Trieste é superior na segunda etapa, vence Vila Sandra e assume a liderança

Batata foi abraçado pelos companheiros após fazer dois gols no jogo (Foto: Arthur Henrique)
Trieste e Vila Sandra se enfrentaram neste sábado (26) no estádio Francisco Muraro pela quarta rodada da Série A da Suburbana. O Time da Colônia buscava assumir a liderança do certame enquanto que o alvinegro queria se consolidar no G8, embora estivessem separados por um mísero ponto. Após um primeiro tempo equilibrado, o Vila recuou e sucumbiu a um Tricolor que teve paciência para construir o placar de 4 a 1.

#SUBURBANA2017

PRIMEIRO TEMPO - O jogo começou agitado, com os visitantes explorando o setor direito de ataque nas jogadas de César e Cleiton e os mandantes apostando no camisa 10 Danilo, que distribuía o jogo pelas pontas. O meia perdeu um gol feito aos 4’, quando recebeu cruzamento da esquerda e, sem marcação, chutou pra fora. O castigo veio à galope: aos 6’, Nenê recebeu no bico direito da área e arriscou com efeito, a bola fez o arco e acertou o lado esquerdo da rede, 1 a 0 Vila.

O Trieste não se abateu e continuou no ataque, sendo premiado aos 12’ quando um escanteio da esquerda achou a cabeça de Neto, que colocou no canto direito para igualar o marcador. Aos 15’ outra boa chance, Danilo fez o pivô e rolou pra batida de Grilo, mas a redonda foi à esquerda. Após os 20’ o jogo naturalmente perdeu intensidade e os passes errados prejudicaram a construção das jogadas, tanto que o alvinegro só chegou novamente aos 27’, quando Zé Ricardo bateu de fora e Jociel espalmou pela linha de fundo. O Trieste respondeu aos 30’ com chute de Bruno batata à direita da meta.

O Time da Colônia tinha maior posse de bola e trocava passes de forma envolvente, ao passo que o Vila apostava na velocidade Thiaguinho e de Zé Ricardo para armar contra golpes. Com as estratégias definidas, cada um teve uma oportunidade: aos 41’ Thiaguinho ganhou de Jociel na corrida, mas perdeu o ângulo e chutou pra fora. No minuto seguinte, Aroldo deu passe desconcertante para Cambalhota na esquerda, mas Felipe afastou o perigo. Mesmo com mais volume do tricolor o alvinegro conseguiu igualar as ações ofensivas, o que dava boas perspectivas para a segunda etapa.

O golaço de Nenê não foi suficiente para o Vila Sandra evitar a derrota (Foto: Arthur Henrique)

SEGUNDO TEMPO – Na volta do intervalo o treinador Aroldo José fez uma mudança no esquema do time ao tirar o meia Maia para colocar o segundo volante Marcos Paulo. O que era pra ser uma tentativa de dar mais velocidade à saída de jogo acabou fazendo com que o time recuasse e não tivesse escape para sair da marcação do time de Santa Felicidade.

Quando o Trieste criou uma chance, foi certeiro: Bruno Batata recebeu na esquerda, costurou três marcadores e bateu no canto direito para desempatar, 2 a 1 aos 6’ da etapa final. Após o gol sofrido o time visitante não conseguiu encaixar jogadas ofensivas e ficou vulnerável, especialmente pela esquerda da defesa. O resultado veio aos 14’, quando Bruninho entrou livre por lá e cruzou pra Batata, que ajeitou para Cambalhota ampliar.

Com uma vantagem mais elástica, os comandados de Ivo Petry cadenciaram o jogo esperando alguma falha do Vila para construir uma goleada. Chances até surgiram, como aos 22’ quando Bruninho ficou dentro da área, mas chutou em cima da marcação. Porém o último passe não era de qualidade, o que evitou mais chutes a meta de Felipe. Após os 30’ o jogo ficou mais burocrático, sem nenhum grande lance. Até que aos 45’ Jociel lançou ao ataque e achou Bruno Batata, que tirou a marcação no domínio e bateu no canto esquerdo para fechar o placar: Trieste 4, Vila Sandra 1. Com o revés do Pilarzinho no Bortolo Gava, o time da Colônia assume a liderança do certame.

Na próxima rodada o tricolor irá enfrentar o Pilarzinho, time que ocupava a liderança até esta rodada (Foto: Arthur Henrique)
OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

TRIESTE: 1 Jociel; 2 Neto, 3 Igor, 4 Jair e 6 Marabá; 5 Bruninho (14 Bodão), 7 Grilo, 8 Aroldo (17 Roberto) e 10 Danilo (16 Caron); 11 Cambalhota (19 Joãozinho) e 9 Bruno Batata. Técnico: Ivo Petry.

VILA SANDRA: 12 Felipe, 2 Cleiton (12 Pedro), 3 Lela, 4 Vinicius e 6 Dedé; 5 Clóvis (20 Tatá), 8 César (13 Fabrício), 7 Thiaguinho (17 Leco) e 10 Nenê; 11 Maia (14 Marcos Paulo) e 9 Zé Ricardo (18 Adriano). Técnico: Aroldo José.

FICHA TÉCNICA – TRIESTE 4 X 1 VILA SANDRA XXXXXXXXXXXX

ÁRBITRO: Cristiano Antônio Teixeira.
ASSISTENTES: Ivan Carlos Bohn (1) e Alisson Alceu Bernardi (2).
GOLS: Neto aos 12’ do 1°T; Cambalhota aos 14’ e Bruno Batata aos 6’ e aos 45’ do 2°T (Trieste); Nenê aos 6’ do 1°T (Vila Sandra).

__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO