Marcelo Tamandaré marca três vezes e Iguaçu está na final da Taça Paraná


Mesmo com uma boa vantagem construída na primeira partida das semifinais, o Iguaçu voltou a fazer uma extraordinária partida e venceu o Bonato por 4 a 1, confirmando a vaga na finalíssima da Taça Paraná. O grande destaque da partida ficou por conta do camisa 10 iguaçuano, Marcelo Tamandaré, autor de três gols, e que voltou a mostrar poder de decisão.

#TAÇAPR2017
Por Yuri Casari

Precisando reverter o placar adverso da ida, o Bonato até tentou partir pra cima do Iguaçu logo no início. Mas a afobação dos jogadores da equipe de Porto Amazonas fazia com que a bola queimasse nos pés. Bem ao contrário, estava a postura do mandante. Com tranquilidade e respeito tático, o Iguaçu só esperava o momento certo de matar a eliminatória. Dez minutos foram o suficiente pra isso. Após passe errado do ataque do Bonato, contra-ataque armado para o Iguaçu, que terminou em passe de Pablo para Marcelo Tamandaré finalizar com canhota e abrir o placar. 


Ainda mais desorganizado após sofrer o gol, o Bonato tentava buscar o ataque, mas errava muitos passes, além de taticamente deixar um buraco no meio de campo. Sem precisar se expor, o Iguaçu apenas observava o jogo, mais uma vez esperando o momento certo. Aos 36 minutos, mais uma vez a dupla Pablo e Tamandaré apareceu. Pablo disparou pela esquerda, venceu o marcador e tocou cruzado para que o camisa 10 alvinegro apenas escorasse a bola para a rede. Mesmo mal na partida, o Bonato ainda conseguiu diminuir o placar. Matheus cobrou falta lateral, a bola quicou e enganou o goleiro Rodrigo, que acabou aceitando o gol.

No segundo o tempo, o Bonato conseguiu melhorar, e chegou ao ataque por duas vezes pelos pés de Bitoca. Mas contra o Iguaçu não se pode perder chances. Aos 15 minutos, Hideo, como um garoto, roubou a bola no campo de defesa, avançou com a bola até a intermediária e serviu com maestria o artilheiro da tarde. Marcelo Tamandaré dominou a bola e bateu na saída de Marcão. E acredite, Tamandaré ainda poderia ter feito o quarto. Aos 27, Feijão fez linda jogada pela esquerda e chutou cruzado em direção de Tamandaré, mas a bola veio muito forte e o atacante acabou desviando pra fora. 


O Bonato seguiu buscando minimizar a diferença, e se lançou para o ataque. Dessa forma, deixou o campo de defesa aberto para um lançamento espetacular de Luisinho Netto, que encontrou Pequi em velocidade. O atacante tirou o goleiro Marcão da jogada e entrou com bola e tudo para fechar o elástico placar. Com a classificação, o Iguaçu avança para a final da Taça Paraná e enfrenta o Fanático de Campo Largo. O time alvinegro vai em busca do segundo título da competição, conquistada pela única vez no ano de 1973. 

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Iguaçu: Rodrigo, Luisinho Netto, Douglas, Emerson e Dionata (Dudu); Herick (Juninho), Helton (Rafinha), Hideo, Marcelo Tamandaré (Quintino), Pablo (Pequi) e Caio (Feijão). T: Juninho.

Bonato: Marcão, Marcelo (Dinho), Renan, Nathan e Jhow; Batata, Marcelinho, Mumrá, Matheus (Matheus do Porto) e Bitoca; Mineiro (Greg). T: Castilho.

FICHA TÉCNICA – IGUAÇU 4 X 1 BONATO XXXXXXXXXXXXXX

Gols: Marcelo Tamandaré (3) e Pequi (Igu); Matheus (Bon)
Cartões amarelos: Batata (Bon).



__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO