasse na liderança da chave.

#BRSUB20

PRÉ-JOGO - Na vice liderança do grupo E com o mesmo número de pontos do rival Coritiba, bastava um empate para o Atlético garantir a classificação. O time poderia até sofrer uma derrota simples, já que tinha saldo de gols +3 contra 0 do Botafogo. O time da Baixada possuía a melhor defesa do grupo, com um gol sofrido em cinco jogos. 

O EMBATE - O começo de partida entre as equipes foi aberto e disputado, tanto gremistas quanto atleticanos chegavam perto da área adversária. A primeira chance mais trabalhada foi do Tricolor, com Pepe recebendo na entrada da área e chutando por cima do gol. Já o Furacão respondeu com cruzamento de Renan Lodi para Marcelo, que se esticou mas não chegou na bola pra completar aos 7'.

Os visitantes adiantaram a marcação e faziam pressão na saída de jogo atleticana, fazendo o time rubro negro rodar a bola e forçar passes para sair. Aos 12', novo cruzamento de Renan Lodi, mas que o ataque não conseguiu desviar e a defesa mandou para escanteio. Aos 15', em bate rebate na defesa gremista, Demethryus ficou com a sobra e chutou, de dentro da área, desviado para fora.

Cadenciando mais o jogo, o Atlético chegava mais pelo lado esquerdo e nos escanteios. Aos 20', o ataque atleticano fez boa jogada e a bola sobrou para Alexsander, que chutou colocado e fora do alcance do goleiro Thiago para marcar. E aos 23', sem muita demora, Danilo arrancou da intermediária, passou pelo defensor e tocou rasteiro na saída do goleiro para ampliar, 2 a 0 Atlético.

Com a desvantagem a equipe gaúcha adiantou novamente a marcação e chegou mais ao campo de ataque, mas falhava no último passe para o gol. Aos 28', falta cobrada por Guedes para Isaque subir, mas cabecear para fora do gol atleticano. A partida perdeu o ritmo do início e ficou parada no meio campo, com o Atlético administrando o resultado e o Grêmio não conseguindo ser criativo no ataque, forçando muito as jogadas pelo lado esquerdo.

Aos 35', Martin recebeu na entrada da área, puxou para o meio e chutou, mandando do lado direito do gol de Caio. Mesmo conseguindo ir mais ao ataque, o tricolor gaúcho encontrou duas linhas de marcação atleticanas, que bloqueavam jogadas mais perigosas na área. Era preciso algo mais para buscar o empate.

Grêmio estava enfeitando demais as jogadas na primeira etapa (Foto: Dudu Nobre)
Na volta do intervalo, o jogo ficou truncado e sem perigos nas duas defesas. Os times erravam os passes e pouco produziam para buscar o gol. O Tricolor chegou apenas aos 14', escanteio e Isaque subiu para cabecear, mandando na trave e quase marcando o primeiro tento gremista. No contra ataque, aos 16', Marcelo avançou da intermediária e chegou chutando para boa defesa de Thiago.

Com a queda de ritmo do time da casa, o treinador atleticano tirou Danilo e Demethryus e colocou Jáderson e Murillo. Minutos depois Renan Lodi saiu para a entrada de Riuler. O Grêmio também fez mais trocas e tentava ainda reagir ao placar adverso. Em cobrança de escanteio aos 33', a bola sobrou para Renan, que girou e chutou bonito para marcar o gol tricolor, 2 a 1.

Com o gol, a pressão toda era gremista em busca pelo empate nos dez minutos finais de partida. Ele veio aos 36' em grande jogada de Pepe, que driblou os defensores pela esquerda e chutou por cima do goleiro para marcar um belo gol. Se o Atlético havia sentido o primeiro gol, com o segundo a equipe ficou desestabilizada em campo e via o Grêmio marcando em cima para buscar a virada.

Rodando a bola e encontrando espaços, o Grêmio chegou com Guedes, mas o jogador chutou rasteiro e fraco para o gol. Em completa falha da defesa atleticana, aos 46', Pepe arrancou e foi derrubado na entrada da área. Falta perigosa para o tricolor nos momentos finais da partida. Guedes cobrou a falta, mas mandou longe do gol. Sem mais tempo para outros lances, o jogo ficou no 2 a 2.

Com a vitória do São Paulo no outro grupo, o Atlético enfrentará o Cruzeiro nas semifinais (Foto: Dudu Nobre)
ATLÉTICO: O time do técnico Tiago Nunes Jogou bem no primeiro tempo, sendo rápido e precisando de poucos passes para chegar na cara do gol. O Rubro Negro poderia ter feito uma vantagem maior, mas não aproveitou e as peças que entraram no jogo não deixaram o time no mesmo nível. A equipe passou a ter dificuldades em criar jogadas perigosas e aos poucos foi sucumbindo ao ímpeto adversário.

FIQUE DE OLHO (Danilo) - O atacante marcou seu segundo gol na competição e se notabilizou pela qualidade na definição dos lances. Além disso, é veloz e forte fisicamente, qualidades que juntas agregam muito a um camisa 9.

Já o time gaúcho não venceu nenhuma na segunda fase e está eliminado (Foto: Dudu Nobre)
GRÊMIO -  O Tricolor é um time que, assim como o elenco principal, apresenta uma rápida troca de passes. No primeiro tempo a equipe teve dificuldades de finalização e de construir as jogadas de maneira simples, os jogadores faziam uma firula a mais ou um toque de efeito. Na etapa final o treinador César Bueno chamou atenção para esse aspecto e o time evoluiu gradativamente para empatar a peleja na vontade,  só  não virando o placar porque quando atingiu um volume de jogo intenso a partida acabou.

FIQUE DE OLHO (Martin) - O camisa 10 uruguaio é visto como uma das promessas gremistas e no jogo de hoje mostrou velocidade, bom drible e capacidade de tomar decisões em um curto espaço de tempo. Além disso, não se escondeu do jogo, flutuando entre as diversas faixas do campo para criar lances de perigo.

Martin, a jovem promessa gremista em ação. Será que vinga? (Foto: Dudu Nobre)
OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

ATLÉTICO: 1 Caio, 2 Breno, 3 Jacy, 4 Weverton, 5 Geovane, 6 Renan Lodi (15 Riuler), 7 Marcelo (19 Vitor Naum), 8 Renzo, 9 Danilo (18 Murillo), 10 Alexsander (20 Bruno Leite) e 11 Demethryus (17 Jáderson)Técnico: Tiago Nunes.

GRÊMIO: 1 Thiago, 2 Felipe (14 Pivo), 3 Rafael Klein, 4 Paulo (13 Gabriel), 5 Araújo, 6 Guedes, 7 Tete (18 Guto), 8 Raphael Stard, 9 Isaque (17 Renan), 10 Martin (15 Leo Reichert) e 11 Pepe. Técnico: César Bueno.


FICHA TÉCNICA - ATLÉTICO 2 X 2 GRÊMIO XXXXXXXXXXXXXXXXXXX

ÁRBITRA: Edina Alves Batista
ASSISTENTES: Felipe Gustavo Schmidt (1) e Sandra Maria Dawies (2)

GOLS: Alexsander aos 20' e Danilo aos 23' do 1°T (Atlético); Renan aos 33' e Pepe aos 36' do 2°T (Grêmio).

AMARELOS:  Paulo (Grêmio).
__________________________________________

DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO