Quitéria e Fanny empatam em 1 a 1 e não conseguem subir na tabela



Neste sábado (02), o Santa Quitéria recebeu o Vila Fanny no Estádio Maurício Fruet, pela 5ª rodada do Campeonato Amador da Capital 2017. A partida, que teve nítida dominação da equipe visitante, terminou em 1x1, com gol do Quitéria aos 35' do segundo tempo.

#SUBURBANA2017

Por @bialimac

PRIMEIRO TEMPO A primeira bola na área da partida foi aos 4 minutos. O Fanny atacou e a bola ficou nas mãos do goleiro Jonas. Nos minutos que correram durante a primeira etapa, quase todas as grandes chances ficaram com a equipe visitante.

Logo aos 7', o Fanny, novamente, teve grande chance com Pablo que, após escanteio, foi para o gol de cabeça. Jonas salvou e acabou derrubando o camisa 8 dentro da área. Os jogadores e a comissão técnica do Fanny pediram pênalti, mas o árbitro não deu. De resposta, aos 8', o Quitéria fez a primeira subida com perigo, mas o goleiro adversário chegou a tempo de agarrar a bola.

Aos 10' houve falta em cima de Pablo, do Fanny, na linha da intermediária. A cobrança resultou em boa chance com a finalização do camisa 10, Bitoca. No entanto, o goleiro Jonas veio para a frente e não deixou a bola passar. Na marca dos 14', Pequi, do Quitéria, teve ótima chance e ficou cara a cara com o goleiro. Lele enfrentou o atacante e conseguiu tirar a bola da linha de perigo.

Com 18', Juliano, do Quitéria, pegou a bola no meio de campo e tentou direto para o gol. O chute impressionou quem assistia ao jogo, mas não assustou o goleiro, que segurou sem muita dificuldade. Aos 24', Dionata recebeu bola cruzada na direita e nem deu tempo da defesa do Quitéria se preparar. O camisa 6 do Fanny, que já estava posicionado bem ao lado da trave, mandou a bola por trás do goleiro e direto pro fundo da rede.

Passados 33', Dionata, novamente, teve grande chance, dessa vez pelo lado esquerdo, mas o goleiro do Santa Quitéria foi rápido e conseguiu defender. Com 41', Marcelo, do Fanny, recebeu a bola na cara do gol após bela troca de passes entre Pablo e Bitoca, mas demorou para ajeitar e perdeu a chance de aumentar a vantagem antes do fim do primeiro tempo.



SEGUNDO TEMPO Na segunda etapa, logo aos 5', Dionata fez passe longo para a área. Pablo ajeitou com o ombro e a bola caiu certeira nos pés de Marcelo, que só precisava finalizar. O goleiro Jonas, no entanto, se jogou e agarrou firme a bola antes mesmo que o camisa 9 pudesse chutar.

Aos 8', o capitão do Fanny, Ever, marcou de cabeça após falta cobrada por Bitoca, mas, para a infelicidade dos alvirrubros, o árbitro apitou o impedimento e anulou o gol. Aos 10', Bitoca, que estava de cara para o gol, tentou tirar a bola de Jonas. O camisa 10 acabou mandando a bola pela linha de fundo, desperdiçando a chance e enfurecendo a torcida.

Entre os 11' e os 13' o Quitéria teve duas faltas a seu favor na linha da intermediária. Na primeira, Massai jogou a bola para cima e Gustavo Gomes tentou de cabeça, mas bateu forte e a bola saiu pela linha de fundo. Na segunda chance, o camisa 10 bateu direto no canto superior esquerdo e por pouco não fez o gol de empate.

Com 22', a torcida do Quitéria já estava comemorando quando Pequi perdeu uma ótima chance dentro da área. O camisa 11, que já estava quase dentro do gol, chutou por cima do travessão e deu tiro de meta pra o adversário.

Passados 23' da segunda etapa, dois jogadores, um de cada equipe, se chocaram e permaneceram alguns instantes estirados no chão. O camisa 17 Quitéria, Gustavo Amaral, acabou cortando a testa e só voltou para o gramado alguns minutos depois, com um curativo.

Aos 25', Rafael, do Fanny, conseguiu escapar da marcação fechada de Gustavo Gomes e Everton e chutou para o gol, tirando tinta da trave esquerda de Jonas. Três minutos depois, a equipe do Fanny voltou com um ataque pesado e bombardeou Jonas, que fez defesa espetacular.

Com 34', Luan, do Quitéria, depois de ter dado uma bela corrida para impedir que a bola saísse pela lateral, cruzou bem para o Piter. O camisa 9 pegou a bola no ar e mandou direto para o gol, fazendo o goleiro Lele trabalhar para fazer a defesa difícil.

A partir dos 35', o equilíbrio visto na segunda etapa, também pode ser confirmado no placar. Depois da espalmada do goleiro do Fanny, o camisa 11 do Quitéria, Pequi, pegou a sobra e mandou direto para o gol, deixando tudo igual.

Nos minutos que restavam para o fim da partida, a equipe do Quitéria passou a dominar em campo, fazendo belas jogadas com grandes chances, que só não terminaram em gols por falta de mira ou por boas defesas de Lele.

Nem a torcida incansável do Quitéria, nem os quatro minutos de acréscimos anunciados pelo árbitro foram suficientes para alterar o placar, que ficou em Quitéria 1 x 1 Fanny. No momento, o Quitéria, na 6ª colocação e com 7 pontos, está com um ponto a menos do que o Fanny, na 3ª colocação e com 8 pontos.



ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

QUITÉRIA
1 Jonas, 2 Everton (14 Luan), 3 Gustavo Gomes, 4 Baloi, 6 Jean (16 Lima), 5 Russo (c), 7 Alan (15 Ednaldo) (17 Gustavo Amaral), 8 Juliano (18 Mateus), 10 Massai, 9 Piter, 11 Pequi. Técnico: Roberto Costa.

FANNY
1 Lele, 2 Rafael(15 Raul), 3 Ever (c), 4 Thiago, 6 Dionata, 5 Zé, 7 Junior, 8 Pablo (20 Luciano), 10 Bitoca (17 Coutinho), 11 Zacarias, 9 Marcelo (18 Bruno). Técnico: Valmir Constantino.

FICHA TÉCNICA: SANTA QUITÉRIA 1 X 1 VILA FANNY XXXXXXXXXXX

GOLS: 6 Dionata (Vila Fanny); 11 Pequi (Santa Quitéria)

CA: 10 Bitoca, 11 Zacarias (Vila Fanny)

ÁRBITRO: Evandro Oliveira