Iguaçu vence Bonato fora de casa por 4 a 2 e dá grande passo para a final da Taça Paraná


Neste domingo (11), Bonato e Iguaçu se enfrentaram pelo primeiro jogo das semifinais da Taça Paraná na cidade de Porto Amazonas. Em campo se viu uma bela vitória do Iguaçu, que saiu na frente por duas vezes no placar, viu o Bonato empatar, mas conseguiu se sobrepor na partida e levar uma bela vantagem para o jogo de volta

#TAÇA PR 2017
Por Arthur Henrique

A equipe do Bonato começou pressionando, com mais posse de bola e mais chances no ataque e mais volume no campo de ataque. Mas o que define o jogo são os gols e foi isso que o Iguaçu fez, logo no primeiro ataque. Bola enfiada pela ponta esquerda com Hideo, o cruzamento foi interceptado, escanteio para o Iguaçu, Douglão escorou de cabeça e Pablo, de peito, marcou para o Iguaçu. 1 a 0 com 5’ do primeiro tempo. Aos 11’ bola rebatida e mão de Emerson na área do Iguaçu, pênalti marcado. Na cobrança Bitoca bateu colocado, que mesmo com boa colocação do goleiro balançou o lado da rede, sem chances para Rodrigo.

O Iguaçu se mostrava nervoso em campo, errando passes e deixando o Bonato crescer, aos 24’ o banco alvinegro reclamou de um lance de mão da defesa do adversário e Zé Nunes foi expulso. Aos 26’ Pablo foi segurado na área e caindo aos poucos, pênalti marcado, desta vez ara o Iguaçu, na cobrança Emerson buscava a redenção. Cartão amarelo para Renan. O defensor iguaçuano deslocou o goleiro, e bateu no cantinho direito, era o desempate da partida.


Com a desvantagem no placar o Bonato foi pra cima, retomando o controle da posse de bola e avançando no campo, com mais chances no ataque. Seguindo com mais bola no pé o Bonato conseguiu o empate em falha de marcação da defesa do Iguaçu. Em escanteio batido o baixo Marcelinho completou de cabeça. 2 a 2 em um bom jogo. Pouco tempo depois, aos 35’ Luisinho Neto subiu ao ataque em uma de suas primeiras investidas, cruzou na pequena área e Tamandaré cabeceou, livre, para fora.

Quase no fim da primeira etapa o Iguaçu reclamou de mais um pênalti, que desta vez teve uma falta até mais dura que nos lances anteriores. Pablo foi segurado e tentou finalizar, mas foi parado com falta, que o juiz não apitou, gerando muita chiadeira por parte da torcida. O último lance de perigo veio com falta dura em Tamandaré, amarelo para Juarez. Na cobrança Luisinho Neto prova que quem conhece o riscado tem um tapa diferente. Deslocou o goleiro na falta e desempatou, aos 45’ do primeiro tempo.


Segundo tempo -  O Iguaçu veio diferente na segunda etapa, fechando espaços e muito ofensivo, o gole era questão de tempo. E veio com pouco tempo, logo aos 8’, bola batida por Hideo, que encobriu o goleiro no ângulo e fez um golaço. Aos 11’ minutos um lance de discussão por uma falta no meio campo, Juarez partiu para cima do árbitro e tomou seu segundo amarelo na partida. O jogo estava muito encaminhado para o Iguaçu garantir uma dura vitória fora de casa.

O jogo esfriou, pois nem Iguaçu nem Bonato conseguiam penetrar as defesas. O alvinegro tinha bons ataques, mas quando chegava em frente ao gol desperdiçava e pecava muito na finalização. O Bonato por sua vez não tinha volume suficiente para assustar a defesa. Ao fim do jogo se viu uma excelente vitória fora de casa e tem uma grande vantagem para chegar à final da Taça Paraná.

OS ESCRETES XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Bonato: 12 Marcão; 2 Mumrá; 3 Renan; 4 Nathan; 5 Marcelo Silva; 17 Batata; 5 Juarez; 11 Bitoca; 10 Matheus; 7 Marcelinho; 9 Mineiro. Técnico: Castilho
Iguaçu: 1 Rodrigo; 2 Luisinho Neto; 3 Douglão; 4 Emerson; 4 Erick (19 Juninho); 6 Dionata (16 Rafinha); 8 Helton; 10 Tamandaré (7 Feijão); 11 Caio (18 Piki); 20 Hideo; 9 Pablo (17 Quintino). Técnico: Juninho.

FICHA TÉCNICA - BONATO 2 X 4 IGUAÇU XXXXXXXXXX

GOLS:
1° Tempo
5’ Pablo; 11’ Bitoca; 26’ Emerson; 33’ Marcelinho; 45’ Luisinho Neto
2° Tempo
8’ Hideo

__________________________________________
DO RICO AO POBRE, O FUTEBOL SEM DIVISÃO