Com muita superioridade, Vila Fanny goleia Vila Sandra por 4 a 1


Na primeira partida em casa no ano, o Vila Fanny mostrou o porquê é um dos favoritos ao título de 2017. Sem correr riscos em praticamente nenhum momento da partida, a equipe alvirrubra não desperdiçou as chances que criou e derrotou com facilidade o Vila Sandra

#SUBURBANA 2017
Por Y@uriCasari

Pré-jogo: No estádio Ismael Gabardo, o Vila Fanny vinha em busca da primeira vitória na competição após um empate sem gols com o Trieste na rodada inicial. Já o Vila Sandra, que buscou um empate heroico com o Capão Raso, entrou em campo com uma escalação defensiva, apenas com Leco solto na criação.

Primeiro tempo: Assim que o apito inicial foi dado, os papéis das duas equipes rapidamente se desenharam em campo. O Vila Fanny rodando a bola tentando encontrar espaços e o Vila Sandra posicionado atrás da linha da bola à espera de um contra ataque. Nos primeiros quinze minutos, o Vila Sandra conseguiu segurar o ataque adversário. Tanto que o primeira finalização ocorreu apenas aos 16 minutos, em chute de fora da área de Magu. Mas a forte linha de frente do Fanny logo deu as caras. 

Aos 20 minutos, Caio viu Bitoca entrando na área e tocou na frente. O camisa 10 recebeu e bateu na saída de Felipe, abrindo o placar da partida. Após sofrer o gol, o Vila Sandra tentou reagir e até ficou com um pouco mais de posse de bola, mas não demorou muito para novo golpe do Fanny. Aos 33, Bitoca recebeu pela direita e cruzou na área com precisão para Marcelo cabecear para as redes, aumentando a contagem. 

Apesar do controle da partida, o Fanny levou um susto no fim do primeiro tempo. Aos 42 minutos, Thiaguinho carregou a bola pela esquerda e soltou o pé de fora da área surpreendendo o goleiro Nenê e marcando um golaço, colocando o Vila Sandra de novo no jogo. No intervalo, porém, o clima esquentou na saída do elenco do time alvinegro, e uma confusão foi deflagrada na entrada do vestiário, envolvendo até mesmo parte da torcida. A "turma do deixa disso" agiu rápido para acalmar os ânimos dos jogadores. Durante o intervalo, o clima foi tenso entre membros da torcida visitante.


Segundo tempo: Na segunda etapa, o técnico Marquinhos Franco, suspenso, orientou Rafael Mendonça, responsável por comandar a equipe na beira do gramado, a fazer uma alteração que mudou a maneira de jogar. O lateral-esquerdo Gian saiu para a entrada do meia Hantson. Assim, o volante Guilherme recuou com a dupla de zaga. Em um primeiro momento, a mudança surtiu efeito, e o Vila Sandra passou a jogar mais no campo do adversário. Mas aos 24 minutos, após jogada um pouco confusa, a bola sobrou quicando para Marcelo, que bateu firme na entrada da área para marcar seu segundo gol no jogo, e o terceiro do Fanny.

A partir daí, o Vila Sandra se desorganizou e perdeu o meio de campo de vez. Mesmo com alterações, o Fanny não diminuiu o nível de atuação. Aos 35, Rafinha invadiu a área e bateu forte, e Felipe fez ótima defesa com o pé. Aos 40, Luciano Tanque driblou o goleiro Felipe e bateu em direção ao gol. Quando a bola estava prestes a entrar, Rafinha tentou roubar o gol do companheiro e acabou perdendo um gol inacreditável. Dois minutos depois, após saída errada da defesa do Vila, Luciano Tanque recebeu na área e ao invés de finalizar, tocou para o lado para o capitão Magu, que só teve o trabalho de empurrar para a rede e fechar a goleada de 4 a 1 do Vila Fanny.


OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Vila Fanny: 1. Nenê, 2. William (13. Raul), 3. Thiago Gbur, 4. Edson Santos e 6. Dionata; 5. Zé Nunes (17. Arthur), 7. Juninho, 8. Magu, 11. Caio (20. Pablo) e 10. Bitoca (19. Rafinha); 9. Marcelo (18. Luciano Tanque). Téc.: Valmir Constantino.
                                    
Vila Sandra: 1. Felipe, 2. Clayton, 3. Juninho, 4. Vinícius e 6. Gian (15. Hantson); 5. Guilherme, 8. Marcelo Maia (20. Cezinha), 10. Nenê (17. Adriano) e 7. Leco (13. Leandro); 11. Thiaguinho e 9. Zé Ricardo.




__________________________________________

DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO