Alisson, o destaque da vitória do Tanguá sobre o Bairro Alto


Alisson marcou duas vezes a ajudou o Tanguá a virar o embate diante o Bairro Alto. (Foto: Leonardo Dulcio).
Com dois gols na vitória do Tanguá sobre o Bairro Alto e uma atuação de destaque na construção das jogadas pelo meio do escrete rubro negro, Alisson garantiu sua vaga no nosso álbum de destaques da temporada e ajudou sua equipe a se aproximar de uma classificação para a próxima fase da competição.

#FIGURINHA DO JOGO
Por Gabriel Sawaf

O Tanguá recebeu o Bairro Alto na sua casa tendo em vista um duelo decisivo. Após a derrota na última rodada, diante o Vasco da Gama, o Rubro Negro de Tamandaré precisava vencer o Alvinegro para recuperar a confiança e retornar a zona de classificação para a próxima fase. O jogo foi complicado, difícil, pois o adversário joga a sua vida na competição. Mas, nas horas difíceis, aparecem os atletas que fazem a diferença. E os donos da casa, que saíram atrás no marcador, contaram com a estrela do seu camisa 10, Alisson, para virar o jogo e sair com a vitória. 

O meia foi responsável por dois gols do escrete rubro negro. O primeiro, de falta, no primeiro tempo, empatando o marcador. O segundo de pênalti, sendo o terceiro de sua equipe e selando a vitória e o retorno a zona de classificação. Mas se engana que a participação ficou restrita em dois gols de bola parada. Além de balançar as redes, o camisa 10 fez uma boa articulação para ficar com a bola, dominando a zona central ofensiva da sua equipe, sempre auxiliando os atacantes e dando ótimos passes para seus companheiros finalizarem cara a cara com Douglas, que salvou em algumas oportunidades. Com isto, Alisson ajudou o Tanguá a ter mais passe de bola e dominar boa parte do embate.

Agora, com seu nome no álbum de destaques da temporada do DRAP, Alisson, junto com seus companheiros, se prepara para o duelo decisivo diante do União Ahú, no próximo sábado (30), no qual um empate garante a classificação do Rubro Negro às quartas de final da Série B da Suburbana. 

__________________________________________

DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO