Marcão, o destaque da partida entre Bonato e Iguaçu


Na tarde do último domingo (28), Bonato e Iguaçu se enfrentaram em Porto Amazonas. O jogo terminou com o placar zerado e, como todo jogo que as redes não balançam, os goleiros são os inimigos da partida. Mas Marcão mostrou ser muito mais do que meramente o goleiro do time de Campo Largo. Com isto, o arqueiro conquistou a 17ª figurinha do DRAP em 2017.

#FIGURINHA DO JOGO
Por @gabrielsawaf

Dizem que toda boa equipe começa com um bom goleiro. Isto é uma verdade comprovada no Bonato. O goleiro Marcão é um dos principais personagens da boa campanha que o time de Campo Largo vem fazendo até e o destaque do placar zerado contra o Iguaçu no último domingo. Mas o arqueiro é muito mais que simplesmente o número 1 (na ocasião, o número 12) do time que manda seus jogos em Porto Amazonas.

Quando chegou ao Estádio João Schroden, a Equipe DRAP deu uma buzinada no portão para ver se alguém já se encontrava na praça esportiva, pois faltavam pouco mais de três horas para a bola rolar. Quem abriu as portas para nós foi Marcão. Que fazia isto com todos que chegavam para participar do confronto: jogadores do Bonato, do Iguaçu, arbitragem e torcedores. Conseguimos escutar uma conversa do goleiro-porteiro lamentando não ter atuado na vitória diante da Aprovale no domingo anterior. Mas fez isto para não correr o risco de levar o terceiro cartão amarelo e ficar de fora do duelo contra o Iguaçu.

E como valeu a pena essa escolha. Na partida diante o Alvinegro, Marcão passou muita segurança a equipe do Bonato quando tinha que atuar. E quando foi cobrado, foi bem. O arqueiro participou muito bem quando Piki foi lançado na entrada da área, executando duas grandes defesas de puro reflexo. Na etapa complementar, o goleiro fez ótima defesa após uma grande jogada de Hideo.

O camisa 12, que se assemelha com o Marcão mais conhecido também por causa da careca, não ficou só marcado pela sua grande atuação embaixo da baliza. Estampando o escudo da Chapecoense na camisa, Marcão lidera o grupo e mostrou conhecer mais o elenco que o próprio treinador Castilho, quando perguntamos sobre clubes anteriores de alguns jogadores do Bonato e ouvimos como resposta “pergunta para o Marcão que ele sabe”.

Pela grande atuação na partida e também dentro do Bonato, e do estádio porque não, Marcão está com seu nome gravado no álbum de destaques do DRAP em 2017.


__________________________________________

DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO