[JUVENIL] Vila Hauer vence Caxias por 3 a 0 e mantem liderança e invencibilidade

Cabelinho se deita no chão para comemorar o golaço que abriu o caminho da vitoria para o Vila Hauer (Foto: Cleiton da Cruz).
Na série B da Suburbana Juvenil, o Vila Hauer vem conquistando expressivos resultados. Até o momento, a equipe segue invicta na liderança com 13 pontos e tomou apenas um único gol. A vítima da vez foi o Caxias, que com a derrota saiu do G4 do grupo A.

#JUVENIL
Por Yuri Casari

Pré-jogo: Após o trio de arbitragem chegar atrasado em campo, as equipes seguiram os protocolos. Enquanto o hino tocava, um casal de quero-quero deu trabalho para a comissão técnica do Caxias, próximo ao banco de reservas. Falando em futebol, o Vila Hauer vinha a campo para defender a liderança e o Caxias para se aproximar dos primeiros lugares.

Primeiro tempo: Nos primeiros minutos, o Caxias iniciou a partida com mais vontade ofensiva, especialmente nas jogadas do camisa 10 Tales. Tentando segurar mais a posse de bola, o Vila Hauer tinha dificuldades de impor seu estilo, principalmente pelo gramado irregular, fazendo com que a bola quicasse muito nos passes rasteiros. As primeiras boas oportunidades foram do Caxias. Aos 23, Cebola cobrou falta lançando a bola na área. A redondinha quicou no chão e quase enganou o goleiro Marquinho, que mandou para escanteio. Aos 26, após bate rebate, a bola sobrou para Tales, que chutou bem e Marquinho fez boa defesa. 

Aos 30 minutos, o Vila Hauer deu fim aos ataques do Caxias. Em cobrança de falta da intermediária, Cabelinho pegou forte de peito de pé e mandou a bola no ângulo. Um golaço para abrir o placar para os donos da casa. Dois minutos depois o Caxias respondeu em jogada de Tales, que driblou pela direita e chutou cruzado. Mineiro completou mas foi flagrado em posição de impedimento. O Vila Hauer voltou a ter uma boa chance aos 35, com Gustavo, que chutou muito forte da ponta da área, e Gabriel mandou para escanteio.

O confronto era equilibrado, mas a bola parada fez toda a diferença em favor do Hauer diante do Caxias (Foto: Cleiton da Cruz). 
Segundo tempo: O segundo tempo começou ainda mais corrido que o primeiro. Aos 2, Gustavo aproveitou escanteio e tocou de chapa, mas a bola foi para fora. Aos 8 foi a vez do Caxias chegar com Mineiro, que após tabela, tocou na saída de Marquinho, que conseguiu intervir e colocou para escanteio. Aos 14 minutos o Vila Hauer colocou tranquilidade na partida, e novamente na bola parada. Patryck cobrou falta de canhota pelo lado externo da barreira. Mal posicionado, Gabriel não conseguiu chegar na bola e aceitou. 

Aos 23 minutos, a situação do Caxias complicou ainda mais. Em dividida com Miguel, o goleiro Gabriel sofreu um corte no rosto e teve de deixar o gramado. Sem reservas, o volante Pedro foi para o gol. Com um a mais, o Vila Hauer passou a ter total controle da partida. Aos 37, após cobrança de tiro de meta, a bola atravessou o campo e quicou na entrada da área, Torinho dividiu com Pedro e marcou o gol que selou a vitória tricolor. 

Gabriel pula atrasado e não chega no chute de Patryck no segundo gol do Hauer. Gabriel ainda sairia da partida com um corte no rosto e não viu do gramado o terceiro gol dos donos da casa
(Foto: Cleiton da Cruz).
OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Vila Hauer: 1. Marquinho, 2. Branco, 3. Henrique, 4. Hericky e 6. Dudu (17. Mateus Fontelli); 5. Mateus Torinho, 8. Lucas Augusto (16. Andrézinho), 7. Cabelinho, 10. Patryck (15. Bruno) e 11. Miguel (14. Henrique Ojima); 9. Gustavo (13. Guedes). Técnico: Christiano Kuboyama.

Caxias: 1. Gabriel, 2. Gabriel II, 3. Lincoln, 4. Cebola e 6. William; 5. Pedro, 8. Binho, 7. Leonardo e 10. Tales; 9. Anderson e 11. Mineiro. Técnico: Carlos Adriano.

FICHA TÉCNICA – VILA HAUER 3x0 CAXIAS XXXXXXXXXXXXXXXXXX

GOLS: Cabelinho, aos 30 do primeiro tempo; Patryck, aos 14 e Torinho, aos 37 do segundo tempo.
CA: Torinho e Cabelinho (Hauer).
ÁRBITRO:  Alexandre Sanches Ferreira.
ASSISTENTES: Tom Gomes Rocha e Ryan Chubter Ribeiro.
DELEGADO: Álvaro Rodrigo Ferreira.